Venda de fuzis faz ação da Taurus subir mais de 5%

Arma sai por R$ 8 mil a R$ 10 mil e pode ser entregue ao comprador em 72 horas.

Acredite se Puder / 17:45 - 21 de mai de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

As ações da Taurus Armas chegaram a subir mais de 5%, com a cotação retornando para o nível de R$ 3,60, pois, segundo a interpretação da companhia, o decreto assinado pelo presidente Bolsonaro para regulamentar o porte e posse de armas também permite que qualquer cidadão compre o fuzil T4, usado por forças militares. Isso porque foi estabelecida uma nova classificação para os armamentos, elevando em até quatro vezes o valor do poder de fogo de armas que podem ser adquiridas por civis. A Taurus tornou público que tem uma fila de mais de 2 mil clientes para esse tipo de armamento e que pode fazer a entrega em até três dias, com os preços variando entre R$ 8 mil e R$ 10 mil, dependendo do valor do ICMS de cada estado.

 

Amazon vence a OTCA

Depois de sete anos brigando na Justiça, a Amazon conseguiu uma vitória contra o bloco da OTCA (Organização do Tratado de Cooperação Amazônica) composto por oito países sulamericanos: Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela. A empresa norte-americana ganhou o direito exclusivo de usar o domínio de internet “.amazon”. O grupo da OTCA argumenta que a varejista não deveria ter os direitos, porque a Amazônia é uma região geográfica importante da América Latina.

 

British Steel precisa de 30 mi de libras

A British Steel, ex-Tata Steel, a segunda maior produtora de aço do Reino Unido, entrará em insolvência se o governo não conceder um financiamento de emergência de 30 milhões de libras, segundo notícia da Reuters. A empresa pediu um empréstimo de 75 milhões de libras ao governo, porém, como viu que não ia conseguir, baixou a pedida para 30 milhões de libras. É grande a preocupação é com o fato de que a siderúrgica tem cinco mil empregos diretos e vinte mil indiretos, a maioria em Scunthorpe, no norte de Inglaterra.

A British Steel é a antiga unidade britânica da indiana Tata Steel, que enfrentou sérias dificuldades financeiras em 2016 e, por causa disso, foi vendida por apenaas uma libra para o fundo de investimento Greybull Capital. Esse fundo era dono da companhia aérea Monarch, que entrou em insolvência em outubro de 2017. Com a venda o nome foi trocado para British Steel.

 

Jamie Olivier pede falência de seus restaurantes

A Jamie’s Italian, de Jamie Oliver, declarou falência. A KPMG será a administradora da insolvência do grupo, cuja cadeia é composta de 25 restaurantes, 23 especializados em comida italiana. O grupo emprega 1,3 mil pessoas. O HSBC é o principal credor.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor