Trump demite o ‘senhor da guerra’

Presidente não explicou o motivo da decisão.

Internacional / 23:05 - 10 de set de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta terça-feira pelo Twitter que demitiu o assessor de Segurança Nacional, John Bolton. Trump não explicou o motivo da decisão, mas escreveu num twitter: “Discordei fortemente de muitas de suas sugestões, assim como outros no governo”. “Nomearei um novo assessor de Segurança Nacional na semana que vem”, escreveu Trump.
Segundo o jornal New York Times, a saída de Bolton vem em meio a tentativas do presidente norte-americano de buscar “aberturas diplomáticas” com a Coreia do Norte e o Irã, dois países que a administração Trump entrou em conflito ao longo do mandato.
Ex-secretário de Estado e ex-embaixador dos EUA na ONU durante o mandato de George W. Bush, Bolton foi responsável por diversas políticas hostis com relação ao Oriente Médio e a América Latina durante o governo Trump. Por isso ficou conhecido como o “senhor da guerra”.
Bolton foi responsável por interromper diversas medidas de aproximação diplomática entre EUA e Cuba, implementadas na gestão do ex-presidente Barack Obama. Durante sua administração, o governo norte-americano ainda ativou o título III da lei Helms-Burton, endurecendo o bloqueio contra Cuba e a tentativa de asfixiar a economia cubana.
A intervenção do assessor na América Latina também foi flagrante na Venezuela, quando Bolton empenhou seus esforços no apoio ao deputado de direita Juan Guaidó e o plano golpista de sua autoproclamação como presidente interino do país.
 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor