Advertisement

Total de participantes em fundos de pensão supera 2,5 milhões

Ativos somam R$ 847 bilhões no 1° semestre   O setor de fundos de pensão é visto como fundamental para alavancar...

Mercado Financeiro / 10 Setembro 2018

Ativos somam R$ 847 bilhões no 1° semestre

 

O setor de fundos de pensão é visto como fundamental para alavancar investimentos produtivos. A carteira consolidada das entidades fechadas de previdência complementar (EFPCs) apresentou resultados positivos no 1º. semestre. Em junho, os ativos dessas entidades somaram R$ 847,5 bilhões, o que representa 12,7 % do PIB. Além disso, a carteira dessas entidades teve rentabilidade de 2,68% nos cinco primeiros meses do ano e alcançou 10% no período de 12 meses, segundo o balanço divulgado nesta segunda-feira pela Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (ABRAPP), no primeiro dia do 39º Congresso Brasileiro da Previdência Complementar Fechada, realizado no espaço de eventos Centro Sul, em Florianópolis. O evento, que tem como tema central a Disruptura e o mundo do novo século, termina nesta quarta-feira.

O levantamento mostrou também que a relação entre o déficit e os ativos das EFPCs caiu para 5,8% em junho, o que representa uma queda acentuada em comparação aos 9,6% do mesmo mês do ano passado. A previsão da Abrapp é que a rentabilidade chegue a 10,14% ao final deste ano (levando em conta o retorno em junho e julho deste ano para o CDI e Ibovespa, e Selic a 6,5% até o final do ano).

Para o presidente da ABRAPP, Luis Ricardo Martins, tão importante quanto a redução do déficit, que representa menos de 6% dos ativos, é a solidez do sistema que paga anualmente R$ 48,5 bilhões em benefícios e possui 96% de solvência.

O levantamento da ABRAPP destaca ainda que o total de participantes ativos dos fundos de pensão supera 2,5 milhões, enquanto o número de dependentes chegou a 3,7 milhões de pessoas e os assistidos chegam a mais de 827 mil. O sistema paga hoje um benefício médio de R$ 5.882 por mês. O consolidado estatístico também mostra que o sistema conta com mais de 260 fundações associadas a ABRAPP, 299 fundos de pensão e número superior de 3 mil patrocinadoras.

Previdência

O Brasil conta com dois sistemas previdenciários. O público e básico é o INSS, e o privado, também conhecido como complementar, reúne entidades fechadas e entidades abertas. As fechadas são as de empresas e participam desse evento. As abertas são as entidades constituídas para gerir planos de previdência individuais, os oferecidos por bancos ou outras instituições a quem deseja fazer essa poupança para ter renda complementar no futuro.

O Congresso Brasileiro da Previdência Complementar Fechada é o maior evento do setor na América Latina e um dos maiores no mundo. É realizado anualmente e reúne cerca de 3,5 mil participantes entre profissionais das entidades fechadas de previdência complementar – técnicos, diretores e conselheiros (os dois últimos representam perto de 70% do público pagante) -, prestadores de serviços, representantes de instituições financeiras e dos mercados de seguros e saúde, autoridades do Governo, imprensa, estudantes e personalidades da comunidade acadêmica.