Advertisement

Subsídio ao diesel derruba folga da meta fiscal para R$ 1,8 bi

Conjuntura / 21 Julho 2018

Orçada em R$ 9,6 bilhões, a política de subsídios para o óleo diesel fez a folga da meta fiscal cair para R$ 1,8 bilhão neste ano, disse nesta sexta-feira o ministro do Planejamento, Esteves Colnago. O Orçamento para este ano estabelece uma meta de déficit primário de R$ 159 bilhões para o Governo Federal. Isso representa o resultado das contas federais, desconsiderando o pagamento dos juros da dívida pública. O valor consta do Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas, divulgado pelos Ministérios da Fazenda e do Planejamento, a cada dois meses, que orienta a execução do Orçamento do ano atual. O relatório anterior, divulgado no fim de maio, apresentava uma folga de R$ 6,2 bilhões. “A folga anterior (de mais de R$ 6 bilhões) foi totalmente usada para custear a redução do preço do diesel. Sem os efeitos da medida provisória, hoje teríamos uma folga em torno de R$ 8 bilhões”, esclareceu o ministro Colnago.