Advertisement

Senado quer discutir dívida da União junto com reforma

Comissão de Assuntos Econômicos debate também crescimento exótico da dívida dos estados: quanto mais pagam, mais devem.

Fatos e Comentários / 19:43 - 11 de Jun de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A dívida bruta do Governo Federal, que era de R$ 1,7 trilhão em 2008, já está em R$ 5,48 trilhões. A reforma da Previdência vai ser consumida em um só ano se as coisas continuarem dessa maneira, afirmou – com algum exagero, mas forte fundo de verdade – o senador Vanderlan Cardoso (PP-GO), que conseguiu aprovar requerimento, na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, para uma audiência sobre o aumento da dívida pública e o reflexo na economia.

O senador também inflaciona o aumento da dívida, que segundo ele cresceu R$ 1,5 trilhão somente em 2018. Na realidade, o aumento de R$ 1,5 trilhão ocorreu desde 2015, quando as políticas ultraneoliberais triunfaram no Ministério, então da Fazenda, hoje da Economia.

Mas se inflacionou os números, o senador está correto no raciocínio. O R$ 1 trilhão que Paulo Guedes sonha cortar dos aposentados em dez anos bancaria três anos de gastos apenas com os juros da dívida – o mesmo que molhar areia da praia com um copo de mate. Por isso, divergências em números à parte, o Senado aprovou a audiência, o que ajuda a colocar a discussão no rumo correto.

A proposta feita na CAE motivou outra observação certeira, desta vez sobre a dívida dos estados. O senador Esperidião Amin (PP-SC) sugeriu a criação de uma subcomissão para que seja feita uma comparação entre quanto os governos locais pagam e pagaram à União e quanto os bancos pagaram e pagam em políticas como o Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento do Sistema Financeiro Nacional (Proer) e o Programa de Incentivo à Redução da Presença do Estado na Atividade Bancária (Proes).

De 1997 pra cá, foram emprestados aos estados brasileiros R$ 400 bilhões corrigidos pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo [IPCA]. Os governos locais pagaram R$ 523 bilhões e continuam devendo R$ 510 bi. E agora vamos dar uma cachacinha parta eles, com direito a um empréstimo de R$ 10 bi — ironizou Amin.

A dívida dos estados também entrou no meio da discussão da reforma da Previdência, pois a equipe econômica tenta controlar os governadores através do torniquete do débito. Por coincidência, dois senadores do mesmo partido, e que integra o Centrão, colocaram o dedo na ferida. Este debate precisa prosperar.

 

Detalhes práticos

Melbourne, na Austrália, será a primeira cidade fora dos EUA a receber um piloto do Uber Air, o avião autônomo do app de transporte. Ela se junta àa durante Dallas e Los Angeles na expectativa dos primeiros voos-teste, previstos para 2020. O plano é começar operações comerciais a partir de 2023.

Resta conhecer os planos da Uber para alcançar o lucro, algo que parece mais distante do que o voo sem piloto.

 

Hacker não explica isso

Na Reforma Ortográfica de Curitiba-Rio (das Pedras), “imputar” vira “inputar”. Natural, já que o procurador parça de Zap do “conge” (ou seria “comge”?) também é diplomado na Harvard Law School. Camões não descansa em paz: de certo está muito inputo!

 

Rápidas

Defender a Constituição é, hoje, uma atitude revolucionária” será o tema da palestra que o jurista Lenio Streck, membro catedrático da Academia Brasileira de Direito Constitucional, fará nesta quinta-feira, das 18h às 20h, no IAB, no Centro do Rio. Inscrições em iabnacional.org.br/eventos *** A Feira Reatech, de tecnologias em reabilitação e acessibilidade, começa nesta quinta-feira. A arquiteta Gabriella Zubelli mostrará a Casa Conceito, onde se terá contato com barreiras e obstáculos encontrados no dia a dia de pessoas com deficiência. A feira acontecerá no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center *** No sábado, o Carioca Shopping receberá a “Campanha de Adoção de Animais” do Projeto Entre Pegadas *** O escritório de advocacia Di Blasi, Parentes & Associados realizará quinta e sexta, em São Paulo, o ConRelGov- Congresso de Relações Governamentais, com mais de 30 palestras, no Hotel Grand Mercure, a partir das 8h *** O Carioca Shopping receberá o “Territórios Sustentáveis: Reflexões sobre o cidadão e o lixo”, do Sesc/RJ. A mostra ficará montada até 31 de julho *** Até 26 de junho, o Shopping Grande Rio promove campanha do agasalho *** “A FGV Energia realizará, dia 18, “Energia em Foco: Os Desafios do Brasil em um Mundo em Transição Energética”, com a participação do ex-presidente da ANP David Zylbersztajn. Inscrições: fgv.br/eventos/?P_EVENTO=4572&P_IDIOMA=0

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor