Advertisement

SEG NOTÍCIAS - 12.06

Avanço de erro médico abre espaço para seguro de Responsabilidade Civil

Seguros / 16:42 - 12 de Jun de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O número de casos de erro médico está aumentando no país. Até dois anos atrás, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contabilizava 26 mil casos. Mas, atualmente, estima-se que esse número já tenha chegado a 28 mil. No Superior Tribunal de Justiça (STJ) o volume de ações aumentou 140%. A situação tem preocupado os médicos, já que a condenação na esfera judicial pode significar o desembolso de altas quantias e comprometimento do patrimônio pessoal.

Um exemplo recente ocorreu em Nova Odessa (SP), onde a procuradoria da prefeitura ingressou com ação contra um médico, cobrando R$ 644 mil por falha profissional. Em 2002, uma paciente deu entrada no hospital da cidade para realizar uma curetagem. No entanto, o médico a confundiu com outra mulher e realizou o procedimento de laqueadura. A paciente, com 27 anos na época, ficou impossibilitada de ter filhos.

Diante de tal falha, o município fora condenado a pagar R$ 100 mil pelos danos causados e R$ 10 mil de honorários de sucumbência, com juros e correção monetário. O valor atualizado é R$ 644 mil, que a prefeitura quer receber do médico, alegando que a condenação do hospital ocorreu pela culpa exclusiva do profissional.

De acordo com Thabata Najdek, especialista em seguros de Linhas Financeiras e Responsabilidade Civil, até pouco tempo atrás, a maioria das ações judiciais por erro médico era contra hospitais e muitas vezes o assunto se encerrava com o pagamento após a condenação. Mas, ela observa que essa situação está mudando.

"Como no exemplo de Nova Odessa, hoje, muitos hospitais ou seus mantenedores, órgãos públicos, estão buscando ressarcimento daquele cuja conduta resultou na condenação. Se essa prática aumentar, o risco de os médicos sofrerem redução do seu patrimônio pessoal em virtude de falha profissional aumentará exponencialmente", afirma.

Thabata explica que os médicos podem se proteger contra esse risco com uma apólice de seguro de Responsabilidade Civil Profissional. "O seguro oferece cobertura para indenização de danos causados a terceiros pelos erros e omissões no exercício da profissão, bem como para honorários advocatícios e custas judiciais", diz.

Entretanto, a especialista acredita que a demanda por esse seguro só não é maior pela falta de oferta do produto. Embora o seguro de RC Profissional tenha crescido 13% no último ano, segundo dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep), ela observa que o universo de médicos no Brasil é composto por mais de 450 mil profissionais. "Trata-se de grande mercado a ser explorado pelos corretores de seguros", diz.

Thabata, que é instrutora dos cursos de Responsabilidade Civil e D&O na LF Cursos, afirma que a preparação dos corretores por meio de cursos intensivos de 1 dia é suficiente para atuar na venda para médicos. "O curso que ensina o que o seguro cobre, como contratar e os argumentos de vendas. Tudo isso em apenas 8 horas", diz.

Ela informa, ainda, que os próximos cursos serão aplicados em Curitiba (PR), no dia 18 de junho, em Porto Alegre (RS), no dia 27 de junho, e em São Paulo (SP), no dia 9 de agosto. Inscrições e informações no site www.cursos.linhasfinanceiras.com ou pelo WhatsApp (11) 9-9360.3292.

.

DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL

Insurtech & Inovação - A HDI Seguros estará presente na 2ª edição do CQCS Insurtech & Inovação, que ocorre nos dias 12 e 13 de junho, no Centro de Eventos Pro Magno (Avenida Professora Ida Kolb, 513 - Jardim das Laranjeiras - São Paulo/SP). Organizado pelo Centro de Qualificação do Corretor de Seguros, o evento debaterá o cenário da inovação no mercado segurador da América Latina e o trabalho que as insurtechs, startups que desenvolvem e oferecem serviços de seguros, têm desempenhado neste contexto.

Denise Ciavatta, diretora de TI da HDI Seguros, vai debater como as seguradoras podem incorporar as novas tecnologias disponíveis, em um painel às 14h30, no dia 13. Ao lado de players relevantes do mercado, a executiva irá discutir o ritmo da integração do novo no setor de seguros, frente a quantidade de novas possibilidades tecnológicas.

A executiva deve detalhar os produtos e serviços inovadores recentemente desenvolvidos e disponibilizados aos segurados pela companhia. Os destaques são o Portal de Terceiros, que digitaliza o processo de atendimento ao terceiro envolvido em um sinistro; e o Atendimento de Assistência 24h via canais digitais e redes sociais como WhatsApp e Facebook, por meio do uso de Natural Language Process (NPL), via bot.

A agenda da 2ª edição do evento contará ainda com palestras de profissionais de países como Holanda, EUA e Israel, além da participação de agências reguladoras, investidores e prestadores de serviços tecnológicos.

.

Insurtech & Inovação - II - Também a Previsul Seguradora estará presente. Hoje, o presidente, Renato Pedroso, participa do painel "Porque o Corretor é o Futuro da Proteção" e fala como o corretor pode ser um agente de prospecção para o mercado de seguros. Participam do evento agências reguladoras, seguradoras, insurtechs, investidores, prestadores de serviços tecnológicos e empreendedores do seguro de toda América Latina.

"O corretor de seguros tem um papel consultivo fundamental junto ao segurado. Cada vez mais as pessoas buscam por seguros e, com a variedade de planos e coberturas, elas precisam de alguém que busque a melhor proposta para suas necessidades. Esse alguém é o corretor. O papel da Previsul, como seguradora, é oferecer soluções cada vez mais completas em portfólio de produtos e em ferramentas digitais que facilitem o dia a dia do corretor", diz Pedroso, lembrando que ele e mais dez corretores estiveram mês passado em São Francisco, nos EUA, como premiação da Campanha de Incentivo de Vendas 2018, "Sou + Previsul - É você corretor, no centro da inovação". "Estivemos no Vale do Silício e visitamos empresas como o Google e Tesla. Será ótimo reforçar aos corretores que visitarem nosso estande os contextos da tecnologia que vimos lá e compartilhar as experiências que podem ser aplicadas ao nosso mercado", destaca.

A Previsul é uma seguradora digital, orientada para o futuro, que facilita a vida do corretor. Sempre atenta às demandas de mercado e buscando oferecer mais vantagens, tecnologias e benefícios para corretores, segurados e estipulantes, a Previsul Seguradora está sempre inovando para facilitar o dia a dia. São exemplos as ferramentas digitais Portal do Corretor, o Cota+, cotador online da seguradora, o Portal do Estipulante, o aplicativo; além do primeiro produto lançado no projeto de ampliação de portfólio: o produto Empresarial. Todas essas novidades serão apresentadas no estante.

Com 112 anos de atuação, a Previsul Seguradora é referência em seguro de pessoas no Brasil. Está presente em 12 estados brasileiros, com aproximadamente 30 pontos de atendimento em todo o país, que oferecem todo o suporte para o corretor, principal parceiro da Previsul.

.

Insurtech & Inovação - III - A Sompo Seguros também marca presença durante a segunda edição do CQCS Insurtech & Inovação, que acontece nos dias 12 e 13 de junho, no Centro de Eventos Pro Magno - Av. Professora Ida Kolb, 513 - Jardim das Laranjeiras, São Paulo/SP. "A Sompo vem investindo substancialmente em inovação para trazer novos produtos e serviços que contribuam para transformar positivamente a maneira como as pessoas se relacionam com o seguro. Vamos compartilhar um pouco da nossa experiência com os participantes do evento, que já nasceu como o maior em sua categoria na América Latina", ressalta Fernando Grossi, diretor-executivo comercial da Sompo Seguros.

"Para nós, Inovação é toda ação que contribua para a criação de um novo negócio ou transforme um modelo existente, trazendo vantagem competitiva", considera Claudio Quaglia, gerente de Inovação da Sompo Seguros, que vai apresentar a palestra O jeito Sompo de Inovar, como parte do painel Inovação como Cultura da Organização do Futuro, que acontece às 17h00 do dia 13 de junho.

Na palestra, o executivo apresenta a experiência da Sompo em implementar uma cultura e a cadeia de processos para aplicabilidade prática da inovação. "Temos atuado com inovação aberta. Interagimos constantemente com Startups e universidades para nos apoiar em nossos desafios. Além disso, trocamos experiências e aprendizados com nossos laboratórios digitais distribuídos pelo mundo - Silicon Valley (EUA), Tóquio (Japão) e Tel Aviv (Israel) -, que também atuam com inovação aberta em seus países, e com quem fazemos intercâmbio de soluções diferenciadas considerando o ecossistema internacional de inovação", observa Quaglia.

Na ocasião, a Sompo também vai contar com um stand na ExpoInsurtech, a feira de exposições do evento. Executivos da companhia estarão no local para recepcionar os visitantes e apresentar as mais recentes novidades da companhia em termos de produtos e serviços.

A área de Inovação da Sompo foi criada em 2017, quando foi desenvolvido um canal para que ideias de colaboradores pudessem contribuir com projetos que tivessem como objetivo criar oportunidades de negócios e melhorar a experiência do cliente junto à seguradora. A priorização das ideias é definida por meio de uma plataforma de Inteligência Artificial. Essa ferramenta também é utilizada para recrutar os agentes de inovação, que são responsáveis por difundir a cultura e desenvolver projetos, logo depois de passarem por um treinamento específico para essa finalidade.

O objetivo da área é fomentar o mindset de Inovação por todos os setores da companhia. A ideia é que a inovação permeie toda a cadeia de valor da Sompo sem a necessidade de que o desenvolvimento de projetos diferenciados esteja "centralizado" numa única área. "Para isso, questionamos os padrões existentes, provocando as áreas a saírem de sua zona de conforto para buscarem alternativas que melhorem sua forma de atuação. Afinal, o caminho que nos trouxe até aqui não é exatamente o que nos conduzirá ao futuro", conclui Quaglia.

Uma das soluções desenvolvidas por meio dessa iniciativa recebeu o reconhecimento ainda no ano de criação da área de Inovação. O Sompo Equipamentos de Mobilidade foi criado a partir dos trabalhos dos agentes de inovação, que mapearam as reais necessidades de um público específico e partiram para o desenvolvimento do projeto. Com isso, a companhia lançou o Sompo Equipamentos de Mobilidade, produto inédito no Brasil que indeniza danos causados a equipamentos utilizados por Pessoas com Deficiência (PcD) ou mobilidade reduzida. O reconhecimento veio por meio do Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros, conferido pela Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg), na categoria "Produtos e Serviços".

Internacionalmente, a Sompo conta com o Sompo Digital Lab, que são laboratórios digitais distribuídos pelos principais polos de inovação do mundo, tais como Silicon Valey (EUA), Tell Aviv (Israel), Tokio (Japão), além das áreas de Inovação das demais subsidiárias da Sompo Holdings pelo mundo.

.

Insurtech & Inovação - IV - Mais informações sobre todo o evento em https://cqcsinsurtech.com.br.

.

Aspectos da Nova Previdência e seu impacto na sociedade e no seguro foi tema de debate

Na última quinta-feira, no auditório da Escola Nacional de Seguros em São Paulo, a Associação Internacional de Direito de Seguros (Aida) reuniu especialistas do setor para discutir os aspectos da Nova Previdência e seu impacto na sociedade e no seguro.

A palestra de abertura foi de Wagner Balera, coordenador da Cátedra de Previdência Complementar Aberta da ANSP, que apresentou a questão social do século XXI: O envelhecimento. "A projeção é que até a metade do século um terço da população mundial será constituída de idosos. O problema desse fato é que esse volume de pessoas terá dispêndios de grande envergadura, principalmente na área de saúde. Portanto, os sistemas de saúde ficarão sobrecarregados para atender essa demanda maior e o Estado não se preparou para dar essa assistência necessária", afirma. Balera ainda explica que o sistema de previdência, que estava preparado para custear um benefício de duração média de 8 a 10 anos, terá que pagar o benefício durante 20 a 25 anos. "Então podemos ver que a previdência terá um impacto extraordinário sobre o envelhecimento", conclui.

Em seguida, o Sérgio Rangel, coordenador da Cátedra de Previdência Complementar Fechada da ANSP expôs o seu ponto de vista. "Nosso país, se for comparado a outros, pode ser considerado um ponto fora da curva, pois gasta relativamente muito do seu PIB em benefícios previdenciários e não tem uma população tão envelhecida, ou seja, 12,5% da população com mais de 65 anos geram essa taxa de dependência. Comparado a outros países, o Brasil está numa situação de comprometimento muito grande da sua previdência e nós temos uma perspectiva de que lá pelo ano de 2060 tenhamos quase 30% da nossa população com mais de 65 anos", explica Rangel.

Ivy Cassa, apresentou seus questionamentos em torno no assunto: "Tem se falado muito sobre a previdência pública e as eventuais mudanças que vão acontecer por conta da proposta da emenda constitucional, mas o ponto é que isso vai culminar em uma demanda maior para os produtos de previdência privada e, do ponto de vista jurídico, percebemos que ainda existem diversos pontos a serem trabalhados, como, por exemplo, a questão da penhora, da tributação em caso de falecimento, da indicação de beneficiários, dentre outros", conclui.

A abertura e a mediação ficaram a cargo da Magali Zeller, coordenadora da Cátedra de Ciência Atuarial da ANSP. O evento teve apoio da Escola Nacional de Seguros (ENS) e da Academia Nacional de Seguros e Previdência (ANSP).

.

ENDOSSANDO

11º Encontro Estadual Feminino de Corretoras de Seguros - As participantes do 11º Encontro Estadual Feminino de Corrretoras de Seguros, promovido pelo Sincor-RS no dia 31 de maio, demonstraram aprovação total ao evento.

A afirmação está na enquete respondida pelas "meninas", o que comprova o acerto da nossa promoção.

Genesi Cassol, que coordenou a comissão organizadora do maior e melhor evento do mercado segurador do país dedicado exclusivamente às mulheres, comentou:

"A aprovação da imensa maioria confirma a excelência de nosso evento. Em nome da comissão que organizou o 11º Encontro e da diretoria do Sincor-RS, agradeço a participação das mulheres no evento e o prestígio dado a todos nós."

Veja as respostas às principais questões: A) Local do evento: 61% bom/ótimo; B) Organização: 84,7% bom/ótimo; C) Alimentação: 74% bom/ótimo; D) painel "Força e superação no mercado de trabalho": 97,7% bom/ótimo; E) Painel das Seguradoras: 80,1% bom/ótimo; F) Palestra do Professor Marins: 98,2% bom/ótimo; G) Palestra de Mirian Goldenberg: 94,6% bom/ótimo;

H) Palestra de João Signorelli: 77,1% bom/ótimo; e I) Feira de seguros: 81,7% bom/ótimo.

.

Primeira campanha publicitária Com objetivo de tornar a sua marca mais presente no dia a dia dos brasileiros e despertar a importância do seguro de vida, a Prudential do Brasil, maior seguradora independente de vida do país, estreia sua primeira campanha publicitária no Brasil. Com o conceito "Converse com o seu futuro agora", é inspirada no "Conversations", campanha produzida pela Prudential Internacional.

"Nosso objetivo é abrir uma grande conversa com o consumidor brasileiro sobre planejamento financeiro, futuro e legado, mostrando a importância do seguro de vida em todos esses aspectos. Por isso, a campanha traz bate-papos descontraídos entre quatro famílias reais falando sobre o seguro de vida de uma forma leve e descontraída" - afirma Fernanda Riezemberg, gerente de marketing institucional da Prudential do Brasil.

Os três filmes de um minuto, com versões de 30 segundos, têm criação da Fullpack, com produção da Aquarela Filmes e trilha da Capitão Musical.

A partir do dia 10 de junho, o público poderá conferir a iniciativa na TV fechada, em meios out of home (por exemplo em aeroportos), canais digitais, rádios, cinemas e nas mídias sociais da Prudential do Brasil.

A campanha publicitária complementa a estratégia da Prudential de gerar awareness de marca junto com grandes ações já anunciadas, como a participação Rock In Rio 2019 e o naming rights do antigo Teatro Manchete, que, desde maio, passou a se chamar Teatro Prudential - Sala Adolpho Bloch, localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro.

.

Seguro Viagem - Seguro é um item essencial em qualquer viagem, mas muitas pessoas ainda não entenderam o quanto. Muitas vezes, este produto é deixado de lado em prol de uma economia que, caso o viajante tenha algum problema, acaba não se concretizando. A April Brasil Seguro Viagem listou algumas razões pelas quais alguém pode acionar o seu seguro quando estiver de férias.

Um planejamento de viagem pode ser extremamente afetado por um simples atraso de voo, que é um problema muito comum, ou mesmo o seu cancelamento. Mas o viajante não precisa sofrer prejuízos, já que a maioria dos seguros, assim como a April Brasil, realiza o reembolso das despesas geradas por um imprevisto desses, como alimentação no aeroporto ou até mesmo uma noite extra de hospedagem.

Outra situação relativamente comum é o atraso ou o extravio da bagagem. Muitas vezes, o passageiro chega ao destino e espera em vão na esteira por uma mala que não chega. Com isso, a companhia aérea precisa ser avisada para procurar pela peça, trazê-la ao destino e só então retorná-la ao dono. Durante esse tempo, o viajante pode precisar de itens básicos como roupas e artigos de higiene, e essas compras serão reembolsadas pelo seguro. Além disso, caso a mala não seja encontrada, o passageiro recebe uma indenização.

Às vezes, uma situação pode levar o viajante a precisar voltar para casa, como a mudança da data de uma prova de concurso público ou a morte de algum familiar. Nestes casos, quem tem um bom seguro não precisa se desesperar, pois há uma cobertura que reembolsa perdas irrecuperáveis, como reservas de hotel pagas antecipadamente ou bilhetes aéreos.

Esta é a cobertura mais importante do seguro viagem. Caso o turista fique doente, seja com uma gripe ou algo mais grave, como uma apendicite, o seguro irá garantir que ele seja atendido para que possa seguir com a viagem. O mesmo vale para acidentes e outras emergências. É importante estar atento, já que algumas seguradoras não garantem atendimento em alguns casos, como acidentes decorrentes de práticas de esportes. A April Brasil oferece uma cobertura completa para atletas, atendendo mesmo os praticantes de esqui, snowboard, maratonas, entre outros.

Caso o viajante tenha algum problema de saúde e receba atendimento médico, poderá até mesmo ser reembolsado pelos remédios receitados. A April Brasil exige apenas a receita e a nota fiscal dos medicamentos comprados, que devem ser enviados após o retorno do segurado para casa, para ressarcir essa despesa.

.

Clube da Bolinha elege novo confrade

Reunidos no Windsor Palace, no Leme, 18 integrantes do Clube da Bolinha elegeram, por unanimidade, o novo membro da confraria: Alexandre Leal, que teve como padrinho Danilo Silveira, diretor executivo da FenSeg. Durante o último jantar, no dia 11 de junho, houve ainda o sorteio de uma caneta para os aniversariantes de maio e de junho, sendo contemplados Nilo Rocha e Oswaldo Mário.

Esteve presente também o bolinha Carlos Alberto Protásio, festejado por todos. Ele será o anfitrião de um almoço do Bolinha em agosto, em seu sítio. Excepcionalmente, o jantar do mês de julho será na terceira terça-feira do mês, dia 16, e será divulgado em breve.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor