Advertisement

SEG NOTÍCIAS - Seguros para indústria estendem proteção a empresa e funcionários

O setor de seguros no Brasil está em constante expansão. Com o reaquecimento da economia, diversas empresas têm buscado mais...

Seguros / 13 Abril 2018

O setor de seguros no Brasil está em constante expansão. Com o reaquecimento da economia, diversas empresas têm buscado mais segurança ao contratar apólices que prevêem a proteção contra roubo, incêndio e outros imprevistos que possam trazer grandes prejuízos.

"Está cada vez mais claro para representantes da indústria a necessidade de se precaver", ressalta Antoine Maleh, diretor da Tailor InSurance. "Os prejuízos oriundos de incêndios,roubos ou acidentes, seja em relação à mercadoria, ao patrimônio ou até mesmo aos funcionários, podem gerar situações de difícil saída para as empresas. Tornando o seguro empresarial a ferramenta mais eficaz para a proteção patrimonial garantindo perdas e saúde financeira".

Entre os itens assegurados estão despesas fixas, lucros cessantes, perda de aluguel, deterioração de mercadorias, proteção contra equipamentos nomeados, eletrônicos e portáteis, roubo de valores em trânsito, assim como casos de tumultos, greves, atos dolosos e manifestações.

Se um armazém frigorífico, por exemplo, tiver suas atividades interrompidas por uma falha elétrica ocasionando em mercadoria estragada, o seguro ajuda a cobrir os prejuízos em relação aos produtos e equipamentos que foram danificados.

A instabilidade da economia brasileira nos últimos anos deixou empresários mais atentos aos riscos de perder dinheiro. Os momentos de crise são conhecidos pela mudança de comportamento, visando mais segurança e estabilidade para desenvolver suas atividades até mesmo nos momentos mais incertos.

"A crise que chegou ao Brasil nos últimos anos fez com que muitos empresários buscassem medidas para evitar o prejuízo", afirma Maleh. "Por isso a modalidade de ter um seguro que atende as principais necessidades das pessoas jurídicas se tornou mais popular", continua o executivo. Ou seja, se antes o seguro era considerado uma medida preventiva, atualmente ele é visto pelos empresários como uma medida necessária para garantir a existência saudável do empreendimento.

Para encontrar a melhor opção de seguro para a sua empresa, é muito importante pensar em quais são as suas necessidades. Ao buscar por uma apólice, devem ser analisadas as vantagens e as coberturas previstas em contrato. Afinal, o seguro para empresas não se trata apenas de proteger o patrimônio, mas também todos os trabalhadores envolvidos; mas não são todas as empresas que conseguem contratar um seguro. Diversas delas, com atividades de maior risco para as seguradoras, enfrentam dificuldades na aceitação precisando assim de uma ajuda especializada na hora da contratação.

.

Seguro de Transportes - Os Seguros de Transportes da Sura representam uma das principais áreas de atuação da companhia no Brasil. Em 2017, as soluções de Transportes da empresa registraram crescimento de aproximadamente 43% em prêmios emitidos brutos em relação ao mesmo período do ano anterior, sendo R$ 187 milhões líquidos totalizando R$ 183 milhões ganhos na carteira de transportes. Existe uma gama enorme de seguros para o segmento de Transporte e Logística, todos de importância estratégica comprovada. "Mas o tipo de produto que está vinculado diretamente a esse setor é o Seguro de Transporte, com destaque para os produtos usuais de embarcadores e transportadores", explica Amilcar Spencer, superintendente de Soluções de Transportes da empresa.

O especialista lista cinco bons motivos para ajudar na decisão de contratar um seguro do tipo.

"Garantir a continuidade do negócio. Quem contrata um seguro pensa, em primeiro lugar, em evitar que um acontecimento imprevisível acarrete em perda de rentabilidade ou mesmo na descontinuidade de determinado negócio. Ou seja, o seguro tem a importante finalidade de oferecer estabilidade econômica e evitar sobressaltos financeiros. Especialmente no segmento de logística, que costuma trabalhar com margens baixas e valores financeiros relativamente altos", explica.

Ainda segundo ele, "por trabalhar com bens que representam valores altos em relação aos seus respectivos negócios, ou mesmo pelo volume, a ocorrência de um sinistro pode representar um alto impacto financeiro para o setor de logística, que se não assegurado, dificulta e praticamente impossibilita o ressarcimento dos bens assegurados. Esse tipo de situação, que pode impactar negativamente a marca e a reputação, deve ser evitada a todo custo, pois pode até afetar a sustentabilidade dos negócios", completa Spencer.

"Ambos os aspectos são muito comuns em operações logísticas, principalmente de comércio exterior, e é fundamental que sejam cumpridos. O descumprimento de exigências dessas ordens, além de impactar em sanções legais, dificulta ou até impossibilita a realização de financiamento bancário, muito comum nesse mercado para viabilizar negócios. Nesse tipo de situação, por exemplo, quando um banco está financiando um processo de operação logística ou transporte de mercadoria, ele só emite uma carta de crédito mediante a condição de que a mercadoria esteja assegurada".

Spencer também lembra que contratar uma consultoria para gerenciamento de riscos. Na Seguros Sura a contratação de um seguro de transportes implica também em um serviço de consultoria, que, periodicamente, mitiga os riscos e propõe ações de correção para que o sinistro seja evitado. O gerenciamento de riscos agrega valor ao negócio, uma vez que vai além de assegurar os bens, impactando na melhoria contínua das operações".

O superintendente de Soluções de Transportes da companhia também fala em garantir a competitividade saudável do negócio: "a Seguros Sura desenvolveu uma metodologia própria de vanguarda, e que está no DNA da companhia, a análise de tendências. Chamada GTR - Gestão de Tendências e Riscos, tem por definição ser uma maneira de administrar negócios para a competitividade sustentável, por meio do mapeamento de tendências e seus estudos, permitindo identificar riscos, incluindo os estratégicos, e gerenciá-los. E essa expertise, que é um diferencial da Seguros Sura, que colocamos à disposição de nossos clientes".

.

Nota de Esclarecimento - Em nota, a Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) "esclarece que não participou do evento '1º Fórum Brasil - Agenda Saúde: a ousadia de propor um Novo Sistema de Saúde', realizado no dia 10/04, em Brasília. Tendo tomado conhecimento das propostas pela imprensa, esclarece também que não conjuga do mesmo entendimento, inclusive porque as competências e atribuições dos sistemas público e suplementar de saúde estão claramente definidas na Constituição Federal brasileira de 1988 e na Lei 9.656, de 1998. As propostas de aperfeiçoamento do sistema suplementar são claras em todas as manifestações públicas da FenaSaúde."

.

DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL

Congresso Paulista de Educação Médica - O simulador 3D de anatomia da startup brasileira Csanmek, um método alternativo ao uso de cadáveres em cursos de medicina e veterinária, é uma das principais atrações do Congresso Paulista de Educação Médica da Unicamp, que acontece entre os dias 19 e 21 de abril, em Campinas. A plataforma da Csanmek funciona como uma mesa que exibe modelos tridimensionais altamente detalhados e anatomicamente corretos de todos os sistemas do corpo humano para treinamento de cirurgias virtuais.

Entre as novidades, o Congresso Paulista de Educação Médica trará a apresentação de Profa. Dra. Débora Cristina Alavarce, CEO da Hipocampus - Soluções em EAD para área da Saúde, para falar sobre as metodologias ativas com uso de tecnologias 3D.

A tecnologia brasileira de simulação anatômica está presente em 50 cursos de Medicina e Veterinária no Brasil, além de integrar o sistema de aulas em instituições dos EUA, México, Peru e Paraguai.

A plataforma possui ainda uma ferramenta de integração entre hospitais e salas de aula e oferece aos alunos a possibilidade de estudar casos clínicos e exames reais de pacientes, pois permite que os professores convertam tomografias e ressonâncias magnéticas em 3D, com acesso total e irrestrito a anatomia real.

Também utiliza algumas linhas de atlas anatômicos e fisiológicos, com mais de 5 mil estruturas anatômicas identificas, incluindo todos os órgãos e sistemas do corpo masculino e feminino, e pode ser usada em cursos de medicina, veterinária e demais áreas da saúde.

Entre as instituições brasileiras que possuem a tecnologia estão Faculdade das Américas (FAM), a Universidade de de São Caetano do Sul (São Paulo e São Caetano), a Uninove (5 unidades), a São Leopoldo Mandic (Araras e Campinas), uma das principais faculdades de medicina do Brasil, a Universidade Guanambi (Bahia) e a Faculdade Claretiano, entre outras.

Segundo o fundador da Csanmek, Claudio Santana, a solução foi desenvolvida por uma equipe amplamente qualificada, com décadas de experiência em diagnósticos e imagens médicas. "Apesar de ser um equipamento para educação, a plataforma 3D também é utilizada por médicos e profissionais da saúde no dia a dia, para melhorar o aprendizado e compreensão das estruturas anatômicas reais e modeladas", comenta Santana.

.

Eventos do mercado de cirurgia plástica - A Silimed vai participar de importantes eventos do setor durante o mês de abril. Entre os dias 17 e 20, uma comitiva da empresa estará na Argentina para o 48º Congresso de Cirurgia Plástica, que será realizado no Hotel Panamericano, em Buenos Aires. A empresa exporta seus produtos para diversos países da América Latina e está prestes a abrir sua primeira filial internacional em solo argentino. Aliás, o país foi o primeiro a exportar os produtos da Silimed, em 1982.

Na mesma semana, de 18 a 21 de abril, a empresa vai participar da 14ª Jornada de Cirurgia Plástica de Búzios. Cerca de 400 cirurgiões plásticos estarão no evento, que neste ano vai contar com uma parceria inédita entre Brasil e Alemanha.

De 20 a 22 de abril, a Silimed também vai participar da Jornada Brasileira de Oncoplástica, que será realizada em São Paulo, no Hotel Bourbon Convention Center. O evento, organizado pela Sociedade Brasileira de Mastologia, terá como destaque o conteúdo teórico-prático, com foco em mastologistas que já dominam as técnicas e desejam aprimorá-las. A Silimed possui em sua linha produtos voltados para reconstrução mamária, como implantes de silicone em casos de mastectomia e expansores de tecido.

.

SEGURO CIDADÃO

Idoso - I - Entre os dias 17 e 19 de abril, a cidade de Uberlândia receberá mais uma turma do programa Porteiro Amigo do Idoso, iniciativa pioneira do Grupo Bradesco Seguros, que visa capacitar profissionais de portaria a oferecer soluções e cuidados adequados às necessidades de moradores idosos. Com metodologia de ensino desenvolvida pelo Senac RJ, as aulas - inteiramente gratuitas - serão realizadas entre 13h e 17h, na Avenida Afonso Pena, nº 3538, Nossa Senhora Aparecida. Os interessados podem se inscrever pelos telefones: (34) 3235-0688/3231-6195. Para participar do programa, o porteiro deve estar autorizado pelo síndico.

Criado em 2010, a partir de pesquisa realizada pelo Grupo Bradesco Seguros com cidadãos longevos do bairro carioca de Copacabana, que apontou o porteiro como o "melhor amigo do idoso", o programa Porteiro Amigo do Idoso está presente nos principais centros urbanos dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, somando mais de 3,5 mil profissionais capacitados e mais de 1,5 mil condomínios contemplados. Somente em Belo Horizonte, Betim e Juiz de Fora, cidades do estado que já receberam o programa, foram treinados cerca de 500 porteiros.

Em Uberlândia, os bairros impactados são Luizote de Freitas, Nossa Senhora Aparecida, Oswaldo Rezende, Presidente Roosevelt, Santa Mônica, além do Tibery, localidades que concentram grande parcela de moradores idosos do município.

A metodologia de ensino inclui uma vivência para que os alunos aprendam a se colocar no lugar dos idosos. Óculos para dificultar a visão, pesos nos pés e aparelho auricular, entre outros artifícios, são utilizados de forma que os porteiros sintam as limitações da idade e reflitam sobre as dificuldades enfrentadas pelos mais velhos.

De acordo com o último censo demográfico divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010, a população de idosos em Uberlândia (60 anos ou mais) era de aproximadamente 61 mil indivíduos, equivalente a 10% do total. Igual à média nacional, que equivale a 20 milhões de idosos. Até 2050, a estimativa é que esse universo triplique, o que significa que, para cada grupo de dez pessoas, três serão idosas.

O Porteiro Amigo do Idoso foi desenvolvido pelo Grupo Bradesco Seguros, sob a orientação do médico e pesquisador em saúde pública Alexandre Kalache, conselheiro sênior sobre Envelhecimento Global da Academia de Medicina de Nova Iorque (The New York Academy of Medicine) e ex-coordenador de programas de envelhecimento da Organização Mundial da Saúde (OMS). Considerado uma das maiores autoridades internacionais em gerontologia, Kalache é consultor do Grupo Segurador para questões relacionadas à longevidade.

Em pesquisa realizada recentemente, nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, o Grupo Bradesco Seguros apurou o impacto do programa Porteiro Amigo do Idoso sobre os moradores dos condomínios alcançados. Para metade dos moradores idosos ouvidos, os porteiros passaram a mostrar mais "respeito e atenção" no relacionamento com eles. Do total de moradores em geral, 78% afirmaram se sentir mais seguros sabendo que o condomínio possui profissionais preparados; 74% percebem que os porteiros estão mais cuidadosos com os idosos; e 72% passaram a ver a função de profissionais de portaria com mais importância.

.

Idoso - II - Em novembro último, o presidente Michel Temer decretou a obrigatoriedade de todos os prestadores de serviços de Saúde - nas esferas públicas, suplementar e privada - entregarem um Conjunto Mínimo de Dados (CMD) ao Ministério da Saúde. A novidade fez com que a Associação Paulista de Medicina enxergasse uma maneira de ampliar o escopo de atenção do Projeto Idoso Bem Cuidado, a fim de atender ao decreto.

O objetivo do Governo Federal é utilizar os dados para subsidiar as atividades de gestão, planejamento, programação, monitoramento, avaliação e controle dos sistemas e serviços de Saúde. "Ampliaremos o escopo do Idoso Bem Cuidado, que já estava estruturado, para atendermos essa demanda geral, aumentando a atenção aos pacientes de todas as idades", afirma Antonio Carlos Endrigo, diretor de Tecnologia da Informação da APM.

O próximo passo será muito importante para a estruturação do novo modelo do projeto: uma etapa de testes em Caxias do Sul (RS). "Lá, iremos trabalhar com duas operadoras, em um ambiente com poucos hospitais, para testarmos o funcionamento dessa troca de dados. Como o local é pequeno, teremos controle do fluxo de informações compartilhadas e o funcionamento do processo. É uma ação relevante para vermos como se dará a prática", completa Endrigo.

A APM sai na frente para se tornar referência nesse aspecto, já que o Programa Idoso Bem Cuidado estava, de maneira geral, estruturado. Ele havia sido iniciado oficialmente em novembro de 2017, como uma plataforma tecnológica de suporte e auxílio à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), em modelo similar ao do sistema de saúde inglês, conhecido como NHS. Assim, o ambiente já estava pronto para ser testado.

Além disso, neste momento sete empresas (entre sistemas de prontuários, hospitais e planos de saúde) participam de um novo projeto piloto que deve alimentar o banco de dados com informações de Saúde de, aproximadamente, 15 milhões de pacientes.

Essa nova fase de testes deve se encerrar em julho próximo, quando o convite para a integração de dados será aberto para interessados.

.

Programa de Qualidade de Vida da Delphos completa 15 anos

No Brasil, apenas 22% da população segue a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) quando o assunto é exercício físico. A instituição considera adequado um tempo de 75 a 105 minutos de exercícios intensos ou moderados por semana. Os impactos dessa prática - ou da falta dela - chegam ao mundo dos negócios: a produtividade dos profissionais está diretamente ligada ao seu estado de saúde físico e mental.

Pensando nisso , em 2003, a Delphos criou o seu Programa de Qualidade de Vida (PQV). Neste ano, ele completa 15 anos em vigor, com resultados que chamam a atenção. Mais de 400 atletas já passaram pelas barracas da empresa durante corridas, um dos principais esportes incentivados pelo programa. Toda a estrutura, como kit dos eventos, camiseta personalizada e café da manhã, são oferecidos pela empresa.

"Já tivemos equipes com 260 atletas inscritos em um único evento. As famílias e amigos de nossos parceiros internos também comparecem em peso", diz a coordenadora de Pessoas, Cristina Cupello. Ela conta que casos de diabetes e colesterol elevado tiveram melhorias comprovadas após o início da prática esportiva; atletas que descobriram cardiopatias graves e se curaram; e até mesmo parceiros internos que apresentavam quadro de depressão e, em função da prática de esportes e participação nas corridas, encontraram uma nova motivação de vida.

A partir do programa, o desempenho dos parceiros internos da Delphos melhorou visivelmente. "Quando a saúde melhora, a disposição e a energia servem de propulsores para o aumento da produtividade", avalia a executiva.

Outra característica positiva é que o esporte integra. A troca de informações entre as diferentes áreas dentro da empresa se tornou muito mais efetiva. Para Cristina, a melhora na comunicação gera um ambiente mais harmônico, garantindo melhores performances. A integração entre parceiros e famílias fortaleceu ainda os laços de amizade fora do ambiente da empresa, ampliando os horizontes da vida sócio afetiva das pessoas. "É um círculo virtuoso, pois um estimula o outro ao esporte", destaca. O PQV da Delphos criou, assim, uma cultura de preocupação com a saúde preventiva.

Hoje, a equipe da Delphos conta com cerca de 60 atletas internos, além de ex-parceiros que adquiriram o hábito do esporte e continuaram praticando-o. A programação atual é composta por 12 corridas anuais, sendo duas de meia maratona, uma maratona e outras de 5km a 15km. "Nestes 15 anos, já participamos de pelo menos 180 eventos", menSura a coordenadora.

Para que os seus parceiros internos não sejam apenas "atletas de final de semana", a Delphos também trabalha com sistema de reembolso e convênio com academias. A empresa oferece alimentação saudável, um excelente plano de saúde e diferentes eventos que estimulam os cuidados com o corpo.

"Com tudo isso, excluindo os casos de acidentes ou doenças crônicas, nosso índice de sinistralidade no plano de saúde se mantém equilibrado num patamar considerado baixo e, não raro, diminui", comemora Cristina.

Além dos ganhos em qualidade de vida e bem estar, os parceiros atletas concorrem em um ranking interno. Os primeiros colocados das competições são premiados com viagens nacionais e regionais, ligadas ou não à prática de exercícios.

.

Caminhada pela Alergia - No domingo, dia 15, a partir das 10 horas, a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai) Regional Rio de Janeiro realizará a Caminhada pela Alergia. O evento marca as comemorações da Semana Mundial de Alergia, que traz como tema central "Dermatite Atópica: Uma Coceira que Causa Erupções na Pele", e também da Semana Mundial de Imunodeficiências Primárias (IDPs), com o tema "Meu Futuro Começa com Investigação e Diagnóstico Precoces das IDPs".

"Queremos levar informação e conscientização para as pessoas, para que possam procurar o especialista e, a partir daí, terem um diagnóstico correto e o tratamento adequado", diz Norma Rubini, presidente da Asbai.

Dermatite Atópica (DA) - tem origem genética e é considerada crônica, caracterizada por pele seca, que coça bastante, deixando a pele vermelha e muitas vezes formando feridas, em razão dessa coçadura intensa. A DA se caracteriza por um processo inflamatório da pele com períodos de melhora alternando com períodos de piora, com intervalos que vão de meses ou anos entre uma crise e outra, mas quando mais grave pode manter coceira e feridas continuamente. É mais comum na infância, com início após os três meses de idade.

.

ENDOSSANDO

Santos recebe musical Zeca Pagodinho - O Circuito SulAmérica de Música e Movimento apresenta o musical "Zeca Pagodinho - Uma História de Amor ao Samba", em Santos. Esse patrocínio, da maior seguradora independente do país, visa a divulgar diversos espetáculos culturais pelo Brasil.

"A Baixada Santista tem uma relação muito próxima com esse estilo de música e está honrada em receber a apresentação que homenageia um dos grandes nomes da nossa cultura nacional", afirma o diretor regional São Paulo Capital da SulAmérica, Luciano Lima.

O musical será apresentado dia 14 de abril, às 21h, no Teatro Coliseu em Santos (Rua Amador Bueno, 237 - Centro), e conta com trilha sonora executada por quatro músicos e um regente, que se unem aos 13 atores, sob direção do protagonista Gustavo Gasparini.

A primeira parte da apresentação, interpretada por Peter Brandão, traz o início da vida de Zeca, quando era conhecido somente como Jessé Gomes da Silva Filho, nascido em Xerém. Na segunda parte, é o ator e diretor Gustavo Gasparini quem atua, mostrando o cantor no auge do sucesso de sua carreira.

O Circuito SulAmérica Música e Movimento, que completa 10 anos em 2018, já patrocinou espetáculos que foram sucesso em todo o país, dentre eles Tim Maia - Vale Tudo, As Noviças Rebeldes, Cazuza - Pro Dia Nascer Feliz, Palavra Cantada, Turma da Mônica - O Show e recentemente Vamp - O Musical. A seguradora também patrocina eventos de esporte de participação, que buscam incentivar a prática de atividade física por meio de ações e iniciativas em diversas cidades, como o circuito Up Night Run.

.

Pesquisadores chineses desenvolvem nanotecnologia para combater câncer

Pesquisadores chineses conseguiram um avanço ao pesquisar uma alternativa para a quimioterapia que não mate células saudáveis enquanto trata tumores, informou na sexta-feira o jornal "China Daily".

A quimioterapia convencional envolve drogas que podem aniquilar células com câncer e as saudáveis, causando imunidade mais baixa, fadiga e queda de cabelo.

Pesquisadores do Instituto de Xangai de Cerâmica sob a Academia Chinesa de Ciências, anunciaram uma terapia usando nanoparticulas que podem viajar pelo corpo e combater apenas tumores, sem afetar células saudáveis.

"Testes em ratos mostraram que os tumores diminuíram em 85% depois da terapia", disse Shi Jianlin, pesquisador-chefe do instituto.

Segundo Shi, as nanoparticulas, inorgânicas e não tóxicas, causam uma reação no ambiente ácido do tumor, consumindo uma grande quantidade de oxigênio nas células doentes e bloqueando o sistema vascular delas para prevenir o fornecimento de oxigênio e nutrientes, causando a morte delas.

O avanço da pesquisa foi publicado na "Chemical Society Reviews”z de fevereiro.

Shi disse que a pesquisa ainda está na fase de testes do laboratório, que também provaram que as terapias podem prevenir metástase de tumor.