Advertisement

Seg Notícias - Amil anuncia a aquisição do Grupo Sobam

A Amil anunciou o fechamento do acordo de aquisição do Grupo Sobam, que engloba os planos de assistência médica Sobam e...

Seguros / 12 Setembro 2018

A Amil anunciou o fechamento do acordo de aquisição do Grupo Sobam, que engloba os planos de assistência médica Sobam e APS Saúde, o Hospital Pitangueiras e mais oito centros médicos em Jundiaí e região. A operação foi concluída após a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Segundo o CEO da Amil, Sergio Ricardo Santos, “a aquisição está alinhada à estratégia da empresa de investir constantemente em serviços de saúde de alta qualidade, contribuindo para fortalecer a estrutura médica brasileira”. Atualmente, os planos Sobam e APS Saúde atendem a cerca de 120 mil clientes, que passarão a contar com a expertise em gestão de saúde da Amil, que hoje possui 4 milhões de beneficiários em seus planos médicos e 2 milhões em planos odontológicos em todo o Brasil.

Os beneficiários do Grupo Sobam também contam com uma estrutura assistencial composta por oito unidades ambulatoriais, que atendem diversas especialidades, e com o Hospital Pitangueiras. A instituição é uma das referências em pronto-socorro na região, realizando uma média de 24 mil atendimentos por mês. Outra forte característica é a completa infraestrutura para realização de procedimentos de alta complexidade e atendimento em unidades de terapia intensiva adulta, pediátrica e neonatal. No primeiro semestre deste ano, o hospital registrou cerca de 1.400 internações por mês, mesma média de cirurgias realizadas. A unidade também mantém uma maternidade que realiza uma média de 150 partos por mês.

 

Seguro para o setor audiovisual - A Chubb considera que, no setor audiovisual, o seguro não representa apenas mais uma despesa e sim um importante investimento na produtora e no profissional do setor. “A contratação da apólice protege tanto a empresa quanto o profissional de um amplo conjunto de riscos”, destacou Juliana Santos, responsável pela área de Entretenimento da Chubb. Segundo ela, a proteção, em geral, pode custar até 2% do orçamento do projeto, apenas. As afirmações foram feitas durante a participação da companhia em uma palestra no painel que abordou a minimização dos riscos no setor audiovisual, conforme programação da MAX - Minas Gerais Audiovisual Expo. O evento aconteceu na última semana do mês de agosto, em Belo Horizonte.

De acordo com Juliana Santos, os seguros para audiovisuais cobrem equipamentos próprios ou de terceiros e também indenizam danos a cenários, figurinos, objetos de cena e outros. Segundo ela, a proteção pode ainda cobrir prejuízos de refilmagem por um problema no HD e despesas adicionais em função da ausência repentina de um ator por questões de acidente, doença ou morte. “Entre outros riscos, a apólice chega a englobar acidentes nos sets de filmagem, sobretudo com relação a cenas como explosões, corridas, perseguições e outras situações de perigo”, disse.

Raquel Canossa, especialista em Seguros de Linhas Financeiras da Chubb, também esteve no evento representando a companhia. Na ocasião, ela ressaltou que o seguro ainda concede proteção em caso de prejuízo por condenação por danos morais. Isso pode ocorrer quando uma ou mais pessoas se sentem prejudicadas pela forma como foram retratadas no audiovisual e acabam reclamando judicialmente. “Nunca se sabe quando alguém vai entrar com esse tipo de recurso na justiça", comentou. Conforme Raquel, essa proteção já é contratada regularmente nos países mais desenvolvidos e evitam prejuízos severos, que poderiam significar a falência de uma produtora.

O MAX reuniu produtores de conteúdo audiovisual e representantes de canais de TV, distribuidoras, programadoras, coprodutoras, investidoras e outros agentes do setor.

 

Orquestra Ouro Preto vai a Salvador - O Circuito SulAmérica de Música e Movimento patrocina a Orquestra Ouro Preto, com o álbum "The Beatles", na cidade de Salvador, dia 20 de setembro. Essa apresentação entra na lista de eventos que o programa incentiva com o intuito de divulgar os melhores espetáculos culturais pelo Brasil. “A companhia se orgulha muito em poder trazer essa linda apresentação para uma cidade tão rica culturalmente como Salvador. O Beatles é um ícone mundial da música e a Orquestra é um grupo que vem encantando o público com seu talento", afirma o diretor da Regional Norte e Nordeste da SulAmérica, José Henrique Pimentel.

Juntando orquestra de cordas e banda de rock em um mesmo palco, o disco propõe uma vibrante viagem sonora pela biografia musical do quarteto de Liverpool, que resulta na união dos universos da música erudita e popular. O repertório abrange todo o período de produção artística do Beatles, desde grandes sucessos a canções menos conhecidas do grande público, em arranjos inéditos.

A orquestra se apresentará a partir das 20h30, no Teatro Castro Alves, sob direção artística e regência do Maestro Rodrigo Toffolo. O grupo é formado por cerca de 20 músicos que trazem uma compilação de canções como Yesterday, Let It Be e Hey Jude, dentre outras. Para mais informações acesse o site: www.orquestraouropreto.com.br

Reconhecido por sua excelência em gestão, baseada em protocolos que garantem a segurança do paciente, o Hospital Pitangueiras possui o selo ONA 3, certificação máxima da Organização Nacional de Acreditação – a mais importante entidade certificadora de serviços de saúde do Brasil. Já a qualidade do Grupo Sobam é comprovada pelo Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) da ANS, que posiciona a empresa entre as mais bem avaliadas no Programa de Qualificação das Operadoras desenvolvido pela agência reguladora. 

“A excelente performance do grupo, aliada à característica socioeconômica e ao forte movimento empresarial de Jundiaí, foi fator fundamental para o nosso interesse. Jundiaí está entre as 15 cidades com maior produto interno bruto e com maior população no estado de São Paulo. É uma região na qual enxergamos muito potencial. Além disso, o perfil do negócio, que une operadora de saúde a hospital e unidades ambulatoriais, é o que buscamos para investimento”, afirma o executivo da Amil.

 

Médicas portuguesas apresentam estratégias europeias para lidar com o envelhecimento -

O Congresso da Unidas terá a participação das médicas portuguesas Paula Cristina Silva e Joana Abreu. Elas participam, com o médico e presidente da Aliança Global de Centros Internacionais de Longevidade, Alexandre Kalache, do painel "Viver mais, mas com saúde: os desafios da longevidade", e levarão aos participantes o contraponto europeu, com o contexto epidemiológico, indicadores de saúde demográficos da população geriátrica atual e diferença entre os países. "Vamos apresentar as estratégias europeias para lidar com o envelhecimento e falar do estímulo ao envelhecimento ativo, promoção de estilos de vida saudáveis e prevenção de doenças crônicas", informa Paula.

"Também trataremos da realro, na Costa do Sauípe (BA). O evento contará com a participação de especialistas internacionais, nacionais, gestores de planos de saúde, dirigentes e executivos de instituições públicas e privadas, médicos, enfermeiros, acadêmicos, formadores de opinião e prestadores de serviços. Este ano, 800 congressistas devem acompanhar as palestras.

Durante o Congresso acontecerá a 4ª Expo Unidas, na qual empresas fornecedoras expõem seus produtos e serviços desenvolvidos para atender o sistema de saúde brasileiro (equipamentos, soluções tecnológicas e ferramentas de gestão). Também haverá a entrega do Prêmio Saúde Unidas 2018 para os autores dos melhores trabalhos sobre a assistência à sa&t-family: arial, helvetica, sans-serif; font-size: 14px;">Mais informações: www.unidas.org.br/21congresso

 

Previsul Seguradora traz novidades no seu portfólio de produtos - Atenta às demandas de mercado e buscando evoluir constantemente em seus produtos e processos, a Previsul Seguradora lançaram mais novidades importantes, agora em seu portfólio. O Seguro AP Coletivo (Acidentes Pessoais) teve sua gama de coberturas ampliada, passando de 6 para 16. Já o Seguro VG (Vida em Grupo), além de novas coberturas, terá três formas de comercialização, atendendo às necessidades de cada negócio: Vida em Grupo Faixa Etária, Vida em Grupo por Idade e o Vida em Grupo Taxa Média.

Dentre as novidades do AP Coletivo estão auxílio funeral por acidente, diárias de internação hospitalar por acidente e rescisão contratual por morte acidental. Já o VG, agora conta com 25 coberturas, dentre elas diárias de incapacidade temporária por acidente, perda de renda por desemprego e diagnóstico de câncer. Coberturas que visam ampliar a oferta de proteções, podendo, assim, melhor adequar os Seguros conforme a demanda dos Segurados.

Na avaliação da diretora de Negócios e Marketing, Andréia Araújo, as atualizações de cada seguro só trazem benefícios para os segurados e novos argumentos de venda para os corretores, principais parceiros da Previsul. “Agora, há mais possibilidades de coberturas nos produtos para melhor atender às demandas de cada negócio. O VG está com mais possibilidades de contratação e o AP, com taxas mais competitivas. Isso só reforça o quanto a Previsul sempre está buscando ampliar o seu portfólio para que possamos entregar produtos de qualidade e que agreguem valor à vida das pessoas”, afirma Andréia, ressaltando que coberturas que estavam disponíveis somente na venda individualizada, agora também são encontradas nos seguros para grupos.

 

Dicas de como evitar doenças no ambiente de trabalho - Os problemas de saúde ligados a LER/DORT (esforços repetitivos e distúrbios osteomusculares) atingem várias categorias profissionais e são relacionadas, geralmente, com tarefas que exigem força ou ritmo de trabalho acelerados, somadas a posturas inadequadas e ao estresse. De acordo com dados do Ministério do Trabalho divulgados em junho de 2018, só no ano de 2017, as conhecidas LER/ DORT levaram à concessão de 22.029 benefícios acidentários a empregados afastados de seus cargos por mais de 15 dias.

Em 2017, dentre as 20 principais causas de afastamento de atividades profissionais por adoecimento no trabalho, quatro se enquadraram nessa denominação: lesões no ombro, sinovite (inflamação em uma articulação), tenossinovite (inflamação ou infecção na bainha que cobre o tendão) e mononeuropatias dos membros superiores (lesão no nervo periférico).

Embora os trabalhadores sejam os principais prejudicados em decorrência dessas doenças, os empregadores enfrentam também prejuízos na curva de produtividade das equipes "muitas vezes o prejuízo levado em consideração é o financeiro, entretanto, a ausência desses colaboradores pode impactar diretamente no desempenho das áreas, precisando ter, em alguns casos, uma mudança organizacional para evitar maiores problemas", explica Yuri Fernandes, analista em segurança do trabalho da Bioqualynet Porto Seguro. De acordo com o Ministério do Trabalho, dados de 2017 mostraram que, se somados todos os dias em que os trabalhadores ficaram afastados de suas tarefas profissionais, as perdas financeiras equivaleriam a 2,59 milhões de dias de trabalho.

Sendo assim, Yuri dá dicas de como prevenir e evitar problemas desencadeados pelos movimentos repetitivos:

Análise ergonômica do trabalho - A verificação dos locais de trabalho é essencial para a segurança dos colaboradores. A NR (Norma Regulamentadora) 17 analisa a interação do funcionário com o seu posto, para avaliar os equipamentos utilizados para execução das atividades, principais movimentos corporais realizados e também o mobiliário local. Yuri explica que a Bioqualynet oferece este tipo de serviço em mais de 8,5 mil estabelecimentos empresariais em todo o país.

Avaliação médica - Ir ao médico periodicamente, quando apresentar queixas relacionadas a essas doenças, garante uma identificação precoce e um tratamento eficaz e efetivo. Por isso, uma avaliação médica específica, proporcionado usualmente pelo empregador, traz um inventário de queixas nos setores de maior risco, podendo auxiliar na prevenção e rápida identificação.

Ginástica laboral - Uma série de exercícios no local de trabalho, como alongamentos, interação social, massagem e outras técnicas, estimulam o relaxamento mental e corporal.

É necessário saber o momento correto de “dar um tempo”, pois nem sempre o ato de não parar corresponde a uma maior produtividade. Respeitar os horários de entrada, almoço e saída são essenciais para manter uma rotina balanceada. Além disso, os intervalos são ainda mais benéficos se casados com uma alimentação saudável, interação com colegas de trabalho e alívio do estresse da atividade. “Um dia de trabalho organizado e produtivo alimenta o cérebro com sensações de competência, melhora o processo criativo e gera estímulo para o próximo dia”, afirma Yuri.

 

Gestão de Continuidade do Negócio para manter operação diante de imprevistos - A SulAmérica, preocupada em dar continuidade às suas operações mesmo diante de situações de crise, adota a Gestão de Continuidade do Negócio (GCN), estratégia que começou a ser desenvolvida pela companhia de forma pioneira em 2010 e que é constantemente ampliada.

As grandes empresas têm incorporado e fortalecido a continuidade do negócio em suas agendas nos últimos anos. Por isso, na SulAmérica, há uma estrutura de crise que é acionada conforme o nível de gravidade do incidente - classificados em verde, amarelo e vermelho - para responder de forma rápida a qualquer tipo de interrupção.

Todos os incidentes são registrados - independente de envolverem queda ou pico de energia, queda da internet e telefonia ou greves, alagamentos, e qualquer impossibilidade de acesso aos escritórios e centrais de atendimento. As soluções também são acompanhadas e podem envolver até mesmo a orientação de home office para a equipe ou local alternativo de trabalho. Em casos mais críticos, o time de Gestão de Continuidade do Negócio é acionado, podendo envolver também o Comitê Operacional de Crise e o Comitê Executivo.

“A adoção de uma Gestão de Continuidade do Negócio é um diferencial de mercado, pois garantimos que o cliente será atendido sempre", avalia o vice-presidente de Operações e Tecnologia da SulAmérica, Marco Antunes. "Ele pode confiar que a companhia está preparada para lidar com dificuldades e crises diversas”

Além de desenvolver os planos de GCN, a SulAmérica os testa duas vezes por ano e realiza treinamentos com seus colaboradores para que saibam como podem ser aplicados em suas respectivas áreas de atuação e tenham clareza sobre o seu papel no plano, podendo contribuir efetivamente. "As pessoas, os processos e os sistemas precisam estar alinhados para que mantenhamos níveis mínimos de serviços em caso de incidentes", informa Antunes.

 

Crescimento de 75% em novos seguros para empresas de cosméticos e perfumaria - A SulAmérica registrou crescimento de 75% de prêmio em novas contratações do seguro personalizado para lojas de cosméticos e perfumarias no acumulado do primeiro semestre de 2018, em comparação ao ano anterior. O setor de institutos de beleza e estética (salões, esmalterias, espaços de depilação etc.), que também conta com um seguro personalizado da SulAmérica, igualmente apresentou aumento de prêmio em contratações novas, ficando na casa de 25% no período acumulado de 2018 contra 2017.

“A personalização de produtos conforme as demandas dos clientes é uma estratégia da companhia que evidencia o trabalho constante de ouvir e atender diferentes perfis de negócio. O avanço dos números para estes segmentos mostra que estamos no caminho certo, sempre de olho nas tendências do mercado”, avalia o vice-presidente de Auto e Massificados da SulAmérica, Eduardo Dal Ri. “Este comportamento também demonstra maturidade por parte destes setores, em franco crescimento no país, já que contratar um seguro significa reconhecer a importância de proteger o patrimônio", completa.

Para lojas de cosméticos e perfumarias, o seguro da companhia conta com cobertura para quebra de vidro de balcões, prateleiras e espelhos, além de perda de aluguel e roubo ou furto de bens. Já para institutos de beleza e estética, a empresa oferece garantias para danos elétricos e equipamentos portáteis. Adicionalmente, os segurados contam com cobertura contra possíveis ocorrências a clientes em procedimentos estéticos, conhecida como Responsabilidade Civil (RC).

O empresário pode, ainda, contar com serviços de assistência 24h, como chaveiro, vidraceiro, revisões elétricas e hidráulicas, bem como a instalação de prateleiras, espelhos, móveis, entre outros.

Os bons resultados registrados pela SulAmérica estão alinhados ao potencial de expansão desses setores no Brasil. Segundo dados do Empresômetro – projeto de inteligência que realiza um censo das empresas e entidades atuantes no mercado –, lojas do comércio varejista de cosméticos, perfumaria e higiene pessoal ocupam a 15º posição no ranking de todas as empresas ativas no País. Além disso, empresas deste setor registraram crescimento de 19,51% de 2016 para 2017, e de 11,46% de 2017 para 2018. O projeto também revela que os cabeleireiros ocupam a segunda posição no ranking, com avanço de 26,81% de 2016 para 2017 e de 16,56% de 2017 para 2018.

 

Uma das 100 Melhores Empresas em Satisfação do Cliente - A qualidade do atendimento da Tokio Marine a seus Clientes foi reconhecida pelo Instituto MESC (Melhores Empresas em Satisfação do Cliente). Durante evento realizado nesta segunda-feira (10), em São Paulo, a Seguradora foi eleita uma das 100 Melhores Empresas em Satisfação do Cliente no país.

"O compromisso com o bom atendimento a Corretores e Clientes é um dos nossos valores corporativos. A excelência nos serviços está no nosso DNA e tem importância estratégica para a Seguradora, por isso, estamos empenhados em atender as necessidades e superar as expectativas dos nossos públicos", afirma Maria Clara Ramos, Superintendente de Projetos, Processos e Serviços da O ranking elaborado pelo Instituto MESC ouviu mais de 300 mil consumidores em todo o país em 24 segmentos de mercado, avaliando a experiência do consumidor em cada um desses setores.

 

Bolsa em baixa e dólar em alta - O mercado de ações operava, às 17h20 desta quarta-feira (12), em alta de 0,63% com o Ibovespa avançando para 75.124 pontos. O dólar comercial registrava queda de 0,21% vendido a R$ 4,146. O euro estava em alta de 0,12% cotado a R$ 4,825;