Advertisement

SEG NOTÍCIAS

Fusão no mercado de seguros gaúcho

Seguros / 30 Janeiro 2019 - 18:29

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

 

O tradicional e centenário MONITOR MERCANTIL, jornal de economia com cobertura crítica e independente, de política, reinventa sua frente digital.

De relevante circulação impressa no Rio, SP e DF, seus destaques podem ser conferidos desde 2 de janeiro em https://twitter.com/sigaomonitor

 

O ano de 2019 inicia com um importante acontecimento no mercado de seguros do estado do Rio Grande do Sul: a fusão entre duas importantes e tradicionais corretoras de seguros - a Abensur e a Enris. Juntas as empresas acumulam mais de 50 anos de expertise em seguros, tendo como foco os seguros corporativos, incluindo benefícios e consultorias.

A união das empresas, que comungam de cultura e valores semelhantes, foi projetada pessoalmente por Renato Abensur, Igor José Machado e Felipe Machado, sócios da organização, e foi pensada para se obter o melhor resultado das sinergias e potencialidades, através da união das duas estruturas.

A integração de habilidades, forças e competências destas duas reconhecidas corretoras visa a qualidade total e a entrega de resultados de alto desempenho aos seus clientes, através de uma área técnica robusta e eficaz, que conta com administradores, advogados e engenheiros atualizados com as mais modernas tendências do mercado em seu corpo técnico.

A fusão está totalmente alinhada com a estratégia de crescimento da Abensur e da Enris e promoverá significativa expansão de mercado, ampliando a atuação para outras regiões do Rio Grande do Sul e do Brasil.

 

Aruana Seguradora recebe corretores no Rio de Janeiro - De acordo com Arley Boullosa, contratado através da Kuantta Consultoria para ajudar no relacionamento com os corretores, a reunião tinha como objetivo apresentar a companhia e o produto Franquia. “Ouvimos muito os corretores e todas as sugestões serão consideradas para melhorarmos o produto e os processos. Convidamos 12 corretores na primeira rodada e iremos convidar outros para uma próxima reunião. Queremos os corretores próximos da Aruana porque entendemos que o relacionamento será fundamental para nos diferenciarmos e crescermos”.

O produto Franquia garante a indenização da franquia do seguro de automóvel sempre que houver um sinistro coberto de perda parcial amparado pela seguradora que emitiu o seguro principal. Trata-se de um produto muito simples e que exige pouca intervenção da Aruana na regulação do sinistro, já que a cobertura e indenização são caracterizadas pela autorização dos reparos na apólice do seguro de automóvel. Além da apresentação do produto e do sistema de cálculo, os corretores também viram como o processo de cadastramento da corretora é simples no site da seguradora.

Para finalizar, Boullosa conclui dizendo que “iniciamos o processo de mostrar a cara da Aruana para os corretores do Rio de janeiro. Estamos começando um trabalho de médio e longo prazo e fomos muito bem recebidos. Temos a possibilidade de fazer negócios que agreguem valor para os dois lados”.

.

Estudo aponta para potencial de seguros em mercados emergentes - O estudo "Panorama Econômico e Setorial", elaborado pela área de Serviços de Estudos da Mapfre e publicado pela Fundación Mapfre, aponta que, apesar do fim do ciclo de alta em países mais desenvolvidos, o setor segurador vai crescer graças ao dinamismo em mercados emergentes, onde a taxa de penetração de seguros ainda é baixa.

Em 2019 espera-se uma redução na contribuição para o crescimento global dos mercados desenvolvidos (que crescerão abaixo de 2%) e uma maior contribuição dos emergentes, que aumentarão entre 4% e 5%, apoiada por condições financeiras globais previsivelmente melhores.

De acordo com a pesquisa, a desaceleração da atividade econômica global se traduzirá no crescimento dos prêmios de seguros globais, nos segmentos de Seguros Gerais e Vida. A normalização das políticas monetárias pode ajudar no desenvolvimento do negócio de Previdência, e melhorar a rentabilidade financeira das seguradoras, caso se materialize um cenário de juros mais altos.

No Brasil, espera-se que o crescimento real do PIB em 2019 seja da ordem de 2,3%, ante 1,2% em 2018. Esta melhoria nas previsões é principalmente atribuída a uma recuperação no consumo privado e no investimento, mas o estudo avalia que as reformas estruturais continuam imprescindíveis para garantir o equilíbrio das contas públicas.

.

Contato com pacientes garante adicional de insalubridade a porteiro de centro de saúde - A Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho reconheceu que a atividade do porteiro de um centro de saúde de Belo Horizonte é insalubre em razão do contato com pacientes portadores de doenças infectocontagiosas. Com esse fundamento, a Turma condenou a G4S Interativa Service Ltda. ao pagamento do adicional de insalubridade em grau médio (20%).

Na reclamação trabalhista, o porteiro, que prestava serviços no Centro de Dom Bosco, disse que, além de ter contato direto e permanente com pacientes portadores de doenças como hepatite, aids e tuberculose, era obrigado a manusear lixo hospitalar com sangue, tecidos humanos, resíduos químicos de remédios e seringas usadas. Alegando exposição a riscos físicos, químicos e biológicos de contaminação, pedia o pagamento do adicional.

O juízo de primeiro grau condenou a G4S a pagar a parcela, mas o Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG) reformou a sentença, apesar de o laudo pericial ter atestado a exposição do porteiro aos agentes insalubres previstos na Norma Regulamentadora 15 do extinto Ministério do Trabalho. Para o TRT, não era razoável concluir que atividades como abrir o posto, fazer rondas, entregar senhas, controlar a circulação de pacientes e auxiliar aqueles com dificuldade de locomoção fossem insalubres.

 

.

SEGURO CIDADÃO

Brumadinho - A Sabemi Seguradora se solidariza com as famílias atingidas pelo rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho. A empresa informa que já foram identificados mais de 200 segurados residentes na cidade e que disponibilizou atendimento diferenciado para esses associados. Através do 0800 880 1900, familiares e vítimas podem obter suporte e acionar coberturas do seu seguro, como a assistência residencial, que dá amparo às vítimas por alagamento. Entre os serviços oferecidos estão guarda de móveis, guarda de animais domésticos, cuidador para crianças e idosos, entre outros.

.

Atenção Primária à Saúde - A SulAmérica está reorganizando o atendimento em saúde para aprimorar ainda mais a experiência do cliente. A proposta é inserir o segurado no centro do cuidado, com uma jornada coordenada e efetiva. Uma das iniciativas da seguradora tem base no modelo de Atenção Primária à Saúde (APS), que prevê cuidado integral do paciente e já está disponível na capital paulista. Em três meses, o projeto já atingiu uma resolutividade de 97% e um nível de satisfação de 89%.

Na prática, a Atenção Primária à Saúde coloca o indivíduo (não a doença) no centro da atenção, vale para todas as fases de sua vida (da infância à terceira idade) e atende à maioria das questões de saúde da população. Em suas publicações, a Organização Mundial da Saúde aponta que cerca de 80% dos problemas de saúde podem ser resolvidos pelo médico de família. Dessa forma, todos os elos da cadeia de assistência à saúde se beneficiam: a seguradora, os prestadores de serviços e, especialmente, os segurados, já que essa abordagem previne o surgimento de doenças, além de evitar complicações de doenças crônicas, garantindo melhor qualidade de vida.

A Amparo Saúde é parceira da SulAmérica neste projeto, proporcionando um atendimento único e humanizado, em que o paciente é o centro das atenções. O prestador possui consultórios clínicos multifuncionais, equipados para atendimentos de todas as faixas etárias e gêneros, posto de coleta de exames laboratoriais, sala de medicação e sala de procedimentos. Os agendamentos de consulta são baseados no fácil acesso e podem ser feitos via telefone, WhatsApp, e-mail ou presencialmente - tudo para se adequar à rotina do paciente, gerando uma melhor experiência.

Nessa facilidade oferecida pela SulAmérica para os segurados, médicos de família, enfermeiros e técnicos de enfermagem fazem parte de uma equipe dedicada, que constrói um plano de cuidado personalizado, com base em informações clínicas integradas, e conhece o paciente de perto. Com essa proximidade no cuidado, é possível perceber um acolhimento muito maior do que em um atendimento comum. Estabelecer o vínculo entre os profissionais e o paciente promove o engajamento no autocuidado e está entre as práticas que buscam a melhoria da qualidade no sistema de saúde.

Quando é preciso que o paciente seja atendido por outros profissionais da área da saúde, a equipe da Amparo faz o encaminhamento para o Núcleo de Cuidado Coordenado da SulAmérica. Por meio de enfermeiras, o Núcleo acompanha e ajuda o paciente em sua navegação pela rede referenciada e indica os profissionais participantes do projeto. O Núcleo de Cuidado Coordenado promove a integração das informações de saúde de cada paciente, permitindo a construção de um plano de cuidado único e integrado entre médicos.

.

Janeiro Branco - Nos dias 21 e 22 de janeiro, o Hospital Albert Sabin promoveu uma ação referente à campanha do Janeiro Branco, que tem como objetivo alertar seus colaboradores por meio de conversas, avaliações e palestras com psicólogos, sobre o estresse e a síndrome de Burnout, também conhecida como a síndrome de esgotamento profissional, doença de grande impacto em certas profissões, dentre elas, os profissionais de saúde.

Foram realizadas dinâmicas com os funcionários, utilizando técnicas para aliviar a tensão e o estresse. As psicólogas passaram também em todos os setores do hospital, abordando pacientes que estavam fazendo exames de rotina e pacientes internados, para orientá-los sobre a importância de uma mente equilibrada e sadia.

A campanha é totalmente dedicada a colocar temas da saúde mental em máxima evidência, para a prevenção ao adoecimento emocional da humanidade.

.

Depressão pós-parto - Proposta que determina avaliação psicológica de gestantes e mães de recém-nascidos (puérperas) com intuito de detectar a propensão ao desenvolvimento da depressão pós-parto (DPP) chegou para análise do Senado no final de 2018.

Já aprovado pelos deputados, o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 98/2018, em tramitação na Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado, estabelece que, segundo avaliação especializada, as mulheres que apresentarem indícios de depressão pós-parto devem ser encaminhadas para acompanhamento psicológico. Pelo texto, as avaliações devem ocorrer entre 48 horas e 15 dias após o parto.

O objetivo é combater um problema de saúde mental que, segundo estudo da Fiocruz divulgado em abril de 2016, acomete uma em cada quatro mães no Brasil. O índice é maior do que o da média dos países de baixa renda, estimada pela OMS em 20%, ou uma a cada cinco mulheres.

.

Projeto garante tratamento no SUS para criança com fissura labiopalatal

A criança ou o adolescente com fissura labiopalatal poderá ter assegurado o tratamento clínico, cirúrgico e de reabilitação no Sistema Único de Saúde (SUS). É o que determina um projeto apresentado pelo senador Eduardo Braga (MDB-AM). A matéria (PLS 385/2018) aguarda a designação de relator na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).

Eduardo Braga lembra que o SUS já oferece esse tipo de tratamento. De acordo com dados do Ministério da Saúde, no Brasil, em 2016, foram realizados 3.886 procedimentos cirúrgicos na faixa etária de zero a 10 anos. Em 2017, foram 3.272. Em 2018, até outubro, foram realizados 2.692 procedimentos cirúrgicos.

Com base nos dados de 2017, porém, Eduardo Braga registra que em todo o Brasil existem apenas 28 centros habilitados para tratar crianças com essa malformação. A maior parte dessas unidades está localizada na região Centro/Sul, concentração que deixa 13 estados sem nenhum centro habilitado para a realização de procedimentos específicos do tratamento de fissuras labiopalatais.

Alcance

O projeto altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069, de 1990) para a rede de atenção do SUS seja dimensionada adequadamente, com a garantia de que haverá pelo menos um centro habilitado em cada estado. O projeto faz outras alterações para garantir assistência psicológica aos pais de filhos com qualquer malformação congênita. Também obriga o SUS a fazer exames visando o diagnóstico e o tratamento precoce de malformações, bem como prestar aconselhamento e orientação aos pais.

.

ENDOSSANDO

Jean-Michel Basquiat - Depois de oito meses em cartaz, a exposição itinerante "Jean-Michel Basquiat - obras da Coleção Mugrabi" chega ao fim com um número surpreende de público. Nas quatro praças em que as mais de 80 obras do artista foram exibidas, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) de São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, a exposição alcançou o número de 932.353 visitações, sendo mais de 378 mil somente no Rio de Janeiro, maior público da mostra.

"O enorme sucesso de público e as indicações aos prêmios demonstram a relevância dos projetos que patrocinamos para a sociedade. A gratuidade, acessibilidade e inclusão, presentes em nossos patrocínios, ratificam a nossa vontade de garantir o acesso à cultura a todos", afirma Fábio Mourão, superintendente executivo de Marketing, Clientes e Planejamento Comercial da Brasilseg, uma empresa BB Seguros.

.

Falecimento - I - A Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), em nota, "manifesta profundo pesar pelo falecimento de Sérgio Timm, que integrou a Diretoria da Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados, de Capitalização e de Previdência Complementar Aberta (Fenaseg).

Além de valoroso diretor da Fenaseg, Sérgio Timm atuou como: presidente e vice-presidente do Grupo Segurador Mapfre Vera Cruz; diretor do Sindicato das Empresas de Seguros em São Paulo; Diretor da Associação Nacional de Previdência Privada (Anapp), membro da Academia Nacional de Seguros e Previdência (ANSP), no qual foi também presidente do Conselho Fiscal."

.

Falecimento - II - Morreu na manhã desta terça-feira a advogada Wanessa Portugal, diretora executiva do Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar. A advogada tinha 41 anos e estava internada no Hospital Sírio-Libanês devido a um câncer.

O corpo será velado em São Paulo, no Hospital Sírio-Libanês, nesta terça-feira, das 16h às 22h. Depois o corpo será levado para Boa Esperança (MG), onde Wanessa Portugal nasceu. Lá será velado hoje, das 5h às 16h30. O sepultamento será realizado às 16h30.

Wanessa Portugal graduou-se em Direito pela Universidade de Alfenas (Unifenas) e pós-graduou-se em Direito Empresarial pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Era sócia do escritório Portugal Advogados Associados, atuou como secretária Geral e Diretora da Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem Ciesp/Fiesp. Entre os anos de 2004 e 2007, trabalhou como assessora de juiz do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, em Contagem.

Foi diretora jurídica e de Filantropia da Pró-Saúde e, em fevereiro de 2018, assumiu a Diretoria Executiva-Geral da entidade. Recebeu por duas vezes consecutivas o Prêmio "100 Mais Influentes da Saúde", realizado pelo Grupo Mídia.

Em nota, a Câmara Cesp/Fiesp lamentou a morte da ex-colaboradora. "O trabalho eficiente e competente da Dra. Wanessa Portugal viabilizou a evolução da Câmara Ciesp/Fiesp, que lhe é muito grata por isso.

Neste momento de pesar, a Câmara Ciesp/Fiesp manifesta suas condolências aos familiares e amigos da Dra. Wanessa Portugal", diz a nota, assinada pelo presidente, ministro Sydney Sanches, a vice-presidente, ministra Ellen Gracie e o presidente do Conselho Superior da Câmara Ciesp/Fiesp, professor Kazuo Watanabe.

O Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem (Conima) também manifestou pesar pela morte da advogada, que foi diretora de Relações Institucionais do Conima. "Neste momento nos unimos em oração à sua família e amigos para que esta perda possa ser compreendida com o desejo que Deus conforte a todos", escreveu a presidente do órgão, Fernanda Rocha Lourenço Levy.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor