Advertisement

SEC encoraja investidores a verificar histórico dos profissionais

A Securities and Exchange Commission divulgou um anúncio de serviço público (PSA) para encorajar os investidores a verificar o...

Acredite se puder / 16 Abril 2018

A Securities and Exchange Commission divulgou um anúncio de serviço público (PSA) para encorajar os investidores a verificar o histórico de seus profissionais de investimento usando a ferramenta de busca gratuita em Investor.gov antes de investir. O Investor.gov, o site da SEC dedicado a investidores individuais, fornece aos investidores ferramentas e recursos para ajudá-los a investir de maneira inteligente e evitar fraudes. “A educação dos investidores é uma importante linha de defesa contra a fraude e é fundamental para nossos esforços de proteger os investidores da Main Street e melhorar sua tomada de decisões financeiras”, disse o presidente da SEC, Jay Clayton. “Através de anúncios de serviço público, alertas e boletins de investidores e divulgação direta, a SEC continuará a se concentrar em capacitar os investidores.”

Pode ser difícil identificar um fraudador, mas as ferramentas de busca gratuitas do Investor.gov podem ajudar os investidores a verificar se estão lidando com um profissional de investimento registrado”, disse Lori Schock, diretora do Escritório de Educação e Defesa do Investidor da SEC. “Os investidores que verificarem o histórico de seus profissionais de investimento e usarem as outras ferramentas e recursos disponíveis no Investor.gov podem fazer escolhas de investimento mais informadas – e se proteger melhor contra fraudes.”

O enredo do PSA envolve um casal em busca de conselhos de um suposto profissional de investimentos que se revela uma fraude. No início, o profissional de investimento parece genuíno, mas à medida que a conversa continua, seu esquema fraudulento rapidamente se desfaz. Ele usa táticas de vendas de alta pressão – tipicamente uma bandeira vermelha de fraude – para persuadir o casal a investir, com declarações como: a) você está definitivamente entrando no momento perfeito; b) esta oportunidade de investimento não durará muito; c) posso garantir que seu dinheiro dobrará; e d) Não há absolutamente nenhum risco para você

Os últimos PSAs da SEC incentivam os investidores a verificar o histórico de seus profissionais de investimento, enfatizando que a maioria dos fraudadores não é tão fácil de detectar e incentiva os investidores a visitarem o Investor.gov antes de investir. Mais de 9 milhões de novos usuários usaram o site desde seu lançamento em outubro de 2009. A SEC expandiu seu programa de divulgação em 2016 para incluir os PSAs para alcançar e educar mais investidores. Desde então, o tráfego aumentou 86%.

 

Energisa adquiriu o controle da Eletropaulo

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições o Ato de Concentração, em que apreciou a aquisição do controle da Eletropaulo pela Energisa. “A referida decisão ainda está sujeita a recurso ou avocação do ato de concentração pelo prazo de 15 dias da data de sua publicação no Diário Oficial da União. Caso não seja interposto recurso nem ocorra à avocação em tal prazo, a decisão transitará em julgado, tornando-se definitiva”, finalizou Maurício Perez Botelho, diretor Financeiro e de Relações com Investidores.

 

Justiça mantém decisão contrária à Aneel

A Eletropaulo informou que a Justiça de São Paulo manteve a decisão favorável à empresa em recurso contra a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), que a desobriga de pagar R$ 769,6 milhões aos consumidores da região metropolitana de São Paulo. A Aneel determinou em 2013 que a Eletropaulo devolvesse aos consumidores R$ 626 milhões, que, segundo a agência, a empresa recebeu irregularmente via conta de luz. O valor foi atualizado em dezembro de 2017. A Eletropaulo recorreu e venceu em primeira instância. Na última sexta, o Tribunal Regional Federal da 1º Região (TRF-1) concluiu o julgamento do recurso em segunda instância e deu novamente deliberação favorável à companhia. Assim, a Eletropaulo não precisará restituir os consumidores, até decisão de mérito.

 

Embraer responde que não há definição

A Embraer informou que até o momento não há definição acerca da estrutura de participação da empresa e tampouco da governança de possível nova sociedade que venha a ser criada com a Boeing caso venha a ser implementada uma combinação de negócios. O comunicado é resposta a pedido de esclarecimentos pela B3 sobre notícia publicada no jornal O Estado de S. Paulo em 13 de abril de que governo quer 20% de Embraer em joint venture. A Embraer diz que não tem como comentar as intenções do governo brasileiro mencionadas na notícia.

A Embraer ainda comunicou que entregou 14 jatos para o mercado de aviação comercial nos Estados Unidos, Europa e Ásia Pacifico ao longo do primeiro trimestre de 2018. No segmento de aviação executiva, 11 unidades foram entregues nesse período, sendo oito jatos leves e três jatos grandes. “O principal destaque do trimestre foi à certificação tripla do jato E190-E2, primeira aeronave da segunda geração de E-Jets de aviões comerciais”, que recebeu o Certificado de Tipo da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), da Federal Aviation Administration (FAA), dos Estados Unidos, e da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (European Aviation Safety Agency – Easa).