Advertisement

Rioprevidência

Fundo da Previdência do Rio segue alienando imóveis.

Decisões Econômicas / 01 Fevereiro 2019 - 19:01

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O Fundo Único de Previdência Social – Rioprevidência – segue alienando seus imóveis para fazer caixa e complementar os recursos destinados ao pagamento de aposentadorias e pensões. Onze imóveis foram selecionados para venda, conforme publicação no DO, sendo seis no Rio e cinco no interior do estado, com previsão de receita em R$ 14,777 milhões. No Rio, dois imóveis estão no Jardim Botânico, dois no Largo de São Francisco, e dois, em São Cristóvão.

Secretário de Transporte, brigadeiro Robson Ramos

Reboques

O secretário estadual de Transportes do Governo Wilson Witzel, brigadeiro Robson Fernandes Ramos, autorizou o presidente do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), Cleber Ribeiro Afonso, a firmar cinco contratos com empresas especializadas em reboques de carros nas estradas fluminenses.

Foram autorizados 12 contratos com três empresas, totalizando R$ 50,102 milhões. As empresas beneficiadas foram Rebocar Remoção e Guarda de Veículos, Beijar Flor Comércio e Serviços e APL Administração de Pátios e Leilões. A Rebocar ficou com R$ 25,850 milhões, e a Beija Flor, três no valor total de R$ 20,243 milhões.

Atualização (1/2/2019, às 18h45)

A Secretaria de Estado de Transportes esclarece que não há qualquer participação do secretário de Estado de Transportes, Robson Ramos, no processo de contratos com empresas especializadas em reboques. O Detro esclarece que no contrato de prestação de serviços de reboque e diárias, firmado com as empresas vencedoras da licitação, não ocorre utilização de recursos financeiros do Estado. Conforme o contrato licitado, os recursos são pagos pelos proprietários dos veículos apreendidos, ao quitarem seus débitos para liberar o veículo. Cabe ressaltar que os valores dos serviços são estabelecidos pela Portaria da Superintendência de Arrecadação (SUAR), publicada, anualmente, pela Secretaria de Estado de Fazenda e Planejamento.”

 

Contenção de encostas

O prefeito em exercício de Niterói, vereador Paulo Bagueira, autorizou a Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa) a abrir oito editais de licitações visando à realização de obras de contenção de encostas em diversos bairros da Zona Norte à Sul, no Centro e em áreas da Região Oceânica, com previsão de gastos de R$ 85,709 milhões. O maior investimento, R$ 38,681 milhões, vai para os bairros de Fátima, Fonseca, São Lourenço, Maceió e Sapê, de influência do vereador e prefeito.

Secretário de Educação, Pedro Fernandes

Alimentação escolar

O secretário estadual de Educação do Estado do Rio, ex-deputado Pedro Fernandes, abriu licitação para a contratação de empresas fornecedoras de gêneros alimentícios para merenda escolar e refeições prontas para abastecer as escolas da rede estadual de ensino público. Serão ao todo 12 contratos, com previsão de gastos de R$ 103,376 milhões.

Atualização (1/2/2019, às 18h45)

A Secretaria de Educação enviou a seguinte retificação: “Não houve licitação da Secretaria de Estado de Educação para esse fim. As informações não procedem, considerando que a aquisição dos gêneros alimentícios na Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro é feita pelos próprios colégios da rede e a preparação dos alimentos para os alunos acontece nas cozinhas das próprias unidades escolares.”

 

Economia na Câmara

O presidente do Legislativo carioca, vereador Jorge Felippe, disse que fez uma economia de R$ 40 milhões com o Plano de Aposentadoria Incentivada em 2018 e que neste ano pretende economizar mais R$ 50 milhões. E pretende doar à prefeitura de Marcelo Crivella R$ 40 milhões para investimento na saúde.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor