Rio na Mídia

Fatos e Comentários / 18:04 - 16 de jun de 1999

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O Rio de Janeiro foi escolhido pela Associação Mundial de Jornais (WAN, na sigla em inglês, como é mais conhecida) para ser a sede do próximo encontro anual de jornais promovido pela entidade, no ano 2000. O anúncio foi feito por Jayme Sirotsky, embaixador sênior da WAN. A associação encerrou ontem o 52º Congresso Mundial de Jornais e o 6º Fórum Mundial de Editores, que reuniram mais de 1.100 proprietários e editores de jornais de 88 países em Zurique, Suíça. O encontro no Rio acontecerá de 11 a 14 de junho, como parte das comemorações dos 500 anos do descobrimento do Brasil. A WAN, que tem sede em Paris, é uma organização mundial que congrega a indústria jornalística, além de defender a liberdade de imprensa. A entidade representa 15 mil jornais e dentre seus associados estão 58 associações de jornais, executivos de 93 países,17 agências de notícias e sete grupos de imprensa regional. Desestímulo O diretor responsável pelo serviço de Assistência 24 horas da Sul América, Roberto Wanderley da Nobrega, previu que, se o ICMS sobre telecomunicações do Rio não for reduzido, além de ser difícil manter as já instaladas, nenhuma operadora deverá montar centros de comunicações no estado. Nobrega ressalta que a Sul América vai continuar no Teleporto do Rio, mas com ICMS de 38%.- fixado nesse patamar pelo governador Marcello Alencar - acha pouco provável que seja seguida por outras operadoras. O petróleo é vosso Do bilionário Paul Getty: "O melhor negócio do mundo é uma indústria de petróleo bem administrada. O segundo melhor é uma indústria de petróleo mal administrada." Candidato Em artigo na página OPÇÃO BRASIL, terça-feira passada, no MM, o deputado federal Luiz Alfredo Salomão (PDT-RJ) revelou que, entre seus projetos políticos, se inclui a disputa aos cargos de prefeito e governador. Não adiantou se já é um passo para a próxima eleição. Quarto Mundo A insensibilidade social do governo FH e a falta de uma rede de segurança social provoca situações quase inacreditáveis. Segundo o presidente nacional do PMN, ex-deputado Celso Brant, "um desempregado na Bélgica ou na Holanda ganha hoje em um mês mais que um trabalhador brasileiro empregado recebe em dez meses". Interesse$ O jornalista Elio Gaspari criticou, em debate na Escola Superior de Guerra, os que, na mídia, tentam satanizar o Congresso por sua suposta deficiência, em contraponto a um suposto dinamismo do Executivo: "O conflito transita pelo Congresso; o interesse passa pelo Executivo. O Proer, por exemplo, transitou pelo Executivo", comparou. Caça a ex-alunos A Associação de Ex-Alunos da Faculdade de Comunicação (ECO) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) está lançando uma campanha para localizar os cerca de 3 mil formandos da ECO, número que inclui graduação e pós-graduação desde o início do curso de Jornalismo da Faculdade de Filosofia da Universidade do Brasil. No próximo dia 7, a associação realiza o almoço-palestra "Bug do Milênio - Verdades e Crendices" com Angélica Fonseca, do Núcleo de Computação Eletrônica da UFRJ. Maiores informações podem ser obtidas com o presidente da associação, professor Sebastião Amoedo, pelo endereço eletrônico amoedo@pobox.com Paraíso Dos 50 maiores contribuintes do Triângulo Mineiro, apenas oito pagam impostos ao governo do estado. Os outros 42 têm créditos a receber junto ao tesouro estadual. A denúncia foi apresentada pelo consultor jurídico do governo de Minas Gerais, Alexandre Dupeyrat, ao participar, ontem ,do IV Encontro da ESG com a Mídia, na Escola Superior de Guerra, no Rio. Dupeyrat destacou que a esdrúxula situação não se deve fundamentalmente a fraudes, mas a elisões fiscais, que beneficiam justamente contribuintes com maiores condições de pagar impostos.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor