Rio chegará a 2023 devendo R$ 44 bilhões

Governo estadual prepara proposta para simplificar pagamento de tributos.

Rio de Janeiro / 22:47 - 14 de ago de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Os números do Estado do Rio de Janeiro são aterrorizantes: chegará a 2023 devendo a fornecedores em torno de R$ 23 bilhões, e o serviço da dívida acrescenta à conta R$ 21 bilhões, cal-cula o deputado estadual Luiz Paulo (PSDB). O parlamentar afirmou que a desorganização tributária é um dos principais motivos da crise econômica do estado.
Uma pesquisa da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) relata que aproximadamente 45% dos gastos das empresas no estado são com impostos. Segundo o levantamento, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é o tributo que mais onera o setor produtivo.
O Governo do Estado pretende enviar ainda este ano um projeto de simplificação tributária à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). O objetivo é reduzir a burocracia no pagamento e na arrecadação de impostos. O anúncio foi feito pela Secretaria de Fazenda durante a instalação da Frente Parlamentar para Revisão da Carga Tributária.
De acordo com o assessor especial da Secretaria, Márcio Ferreira Bernardino, a ideia do Executivo é simplificar as normas tributárias e diminuir o número de impostos a serem pagos. Se-gundo ele, a medida não necessariamente reduz a carga tributária, mas facilita o pagamento e a arrecadação de tributos.
O presidente da frente parlamentar, Anderson Morais (PSL), afirmou que a meta é baixar a carga tributária, especialmente do setor energético e da cesta básica, para alavancar o desenvol-vimento e estimular a criação de mais vagas no mercado de trabalho. Márcio Bernardino afirmou que é preciso cautela para não descumprir regras previstas no Regime de Recuperação Fiscal.
A Secretaria do Tesouro Nacional informou nesta quarta-feira que apenas 10 estados da federação podem contrair empréstimos com a garantia da União. 
 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor