Receita fiscal da China cresce 15,8% no primeiro bimestre

Internacional / 21 Março 2018

A receita fiscal da China cresceu 15,8% em termos anuais para 3,66 trilhões de iuanes (US$ 577,3 bilhões) nos primeiros dois meses de 2018, mostraram dados oficiais nesta quarta-feira.

O crescimento foi muito maior que o de 7,5% registrado em 2017, informou o Ministério das Finanças no site oficial.

O governo central coletou mais de 1,82 trilhão de iuanes em receita fiscal, um aumento anual de 19,1%, enquanto os governos locais tiveram crescimento de 12,7% na receita fiscal, que ficou em 1,83 trilhão de iuanes.

Durante os primeiros meses do ano, as despesas fiscais aumentaram 16,7% anualmente para 2,9 trilhões de iuanes. As em transporte subiram 55,7% para 147,5 bilhões de iuanes.

O ministério atribuiu o forte crescimento às influências do feriado da Festa da Primavera, o que significa que a futura tendência será revelada mais tarde.

Com a base sólida da economia e crescimento da receita fiscal, a China baixou sua meta de déficit fiscal para 2,6% do PIB para 2018, uma queda de 0,4% em relação a 2017, a primeira redução desde 2013.

O déficit do governo deve atingir 2,38 trilhões de iuanes, com 1,55 trilhão de iuanes do governo central e 0,83 trilhão de iuanes do governo local.

Apesar de uma menor porção do déficit no PIB, a China aumentou o orçamento para a despesa pública geral deste ano em 7,6% para 21 trilhões de iuanes, mais alto que o crescimento de 6,1% da receita orçamental.

 

Agência Xinhua