Projeto Escreva ajuda a preparar estudantes para redação de vestibular

Projeto inicia ano letivo com preparatório para a redação do Enem.

Empresas / 21:04 - 5 de fev de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A professora de Língua Portuguesa, Elaine Antunes, especialista em correção de redações do Enem criou o Projeto Escreva (www.cursoescreva.com.br). Trata-se de grupos de estudos com foco na preparação para a redação dos principais vestibulares do país.

Além da quantidade reduzida de alunos por classe, outro diferencial dessa iniciativa são as aulas interdisciplinares, com uma equipe multidisciplinar, composta por professores especialistas formados nas melhores universidades públicas do Rio de Janeiro, que são convidados para aprimorar a capacidade de contextualização e argumentação dos alunos, enriquecendo o capital cultural, algo considerado pela professora Elaine como um grande trunfo. As aulas são realizadas nos bairros de Botafogo, na Zona Sul da cidade, e na Tijuca, na Zona Norte da cidade. Durante os encontros, além de revisarem questões gramaticais e a organização textual, os alunos também participam de debates sobre temas de grande relevância. A ideia é fazer com que os estudantes sejam capazes de redigir um texto autoral, de maneira bem fundamentada, sobre temas diversos que possam ser abordados na redação do vestibular.

Nesse sentido, sabendo que atingir um alto nível de construção linguística e textual é tarefa que requer tempo e demanda dedicação dos alunos de todas as séries, em 2020 Elaine também apostará em aulas de redação voltadas para estudantes do Ensino Fundamental. O objetivo dessa proposta é garantir uma boa base de produção e interpretação de texto para toda a vida acadêmica do aluno, além de auxiliar aqueles que desejam participar de concursos para instituições públicas, como Colégio Militar e Colégio Pedro II. Ministradas também em Botafogo, nas manhãs de sábado, as aulas para estudantes com até 15 anos seguem não só o direcionamento do MEC como acompanham os conteúdos pertinentes a esse segmento, mantendo a filosofia que contribui para a organização de ideias, argumentação e contextualização de diferentes temas.

Para Elaine Antunes, “quanto antes a preparação começar, maior a chance de sucesso. Para quem decide começar a se dedicar poucos meses antes do Exame Nacional, a expectativa não é boa”, alerta a professora. Elaine ainda sinaliza a importância da redação e não somente das matérias específicas de cada curso: “A redação tem um peso muito grande na pontuação geral do candidato. Ela pode ser um fator de desempate entre alunos que concorrem a uma vaga ou bolsa de estudos. Vejo alunos concentrando seus esforços durante todo o ano apenas nas ‘específicas’, apostando em macetes e fórmulas prontas para ter sucesso na redação. A banca quer saber se o candidato realmente domina a Língua Portuguesa e se consegue escrever um texto coerente, dissertativo-argumentativo, com ‘conhecimento de mundo’ razoável”. Por isso, o Projeto Escreva vai além da técnica de redação, apresentando fatos, conectando informações e dando embasamento teórico para que os participantes sejam capazes de chegar às próprias conclusões e propor intervenções autorais.

O Enem 2019 contou com mais de 5,1 milhões de candidatos inscritos e confirmados, que concorrem a vagas em universidades públicas e privados de todo o país. As inscrições para o Enem 2020 estão previstas para maio, com provas agendadas para os dias 1 e 8 de novembro.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor