Polônia é primeiro país europeu a emitir 'bônus panda'

Mercado Financeiro / 09:53 - 26 de ago de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Beijing - O governo da Polônia emitiu na quinta-feira "bônus panda" por um valor de 3 bilhões de iuanes (cerca de R$ 1,5 bilhão) na China, se tornando o primeiro país europeu a vender esse tipo de bônus, anunciou o Banco Popular da China (BPC, o banco central chinês). Os bônus denominados em iuanes, de três anos, que terão um rendimento anual de 3,4%, se esgotaram completamente, disse o BPC em um comunicado. Os "bônus panda" são dívidas denominadas em iuanes vendidas por outros países e agências do exterior na China. Os analistas esperam que o mercado se expanda na medida em que China promove a internacionalização de sua moeda. Até o momento, 17 países e organizações do exterior venderam "bônus panda" por 39,1 bilhões de iuanes. O banco central chinês disse que os bônus poloneses fortalecerão a cooperação financeira e melhorarão as relações econômicas entre os dois países e contribuirão para a abertura do mercado de bônus da China.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor