PGR prorroga Lava Jato e mantém Deltan

Portaria que vai oficializar a medida será publicada nesta terça-feira.

Conjuntura / 22:51 - 12 de ago de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, anunciou nesta segunda-feira que prorrogou por mais um ano os trabalhos da força-tarefa de procuradores que atuam na Operação Lava Jato no Paraná. Segundo a PGR, a portaria que vai oficializar a medida será publicada nesta terça-feira e manterá a estrutura do grupo, composto por 15 procuradores, entre eles, Deltan Dallagnol. 
Passados cinco anos e desencadeadas 61 fases, as investigações da Lava Jato no Paraná resultaram em 244 condenações de 159 pessoas, em 50 processos, acusados de lavagem de dinheiro, corrup-ção ativa e passiva, fraude à licitação, organização criminosa, entre outros crimes.
Novas revelações da Vaza Jato, divulgadas no começo da tarde desta segunda pelo site The Intercept, mostram que o procurador Deltan Dallagnol confessou que já sabia que Onyx Lorenzoni, mi-nistro da Casa Civil de Bolsonaro, estava envolvido em corrupção. Mesmo assim, fez vista grossa e manteve o trabalho conjunto com o então deputado gaúcho, principalmente no documento “10 Medidas Contra a Corrupção”. Ele chegou a escrever num tweet que “tinha que fingir que não sabia” do envolvimento de Lorenzoni com corrupção. 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor