Petrobras: fechamento de unidade aumenta dependência de importados

Além da extinção de 1.000 empregos diretos e indiretos, encerramento da Araucária Nitrogenados impacta setor agroindustrial.

Mercado Financeiro / 17:18 - 15 de jan de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O fechamento da Araucária Nitrogenados (Ansa/Fafen-PR), em decisão anunciada pela diretoria da Petrobras nesta terça-feira que surpreendeu os trabalhadores da fábrica de fertilizantes, vai aumentar ainda mais a dependência da agroindústria brasileira da importação de fertilizantes. Somada às outras duas Fafens que a Petrobras arrendou no fim de 2019, na Bahia e em Sergipe, a unidade garantia o abastecimento de cerca de 30% do mercado brasileiro de ureia e amônia.

"Com o fechamento da Fafen do Paraná e o arrendamento das unidades da Bahia e de Sergipe, a agroindústria brasileira vai ficar nas mãos dos importadores de amônia e ureia, base para a produção de fertilizantes. O país coloca em risco sua segurança e soberania alimentar. As Fafens serviam como lastro para agroindústria escolher onde comprar. Agora, ela vai ficar à mercê das altas de preços no mercado internacional, da variação do dólar e do aumento dos preços dos fertilizantes no mercado interno, já que estes não estarão mais sob responsabilidade da Petrobras", afirma Deyvid Bacelar, diretor da Federação Única dos Petroleiros (FUP).

Pelo fato de o Brasil ser um grande exportador de commodities agrícolas, o aumento da importação de fertilizantes ainda pode ser refletir negativamente na entrada dos produtos nacionais no mercado externo. Um aumento dos custos na produção agrícola nacional ameaça a competitividade do país sobretudo em grandes mercados compradores, como a China.

Operando desde 1982, a Ansa/Fafen-PR foi adquirida pela Petrobras em 2013. Usando resíduo asfáltico (RASF), a unidade é capaz de produzir diariamente 1.303 toneladas de amônia e 1.975 toneladas de ureia, de uso nas indústrias química e de fertilizantes. A planta também produz 450 mil litros por dia do Agente Redutor Líquido Automotivo (ARLA 32), aditivo para veículos de grande porte que atua na redução de emissões atmosféricas. A planta ainda pode produzir 200 toneladas/dia de CO2, que é vendido para produtores de gases industriais; 75 toneladas/dia de carbono peletizado, vendido como combustível para caldeiras; e 6 toneladas/dia de enxofre, usado em aplicações diversas.

O fechamento da Ansa/Fafen-PR surpreendeu os cerca de 400 trabalhadores da unidade. Segundo informações da FUP e do Sindiquímica-PR, não houve qualquer negociação anterior entre a diretoria da Petrobras e os trabalhadores da unidade sobre uma possível paralisação das atividades, como determina a legislação trabalhista. Por isso a notícia divulgada pela empresa no fim da manhã de hoje surpreendeu a todos. Considerando ainda os empregos indiretos, o total de trabalhadores atingidos chega a 1.000 pessoas

Em nota à imprensa, a Petrobras anunciou que irá pagar aos empregados da Ansa um pacote de benefícios além das verbas rescisórias legais. Entretanto, pelo fato de a decisão de fechar a fábrica e promover a demissão em massa não ter sido negociada previamente, a FUP se mostra apreensiva sobre o cumprimento dessas medidas. Por isso, pretende abrir negociações com a diretoria da empresa para a garantia dos direitos dos trabalhadores da Ansa/Fafen-PR.

Ontem também, a Petrobras anunciou a conclusão da venda de sua participação societária na Petrobras Oil & Gas B.V. (PO&GBV), empresa que produzia petróleo na Nigéria, na costa oeste africana. A estatal brasileira detinha 50% da empresa, em uma joint venture com a BTG Pactual E&P B.V, e vendeu sua participação para a canadense Africa Oil Corp.

Com a negociação, a Petrobras encerra suas atividades na África. A PO&GBV tem participações na produção de três campos de petróleo nigerianos (Agbami, Akpo e Egina) e a média de barris diários que cabiam à Petrobras era de 34 mil.

A participação da Petrobras na empresa PO&GBV foi vendida por US$ 1,45 bilhão (cerca de R$ 6 bilhões). Segundo nota divulgada na noite de ontem, a operação "está alinhada à otimização do portfólio e à melhora de alocação do capital da companhia, visando à geração de valor para os seus acionistas".

 

Com informações da Agência Brasil

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor