País já tem mais de 151 milhões de celulares 4G

Em um ano, 382 novos municípios receberam as redes de 4G. Ao todo já são 4.651 municípios com cobertura de quarta geração.

Informática / 17:22 - 6 de dez de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O Brasil já tem 151 milhões de celulares 4G, segundo balanço de outubro da Telebrasil. No período de 12 meses, de novembro de 2018 a outubro de 2019, 25 milhões de novos chips 4G foram ativados, o que representa um crescimento de 20%, no período.

O avanço também se deu na cobertura do 4G. Ao todo já são 4.651 municípios com 4G, onde moram 96,5% da população. Em um ano, 382 novos municípios brasileiros foram conectados com a infraestrutura de quarta geração.

As redes de 3G também se ampliaram, alcançando 5.454 municípios, onde moram 99,7% da população brasileira. De novembro de 2018 a outubro de 2019, 99 novos municípios foram conectados com 3G.

No total, o Brasil conta com 197 milhões de acessos à internet pela rede móvel. Considerados os acessos fixos e móveis, o Brasil fechou outubro com um total de 230 milhões de acessos no País. Destes, 33 milhões são em banda larga fixa.

 

5G em Portugal - O ministro das Relações Exteriores de Portugal, Augusto Santos Silva, reiterou na quinta-feira que o governo português obedecerá aos rígidos regulamentos internos e da União Europeia durante a licitação pública para a rede móvel 5G de próxima geração.

Na conferência de imprensa conjunta com o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, Santos Silva disse que seu país não excluirá nenhuma empresa da competição na licitação pública para a rede 5G.

Santos Silva disse que as propostas das operadoras 5G em Portugal serão avaliadas de acordo com os regulamentos portugueses e da UE, acrescentando que todo investimento estrangeiro é bem-vindo.

O governo português disse que não escolherá investidores com base na nacionalidade e que o mercado escolhe de acordo com as melhores condições de negócios.

A entidade reguladora Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) anunciou em outubro um leilão no próximo ano para licitar frequências 5G às operadoras.

 

Com informações da Agência Xinhua

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor