País tem 25% de jovens até 37 anos sem emprego

Conjuntura / 14 Setembro 2017

Cerca de 25% da geração Millennial brasileira (também chamada de geração Y, que compreende jovens nascidos entre 1980 e 1996), está desempregada. E, desse total, mais da metade (57%) está desempregada há mais de um ano. É o que aponta a pesquisa inédita Millennials e a Geração Nem Nem, realizada pelo Centro de Inteligência Padrão (CIP), em parceria com a empresa MindMiners, e divulgada nesta quarta-feira no Congresso Nacional de Relacionamento Empresa-Cliente, em São Paulo.
 “A crise (econômica) com certeza pegou muitas dessas pessoas. Eles são muito qualificados, então, muitos, com certeza, saíram da faculdade e não tiveram uma oportunidade de trabalho. Mas vemos também que as empresas são muito engessadas e têm dado poucas oportunidades para quem tem pouca experiência”, explicou Danielle Almeida, gerente de marketing da MindMiners. “São pessoas que tiveram boas oportunidades para estudar, tem currículos bons, falam várias línguas. O que falta é uma oportunidade no mercado de trabalho”, acrescentou.
A pesquisa, segundo Danielle, ajuda a desmitificar a ideia que a geração Millennial seja preguiçosa, sem interesse em estudar ou trabalhar. A pesquisa demonstrou, por exemplo, que a maioria des-ses jovens (68%) concorda em aceitar empregos que paguem menos ou fora de sua área de formação (82%). Quase metade dos entrevistados (45%) disse ainda que estaria disposta a trabalhar mais que 40 horas semanais. Estes jovens defendem que o compromisso com a igualdade e inclusão (44%) é importante dentro do ambiente de trabalho, além do incentivo à geração de novas ideias e melhorias (54%).
A pesquisa também apontou que quase metade dos entrevistados (47%) não estuda e, dentro desse universo, 34% não estuda e nem trabalha (o que seria considerado a geração Nem Nem).