O santo guerreiro contra o dragão da maldade

Escolher entre um dragão da maldade que cospe labaredas ou um cavaleiro que subsidia o seu agronegócio.

Empresa Cidadã / 17:17 - 27 de ago de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Triste destino o da princesa encastelada. Escolher entre um dragão da maldade que cospe labaredas, travestido de patriota “fake”, ou um cavaleiro “mui amigo”, que subsidia fortemente o seu próprio agronegócio.

 

Ainda dá tempo de pegar o bonde andando

Fórum de Resistência Democrática

Observatório da Democracia

Quando: 27 a 30 de agosto

Onde: Teatro João Theotonio (Universidade Cândido Mendes)

Rua da Assembleia no 10 (subsolo) – Centro – Rio de Janeiro (RJ)

 

Apresentação

Não há democracia sem a convivência com o diferente. Sem tolerância não é possível democracia.”

Não junto a minha voz à dos que, falando em paz, pedem aos oprimidos, aos esfarrapados do mundo, a sua resignação. Minha voz tem outra semântica, tem outra música. Falo da resistência, da indignação, da ‘justa ira’ dos traídos e dos enganados. Do seu direito e do seu dever de rebelar-se contra as transgressões éticas de que são vítimas cada vez mais sofridas.” (Paulo Freire).

O objetivo do Fórum de Resistência Democrática é construir uma agenda política comum para os setores que integram o campo da resistência democrática na nossa cidade. Todas as atividades do Fórum de Resistência Democrática são livres e gratuitas (evento sujeito a lotação, por ordem de chegada).

O Observatório da Democracia é uma articulação nacional que reúne as Fundações de diferentes partidos políticos do campo democrático brasileiro: Dinarco Reis (PCB), João Mangabeira (PSB), Leonel Brizola – Alberto Pasqualini (PDT), Maurício Grabois (PCdoB), Cláudio Campos (PPL), da Ordem Social (PROS), Perseu Abramo (PT) e Lauro Campos e Marielle Franco (PSOL).

Mais informações em observatoriodademocracia.org.br/2019/08/16/observatorio-promove-o-forum-de-resistencia-democratica-no-rio/

 

Programa

Terça-feira 27 de agosto

De 13h30 até 15h30

1.Sala 203: Roda de Conversa “Necropolítica e militarização: resistências negras"

(Movimento Negro Unificado, Criola, Movimento Moleque, RUA, Brigadas Populares)

2.Sala 202: Roda de Conversa “A soberania energética em disputa, as tarefas da classe

trabalhadora e o papel da educação popular na luta por justiça ambiental”

(Plataforma Operária e Camponesa da Água e da Energia, Rede Emancipa de Educação Popular e SindPetro)

3.Sala 207: Oficina “A sua consulta tem cor? – ferramentas e mecanismos de combate ao racismo institucional via PNSIPN (NegreX)

4.Sala 201: Oficina de Teatro do Oprimido com a Escola de Teatro Popular

 

De 16h até 17h30

 

Mesa: “Desafios urbanos da crise econômica e ambiental brasileira"

Ementa: Debate sobre os desafios urbanos da crise econômica e ambiental brasileira.

Com Alexandre Araújo Costa, Bruno Sobral, Carlos Minc, Roberto Anderson e Sandra Quintela.

Mediação: Luana Carvalho (MST)

De 18h até 19h30

Conferência: “Gênero, Raça, Classe.” Com Vilma Reis.

Ementa: Conferência sobre a interseccionalidade das relações de gênero, raça e classe.

Provocadoras: Renata Souza e Verônica Lima

Mediação: Marina Iris

De 20h até 21h30

Curso: “Direito à Cidade (Parte 1)” – David Harvey

Ementa: Introdução ao conceito de direito a cidade e panorama contemporâneo das lutas

urbanas anticapitalistas.

Provocadores: Fabiano Horta e Juliano Medeiros

Mediação: Elias Jabbour

 

Quarta-feira 28 de agosto

De 13h30 até 15h30: Rodas de Conversa e Oficinas

1.Sala 201: Educação: Projeto Cuidar & Future-se (Tarcísio Motta, Eblin Farage (ANDES, SEPE,

RUA e UNE).

2.Sala 202: Seguridade: a reforma da Previdência e as reformas trabalhistas (Unidade Popular,

Primavera Socialista, Juliana Fiuza/UERJ, Sandra Quintela/Rede Jubileu Sul)

3.Sala 203: Roda de Conversa “Cybercapitalismo: o controle de dados e a autonomia nos

aplicativos como a nova fase do capital” (Coletivo Manifesta)

4.Sala 207: Oficina de Comunicação Popular com Claudia Santiago (Núcleo Piratininga de

Comunicação)

De 16h até 17h30

Mesa: “Trabalho, renda e desenvolvimento no Rio de Janeiro."

Ementa: Debate acerca dos desafios econômicos e sociais no Rio de Janeiro.

Jefferson Moura, Lindbergh Farias, Marco Aurélio Santana, Sônia Ferraz.

Mediação: MTST

De 18h até 19h30

Conferência: “Mulheres, Trabalho e Reprodução Social” – Thiti Bhattacharya

Ementa: Conferência de introdução à teoria da reprodução social: análise das formas de

reprodução da vida em sociedade que garantem as condições de existência da força de trabalho no

capitalismo e o papel relegado às mulheres na divisão do trabalho, em especial, em um contexto de crise.

Provocadoras: Mônica Francisco e Ana Rocha

Mediação: Elika Takimoto

De 20h até 21h30

Curso: “Direito à Cidade (Parte 2)” – David Harvey

Ementa: Breve história do papel das cidades nas crises do capital e panorama dos desafios

Urbanos, 10 anos após a crise de 2008.

Provocadores: Marcio Pochmann, Tainá de Paula

Mediação: Everton Gomes

 

Quinta-feira, 29 de agosto

De 13h30 até 15h30

Rodas de Conversa e Oficinas

1.Sala 201: Roda de Conversa “Políticas culturais e as artes como ferramentas de luta” (Escola de

Teatro Popular, Movimento de Mulheres Sambistas, AME – Artistas Metroviários, Cultura Zona

Oeste, Coletivo Pacstão)

2.Sala 202: Roda de Conversa “Pensar saúde em tempos de ódio” (Nenhum Serviço de Saúde a

Menos)

3.Sala 203: Oficina “Por um feminismo anticapitalista: Oficina sobre a contradição entre

reprodução do capital e reprodução da vida” (Juntas)

De 16h até 17h30

Mesa: “O ódio como política e a guerra de informação"

Ementa: Debate sobre o iminente colapso da democracia em um Brasil mergulhado no ódio, no

preconceito e na intolerância.

Dríade Aguiar, Esther Solano, Fernando Penna, Henrique Vieira.

Mediação: Adriana Mota

De 18h até 19h30

Conferência: “Feminismo para os 99%” com Cinzia Arruzza & Thiti

Bhattacharya

Ementa: Conferência sobre os desafios atuais da luta de classe feminista.

Provocadoras: Dani Monteiro e Taliria Petrone

Mediação: Dani Balbi

De 20h até 21h30

Curso: “Direito à Cidade (Parte 3)” – David Harvey

Ementa: Introdução ao conceito de bem comum urbano e breve análise das lutas por espaços de

esperança na era do urbanismo de mercado.

Provocadoras: Eduardo Serra e Manuela D'Ávila (via videoconferência).

Mediação: Zeidan

 

Sexta-feira, 30 de agosto

De 13h30 até 15h30

Encontro de Síntese com os Movimentos Sociais

De 16h até 17h30

Mesa: “Cidades de exceção e a militarização da vida urbana"

Ementa: Debate sobre a luta por direito a cidade em tempos de militarização da vida urbana.

Ibis Pereira

José Claudio de Souza Alves, Luiz Eduardo Soares, Mônica Cunha.

Mediação: Enfermeira Rejane

De 18h até 20h

Comício final: “Na luta a gente se encontra."

Benedita da Silva, Carlito Brizola, Cinzia Arruzza, David Harvey, Edmilson Costa, Fernando

Haddad, Flavio Dino, Guilherme Boulos, Jandira Feghali, Luiza Erundina, Marcelo Freixo, Marta

Barçante, Quaquá.

 

Paulo Márcio de Mello é professor aposentado da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

paulomm@paulomm.pro.br

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor