Advertisement

O que é e o que não é consultoria

Por Luiz Affonso Romano.

Opinião / 15 Março 2019 - 19:30

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O que é?

Consiste em serviços temporários e interativos prestados por consultores profissionais, independentes e externos, que amparam o acionista, o conselho, a diretoria, a gerência.

As 6 principais tarefas do consultor são:

1 – prevenir/corrigir problemas, identificar/perceber, analisar e interpretar o “real problema”

2 – elaborar, com o cliente, diagnósticos

3 – buscar opções adequadas

4 – acompanhar a implantação da solução mais apropriada

5 – despertar para novas oportunidades e

6 – enxergar ameaças à empresa-cliente.

 

Consultoria não é assessoria,

não é auditoria, não é lobby

 

Consultoria não é assessoria. Que são serviços de apoio à implementação das decisões já tomadas pelos gestores da empresa-cliente: pública, privada, terceiro setor…, seguindo técnicas e instrumentos para o bom êxito da situação desejada.

Consultoria não é auditoria. Que são serviços de avaliação externa independente para exame e análise da eficiência e eficácia dos sistemas de controle – contábil, financeiro, fiscal – de desempenho das atribuições, planos, metas, objetivos e políticas definidas pelo Conselho de Administração/Consultivo/ Diretoria.

Consultoria não é lobby. Que são serviços sistemáticos para influenciar o poder público e evidenciar a melhoria da imagem com todos os envolvidos na empresa cliente, internos e externos: governos, meios de comunicação, fornecedores, consumidores…com vistas a alcançar políticas favoráveis à empresa, associação, sindicato, municípios… e impedir a adoção de ações desfavoráveis.

 

 

Luiz Affonso Romano

CEO do Laboratório da Consultoria e presidente da Associação Brasileira de Consultores (ABCO).

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor