Advertisement

Nove em 10 brasileiros com mais de 60 usam smartphones

Apenas 10% não estão em nenhuma rede social; entre os entrevistados com até 64 anos, 85% possuem computador/notebook.

Informática / 14 Maio 2019 - 11:15

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Pesquisa conduzida pela Pipe.Social e Hype60+, intitulada "Tsunami Prateado" com 2.242 pessoas acima de 60 mostra que 92% de segmento possuem smartphone; o índice é de 51% entre os 75+ e 96% entre os com até 64 anos. O estudo traz um raio-X inédito sobre quem são e como vivem os chamados "prateados" brasileiros. A "geração prateada" - mais de 30 milhões de brasileiros com mais de 60 anos, segundo dados do IBGE -, tem um estilo de vida e hábitos de consumo que eram, há três décadas, associados somente aos mais jovens. Na prática, os maduros trocaram as agulhas de crochê e a bengala pelos teclados dos smartphones: namoram online, acessam banco, assistem vídeos, cuidam da saúde e muito mais.

De acordo com o mapeamento nacional, apenas 10% dos seniores declararam não estar em nenhuma rede social; entre os entrevistados com até 64 anos, 85% possuem computador/notebook; entre os que possuem smartphone, 96% têm até 64 anos. Quando perguntados sobre as atividades feitas no celular, entre as 10 atividades estão 91% ligações; 81% acessam redes sociais; 80% pesquisam na internet; 66% tiram e gerenciam fotos/vídeos; 64% checam e-mails; 61% assistem a vídeos; 60% acessam o banco; 51% ouvem música; 58% usam navegadores e GPS; e 55% pedem táxi e Uber. Entre os 75+, os principais usos são: 82% ligação; 40% táxi e Uber; 39% ouvem música; 32% acessam redes sociais; 29% tiram e gerenciam fotos/vídeos; 27% pesquisam na internet - inclusive temas envolvendo saúde -; 26% assistem a vídeos; 21% checam e-mails; 20% acessam o banco; 20% usam navegadores e GPS.

Os prateados aproveitam os meios digitais para chegar à maturidade com saúde. O mapeamento revelou que a perda da saúde é uma preocupação e, nessa fase da vida, os maduros intensificam os cuidados com o corpo: exames preventivos, atenção com a alimentação e prática de exercícios físicos. Entre os entrevistados com mais de 55 anos, 83% realizam check-ups preventivos anuais.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor