Advertisement

Ninguém entendeu o pessimismo do Morgan Stanley

Apesar de mandarem vender ações em geral, analistas do banco estão otimistas com PagSeguro.

Acredite se Puder / 18:02 - 10 de Jul de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Contrariando o otimismo nas bolsas de valores, o Morgan Stanley mandou vender as ações. Ninguém entendeu o pessimismo do banco norte-americano com a nota justificando: “A nossa preocupação é que os efeitos positivos de uma política monetária mais expansionista seja compensado pelas consequências negativas de um crescimento mais fraco”. E os economistas da instituição continuam prevendo que o crescimento da economia global e dos resultados das empresas vai ser mesmo menor. A maioria dos investidores passou a acreditar que os bancos de investimento norte-americanos perderam a confiança nos bancos centrais, como a Reserva Federal dos Estados Unidos e o Banco Central Europeu, que impediram resultados desastrosos na economia e nos mercados mundiais.

 

Apesar de pessimista, manda comprar

Apesar de todo o pessimismo demonstrado, o Morgan Stanley elevou o preço-alvo e provocou uma alta de mais de 6% nas ações da PagSeguro, negociadas nas bolsas norte-americanas Nyse e Nasdaq. Em relatório enviado a clientes na última terça-feira, o analista Jorge Kuri afirmou que a empresa ainda é um dos nomes preferidos do Morgan Stanley na América Latina. Agora, o banco espera que a ação da PagSeguro esteja valendo US$ 54 no final de 2020, enquanto o anterior era de US$ 39. A recomendação permanece “overweight”, de desempenho acima da média do mercado e os analistas do banco acreditam que a empresa deve continuar registrando forte crescimento dos lucros nos próximos anos. Os técnicos apontam vantagens competitivas para a companhia em meio a um ambiente difícil para empresas de pagamentos no Brasil.

O pitoresco é que até os analistas norte-americanos já usam o bordão: “O Brasil tem de 55 a 60 milhões de pessoas sem conta em banco, apesar de a maioria delas ter acesso à internet”. E encaixam: “A PagSeguro já provou com os meios de pagamento que ela pode obter sucesso em monetizar um segmento da população que as grandes instituições financeiras abandonaram, e achamos que ela pode repetir isso oferecendo serviços bancários”, afirmou Kuri em relatório.

 

Petrobras quer se deslistar da bolsa argentina

A Petrobras convocou assembleia geral extraordinária para o dia 9 de agosto para deliberar sobre a eleição de dois novos membros do Conselho de Administração indicados pelo acionista controlador e votação para retirada do regime de oferta pública e deslistagem das ações da Petrobras da Bolsas y Mercados Argentinos, “por meio de um processo de retirada voluntária do regime de oferta pública na Argentina”, sem a necessidade de se efetuar uma oferta pública de ações. A estatal também informou que pagou, através de sua subsidiária integral Petrobras Global Finance B.V., 222,42 milhões de libras e 252,51 milhões de libras na recompra “Any-and-all” de títulos globais.

 

Engie quer o Gaseoduto Brasil-Bolívia

Depois de confirmada a aquisição da TAG, a Engie se prepara para disputar o Gaseoduto Brasil-Bolívia que, de acordo com o compromisso assumido com o Cade, a Petrobras terá de se desfazer dos ativos de transporte de gás até o fim de 2021.

 

Ações da Tecnisa sobem mais 21%

Sem nenhuma novidade, a não ser a oferta de ações para captar R$ 411 milhões, as ações da Tecnisa voltaram a subir forte no pregão depois do feriado paulista, desta vez com ganhos de 8,45%. A cotação se situou em R$ 1,90.

 

Itau BBA eleva a cotação da Totvs

O Itaú BBA aumentou o ppreço alvo de R$ 31,00 para R$ 55,00 e elevou a recomendação para as ações da Totvs para “outperform”, com a expectativa de ganhos de 12,9%. Segundo a analista Susana Salaru, a atualização foi baseada nos resultados mais recentes, nas novas projeções macroeconômicas, o desinvestimento de hardware, o recente follow-on e as iniciativas da Techfin.

 

Klabin quer captar US$ 250 milhões

Através da subsidiária integral Klabin Austria GmbH, a companhia brasileira pretende captar US$ 250 milhões através de Senior Unsecured Notes, com yield de 4,90% ao ano e vencimento em 3 de abril de 2029.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor