Advertisement

Neoenergia estreia na bolsa com alta de 9,14%

É o segundo maior grupo de distribuição de energia do Brasil.

Acredite se Puder / 17:40 - 01 de Jul de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O Banco do Brasil vendeu a participação de 9,3% que tinha no capital da Neoenergia por R$ 15,65 cada ação e arrecadou cerca de R$ 3,74 bilhões. Esse IPO foi o segundo maior do mercado de energia elétrica, desde 2004. No primeiro pregão desta semana. as ações da Neoenergia estrearam na B3 com forte alta de 9,14%, pulando para R$ 17,08, pois a procura superou a oferta em mais de cinco vezes;

Controlada pelo grupo espanhol Iberdrola, que detém 50% das ações, a Neoenergia é o segundo maior grupo de distribuição de energia do Brasil e o segundo maior acionista é a Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil, que tem 32,9%. A empresa atua nas áreas de geração, transmissão e distribuição de energia, com presença em 18 estados brasileiros e mais de 1 mil municípios. No total, são atendidos pela empresa 13,4 milhões de clientes através das distribuidoras Coelba (BA), Celpe (PE), Consern (RN) e Elektro (SP). Na geração, a companhia tem 17 parques eólicos e participação em diversas hidrelétricas, incluindo 10% de Belo Monte.

 

Petróleo sobe após acordo da Opep

Os membros da Opep se reuniram em Viena e resolveram prolongar os cortes de produção até o final do primeiro trimestre do próximo ano. Isso chegou a provocar mais uma artificial na cotação do produto que chegou a apresentar uma elevação de até 2%. Porém, não houve sustentação e o West Texas Intermediate, negociado em Nova York, ganhou apenas 0,79% e foi para US$ 58,93.

 

Pampa Sul, da Engie, já pode funcionar

A Usina Termelétrica Pampa Sul, da Engie, recebeu autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para iniciar operação comercial a partir de 28 de junho de 2019. A UTE Pampa Sul está localizada no município de Candiota (RS) e conta com capacidade instalada de 345 MW. A Usina utilizará como combustível para geração de energia o carvão mineral de jazida, também situada em Candiota. “Seus 294,5 MW médios de capacidade comercial foram comercializados pelo prazo de 25 anos no Leilão A-5, realizado em 28 de novembro de 2014, ao preço de R$ 245,9/MWh, atualizado até 31 de março de 2019”, informou a Engie em fato relevante.

 

Ouro com maior queda em mais de um ano

O ouro registrou nesta segunda-feira a maior queda em mais de um ano, com os investidores a privilegiarem ativos de maio risco em detrimento de valores seguros como o metal amarelo, depois de os Estados Unidos e a China terem alcançado uma trégua. Contrariando a evolução da moeda norte-americana, o ouro caiu 1,32% para US$ 1.390,41.

 

Situação da Boeing poderá ficar bem complicada

Caso sejam provadas as declarações de engenheiros da Boeing para a Bloomberg, a situação da fabricante de aviões norte-americana deverá ficar bem complicada. Os técnicos dizem que a provável causa dos dois acidentes fatais, em menos de cinco meses, foi o software de bordo do Boeing 737 MAX, desenvolvido por trabalhadores terceirizados, recém-formados e mal remunerados. Por causa de cortes de custos, a Boeing não se preocupou com vidas humanas e o sistema MCAS (Maneuvering Characteristics Augmentation System) foi desenvolvido por funcionários temporários, alguns deles com salários de US$ 9 por hora, quando a média desse tipo de remuneração atualmente está em US$ 34,49, de acordo com um levantamento do Bureau of Labor Statistics. Caramba, a maioria dos inexperientes veio da Índia.

 

Doidamente, bitcoin desvaloriza quase 18%

Depois de subir sem motivos durante cinco meses seguidos, o bitcoin perdeu quase 18%. Nesta segunda-feira, caiu 17,95% para US$ 10.020,30.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor