Advertisement

Modalmais: fechamento de 9.01 - Dia positivo

Está previsto para hoje um comunicado do encontro conjunto por China e EUA.

Opinião do Analista / 10 Janeiro 2019 - 11:40

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O dia foi positivo para os principais mercados acionários do mundo, começando pelas Bolsas asiáticas, passando pelas europeias (exceto Madri) e terminando na Bovespa e no mercado americano. Prevaleceu o tom positivo do encontro entre China e EUA para discutir práticas comerciais, mas ainda persiste a paralisação de alguns órgãos do governo americano. Está previsto para hoje um comunicado do encontro conjunto pelos dois países.

No Reino Unido, Theresa May confirmou que quer deixar a União Europeia em 29/03, com bom acordo do Brexit envolvendo a Irlanda. Já a Arábia Saudita anunciou que pretende exportar 7,2 milhões de barris de óleo em janeiro, para tentar manter os preços do petróleo equilibrados. Hoje, o petróleo voltou a subir forte no mercado internacional.

Também tivemos declarações de dirigentes regionais do Fed (Chicago, Boston e Atlanta), todos mais comedidos em suas posições sobre elevar juros, podendo aguardar com paciência os sinais dados pela economia. Trump é que agora parece querer tentar destravar o governo e pediu que o Congresso americano encaminhe um projeto versando sobre segurança na fronteira com o México. Já a China anunciou que irá cortar impostos de pequenas empresas para garantir om crescimento, mas o PBoC promete evitar relaxamento agressivo da política monetária.

A ata da última reunião do Fed mostrou dirigentes com menor certeza sobre trajetória de juros e podem ser mais pacientes com elevações e redução do balanço. Enxergam contrastes entre a força dos dados e a percepção dos agentes dos mercados com relação a desaceleração econômica global identificaram fraqueza no mercado imobiliário. A ata veio bem suave e produziu efeito positivo sobre os mercados ainda abertos.

No México a inflação de 2018 medida pelo CPI (consumidor) mostrou taxa de 4,8% e o Canadá manteve a taxa de juros básica inalterada em 1,75%. No mercado o barril de petróleo era negociado em alta de 5,18% com o barril cotado a US$ 52,36. O euro era transacionado em alta para US$ 1,153 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 2,73%. O ouro mostra alta e a prata queda na Comex e commodities agrícolas com comportamento de alta na Bolsa de Chicago.

Aqui, agentes do mercado comentaram muito a declaração de Paulo Guedes dizendo querer uma reforma da Previdência profunda e levar também o novo plano com modelo de capitalização. O ministro Toffoli rejeitou o pedido para que eleição da mesa da Câmara seja com voto aberto. Por aqui ainda tivemos a divulgação do fluxo cambial da curta semana encerrada em 04/01 com saldo negativo de US$ 1,31 bilhão e fluxo financeiro também negativo em US$ 654 milhões.

No mercado, dia de DIs com comportamento dos juros em queda para os principais vencimentos e o dólar operando em queda e encerrando com -0,92% e cotado a R$ 3,68. Na Bovespa, na sessão de 7 de janeiro, os investidores estrangeiros sacaram recursos no montante de 151,1 milhões, deixando o saldo negativo de janeiro em R$ 1,9 bilhão.

No mercado acionário, a Bolsa de Londres encerrou com valorização de 0,66%, Paris com +0,84% e Frankfurt com +0,83%. Madri registrou perda de 0,27% e Milão em alta de 0,94%. No mercado americano, faltando ainda cerca de uma hora para encerramento, o Dow Jones mostrava +0,63% e Nasdaq com +1,08%. Na Bovespa, antes do call de encerramento, alta de 1,67 % e índice em 93567 pontos, batendo novo recorde de pontos no intraday em 93625 pontos.

Na agenda de amanhã teremos a divulgação do IPC da Fipe da primeira quadrissemana de janeiro e a primeira prévia do IGP-M de janeiro. O IBGE anuncia levantamento sistemático da safra agrícola e muitos discursos de dirigentes regionais do Fed, além dos pedidos de auxílio-desemprego da semana anterior.

Boa noite.

.

Alvaro Bandeira

Sócio e economista-chefe Modalmais

Fonte: www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor