Advertisement

Medo de guerra comercial mexe com bolsas na Europa

Mais peso sobre o rali que havia impulsionado os mercados depois do Natal.

Mercado Financeiro / 08 Fevereiro 2019 - 22:26

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Os principais índices acionários europeus caíram nesta sexta-feira e encerraram a série de cinco semanas de ganhos. O principal motivador foi o medo da uma desaceleração econômica na Zona do Euro e o potencial risco de uma guerra comercial em larga escala entre Estados Unidos e China. Não bastasse isso, os investidores ainda se mostraram decepcionados com resultados trimestrais de algumas das principais companhias da região.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,5%, a 1.410 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,56%, a 358 pontos. As perdas se aprofundaram depois que Wall Street abriu no vermelho, lançando mais peso sobre o rali que havia impulsionado os mercados desde pouco depois do Natal.

Os mercados financeiros foram afetados na quinta-feira pela afirmação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de que não planeja se reunir com o presidente chinês, Xi Jinping, antes do prazo de 1º de março para alcançar um acordo comercial.

Preocupações com o crescimento na Europa também aumentaram depois que a Comissão Europeia reduziu estimativas de expansão do bloco. Entre as decepções do dia, a belga Umicore perdeu 7,3% depois de dizer que o crescimento de 2019 será afetado pela demanda fraca em carros e eletrônicos.

O setor de automóveis, sensível à guerra comercial, recuou 2,2%, ampliando as perdas de quinta-feira, quando sofreu a maior queda diária desde junho de 2016.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor