Macri foge do FMI para sobreviver em outubro

Congelamento de preços, seguido de ágio, câmbio negro... história se repete.

Fatos e Comentários / 19:53 - 17 de abr de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A Argentina já vinha mal com suas políticas ortodoxas, mas naufragou ao entregar o comando do barco ao FMI. Nesta quarta, o presidente Mauricio Macri embarcou em um bote para salvar a própria vida (política). O conjunto de medidas para combater a inflação e reativar a economia está baseado no congelamento de preços de produtos básicos, além do compromisso em não aumentar tarifas de serviços públicos até o fim deste ano.

No ano passado, a Argentina registrou inflação de 47,6%, a mais alta nos últimos 27 anos. Em 12 meses, acumula 54,7%. Para 2019, o governo tem a meta de fechar o ano com 23% de inflação, mas poucos acreditam que conseguirá.

Ao seguir o roteiro do FMI de cortar gastos, suspender subsídios e repassar os custos aos preços, o país vizinho viu seu Produto Interno Bruto (PIB), soma de tudo que é produzido, cair 2,5% no ano passado. A expectativa para 2019 é ainda pior.

Para o consultor Luiz Affonso Romano, autor de Intervenção e Regulação de Preços no Brasil, represar os preços por curtíssimo período significa vê-los explodir logo adiante, após ágio, câmbio negro, desabastecimento, prisões… Depois das eleições presidenciais em outubro, cada um por si.

 

Patrimônio

Milionários já doaram mais de R$ 3,5 bilhões para a recuperação da catedral de Notre Dame. O Museu Nacional, no Rio de Janeiro, recebeu apenas R$ 1,1 milhão em ajuda. A elite brasileira é ruim no atacado e no varejo. E ninguém duvide se um magano tupiniquim com sonhos europeus doou para a catedral e ignorou solenemente o museu.

 

Leão equivocado

A pretensão de a Receita Federal cobrar imposto de renda sobre as multas pagas ao Ministério Público Federal (MPF) por aqueles que assinaram acordo de delação premiada com a Operação Lava Jato e decidiram colaborar com a Justiça parte de um pressuposto equivocado, afirma o advogado Daniel Strand, sócio da Strand Advogados.

De acordo com o especialista, nestes casos, os valores são indenizatórios, pois os que estão colaborando com a justiça cometeram atos ilícitos com consentimento da empresa – ou mesmo instruídos por ela. Segundo a Receita, os valores, arcados pelas empresas envolvidas em esquemas de corrupção, seriam parte da remuneração e, por isso, rendimento tributável pelo Imposto de Renda.

Um exemplo que ilustra bem esse tipo de situação, mais factual, seria, por exemplo, o caso de uma companhia que marque um compromisso para o seu funcionário no dia em que ele não pode comparecer, pois seu veículo está proibido de circular por conta do horário de rodízio. A empresa insiste. Caso o funcionário seja multado, a companhia teria a obrigação de ressarci-lo, pois o ato ilícito cometido foi com consentimento e, inclusive, a mando da companhia”, exemplifica Strand.

 

Cerco

Os Estados Unidos endureceram o embargo contra Cuba. Depois, tal qual fazem na Venezuela, culpam o governo local.

 

Privilegiados

Se a reforma da Previdência for aprovada, um trabalhador do setor privado receberá uma aposentadoria 40% menor do que atualmente. Se a capitalização passar, o quadro é ainda pior: receberia o equivalente a só 20% do salário da ativa.

 

Rápidas

Evangelo Gasos, diretor da Criativa Imagem & Web da UVA, irá ministrar oficina de produção de vídeo clip para novas bandas durante a Rio2C, que acontece na Cidade das Artes, entre 23 e 28 de abril *** Para celebrar a Páscoa, os shoppings se movimentam: o Grande Rio promove no sábado, às 15h, uma caça aos ovos e no domingo, às 16h, uma apresentação teatral infantil. O Carioca fará Oficina de Biscoito gratuita em 20 e 21, das 15h às 18h40. O Caxias Shopping programou para o dia 21 a Oficina Artesanal de Páscoa. O Jardim Guadalupe promove oficinas de Páscoa de quinta a domingo *** O cantor Leandro Laranja se apresenta nesta quinta, às 19h, no Shopping Jardim Guadalupe *** O escritório Advocacia Internacional George Cunha apresentará na Câmara Americana de Comércio Amcham em São Paulo, em 23 de abril, às 8h30, evento sobre as alternativas legais de migração para os Estados Unidos. Informações em programaeb5.com.br *** No dia 20, o Parque das Ruínas (Santa Terea, RJ) será palco do Circuito Vinho na Vila, com gastronomia, música e, claro, vinho, das 10h às 18h *** Estão abertas as inscrições para a 68ª Conferência da ONU para a Sociedade Civil, que será realizada em Salt Lake City, EUA, de 26 a 28 de agosto. Podem se inscrever indivíduos e organizações da sociedade civil de todos os países. Para se registrar, acesse reg.unog.ch/event/29010/

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor