Macri e Cartes se reúnem para tratar de Mercosul e combate ao narcotráfico

Internacional / 11:33 - 16 de mar de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Os presidentes argentino, Maurício Macri, e paraguaio, Horácio Cartes, se reuniram em Buenos Aires para tratar sobre Mercosul e os avanços para estabelecer uma relação comercial com a União Europeia que permita gerar mais empregos na região. Eles também concordaram em incrementar a cooperação bilateral entre seus países para fortalecer a guerra contra o narcotráfico, através de redes de prevenção nas cidades de fronteira. Macri e Cartes se reuniram ontem na Casa Rosada, sede do governo argentino, em Buenos Aires, por cerca de uma hora, antes de participarem do jantar de Abertura do Congresso Judaico Latino-americano. Os chefes de Estado conversaram também sobre matrizes energéticas e concordaram que o tema é de extrema importância para estimular a indústria nos dois países. Também dialogaram sobre o desenvolvimento da navegação fluvial na região, especificamente pela Hidrovia Paraguai-Paraná. Macri estava com seu chefe de gabinete, Marcos Peña; a chanceler Susana Malcorra, e o secretário de Assuntos Estratégicos, Fulvio Pompeo. O presidente paraguaio chegou à reunião com seu chanceler, Eladio Loizaga, e o secretário-geral da Presidência, Juan Carlos López Moreira. Sobre o combate ao narcotráfico, os presidentes ratificaram o compromisso de reforçar a prevenção nas regiões de fronteira. Sobre o Mercosur, o presidente Macri comentou o diálogo que teve na semana passada com a alta representante da União Europeia para assuntos exteriores, Federica Mogherini, para ampliar a relação comercial com a UE. Cartes, que tem mandato até 2018, vai receber no Congresso Judaico um reconhecimento por seu compromisso com a paz. Agência Brasil, com informações da Telam

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor