Lei Seca provoca engarrafamento na Via Lagos

Ações como essa desgastam um programa que só vinha recebendo elogios.

Decisões Econômicas / 19:21 - 30 de jan de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Quem retornou da Região dos Lagos no final da tarde do último domingo enfrentou um longo engarrafamento na Via Lagos, depois de pagar um dos pedágios mais caros do país, R$ 20,50. A retenção não foi provocada pelo excesso de veículos, acidente ou obra na via. A causa foi uma blitz da Lei Seca, que bloqueou parte da estrada deixando passar um veículo de cada vez e em velocidade reduzida. Ações como essa, que têm se repetido em outras partes do estado, estão desgastando um programa que só vinha recebendo elogios.

Deputado André Ceciliano

Sobra de caixa da Alerj ajuda a financiar navio-escola

A Assembleia Legislativa do Rio colaborou com mais de 20% dos R$ 7 milhões usados na construção do Navio Oceanográfico Professor Luiz Carlos, da Uerj, que entrou em operação esta semana. Foram investidos R$ 1,6 milhão. O dinheiro faz parte dos recursos economizados do orçamento da Casa. O presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), disse que “a Casa vem fazendo um duro dever de casa e isso está possibilitando parcerias financeiras nas áreas de Segurança, Saúde e Educação”. Ceciliano lembrou ainda o potencial do navio para o estudo dos campos de petróleo.

 

Alerj paga salários antecipadamente

O equilíbrio financeiro da administração do deputado André Ceciliano (PT) na Alerj também está beneficiando os funcionários da Casa, que receberam os salários deste mês com uma semana de antecedência. Mal acostumados, eles já contam com o pagamento de fevereiro antes do Carnaval. E há grande chance que isso aconteça.

 

Paulo Teixeira assume mandato na Alerj

Com a licença da deputada Tia Ju, que assumiu a secretaria municipal de Assistência Social e Direitos Humanos da Prefeitura do Rio de Janeiro, o primeiro suplente do Partido Republicano, Paulo Teixeira, tomou posse na Alerj. Apenas o presidente da Casa, deputado André Ceciliano (PT), e parentes de Teixeira compareceram à solenidade de posse. Paulo Teixeira é capitão da reserva do Exército Brasileiro, onde atuou por 30 anos, e teve 11.026 votos nas eleições de 2018. Ele disse que vai lutar por melhorias na segurança pública e na educação.

 

Reforma tributária será prioridade

A reforma tributária será a prioridade deste ano no Congresso Nacional. Senado e Câmara dos Deputados vão instalar mês que vem, na volta do recesso parlamentar, uma comissão mista que terá a função de reunir em um só texto as principais matérias sobre as mudanças na cobrança de impostos. O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o Poder Executivo vai sugerir ajustes aos parlamentares.

 

PDT quer os bons tempos de volta em Niterói

A direção do PV estava pra lá de satisfeita com a indicação de um dos seus principais quadros, o ambientalista Axel Grael, para a sucessão do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT). Só não contava com uma exigência do partido presidido por Carlos Lupi: para continuar tendo o apoio do alcaide, Grael terá que deixar o PV e se filiar ao PDT. Os pedetistas venceram várias eleições municipais na cidade de Arariboia, com Jorge Roberto Silveira e João Sampaio. Querem mostrar que ainda estão em forma.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor