Lei Seca para quem dirigir num barato?

Estados norte-americanos que legalizaram a maconha viram número de acidentes de carro aumentar.

Fatos e Comentários / 19:21 - 5 de abr de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A legalização da maconha em alguns estados norte-americanos está associada a aumento da frequência de sinistros de veículos, mostra estudo do Insurance Information Institute (“Recreational marijuana and impaired driving”).

Na média, em um estado que já legalizou a droga, houve aumento de 6% na quantidade de colisões de veículos. Em alguns estados – Colorado, por exemplo – o aumento foi maior, de quase 13%. “Será que, algum dia, tal discussão vai chegar ao Brasil?”, questiona o consultor Francisco Galiza.

A droga afeta diferentemente as pessoas, mas, em geral, compromete a capacidade de direção, memória e atenção do motorista. Associada ao álcool, a maconha tem o efeito aumentado. Quanto maior a quantidade da droga, maior a probabilidade de o usuário ser o culpado do acidente.

 

Ensino… ensina

Pesquisas comprovam que a educação sexual não leva a atividades sexuais precoces. Ao contrário, o ensino do tema ajuda a combater comportamentos de risco e prevenir a gravidez na adolescência, ensina a subsecretária-geral da ONU e chefe do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Natalia Kanem.

Existe um movimento crescente para privar jovens dos serviços de saúde sexual e reprodutiva e das informações de que necessitam. Como resultado, muitos jovens recebem mensagens incorretas, conflitantes e confusas sobre sexualidade e gênero”, afirmou Natalia, em evento no Rio de Janeiro mês passado.

 

Pensar o Brasil

O Instituto da Brasilidade inicia esta semana o projeto Semanas da Brasilidade, que realizará, todas as segundas-feiras, encontros com especialistas em diversas áreas para o debate sobre a formação brasileira e principais entraves para o nosso desenvolvimento.

O Instituto reúne intelectuais, acadêmicos e integrantes da sociedade para discutir e pensar o Brasil, a identidade nacional, desenvolvimento, infraestrutura e posição no mundo, buscando um país soberano e mais justo.

A abertura será de peso: Carlos Lessa, Roberto Requião e Aldo Rebelo, com mediação de Darc Costa. Os encontros serão no Casarão Ameno Resedá (Rua Pedro Américo, esquina com Bento Lisboa, no Catete, RJ) e as inscrições estão abertas em ibrasilidade@gmail.com (os organizadores pedem para enviar nome completo e telefone).

 

Esperança

Especialista na área de saneamento garante que, com a entrada em operação da primeira fase da Estação Alegria, na semana que se acaba, 55% do esgoto que chega à Baía de Guanabara passará a ser tratado. Com a finalização desta instalação e a entrada da estação da Maré, o percentual chegará a 80%. Será que finalmente o Programa de Despoluição da Baía chega a sua reta final?

 

Sem rompantes

A decisão de Bolsonaro de acabar com o horário de verão não pode ser debitada ao obscurantismo no governo. Na União Europeia, também se estuda o fim do sistema. Mas o presidente deveria usar estudos técnicos para não ser amador nos radares nas estradas ou na tomada de 3 pinos.

 

Rápidas

No dia 11, o auditório Ruy Barbosa do Mackenzie, campus Higienópolis (SP), recebe a Conferência Internacional sobre Populismo na América Latina, com a presença da candidata à Presidência da Guatemala, Gloria Álvarez, e do jornalista Leandro Narloch. Inscrições: sympla.com.br/populismo-na-america-latina---gloria-alvarez__491304 *** A rede de franquias YES! Idiomas planeja inaugurar este ano 30 unidades, no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Goiás, após chegar a 100 unidades no território fluminense, totalizando 150 lojas em 17 estados *** “Gestão social e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: ODS” é o curso que o Ibef-RJ realizará em 16 e 17 de abril, das 18h às 22h, com Marcio Ruiz Schiavo. Detalhes em cursosibefrio.org.br *** Quem puder ajudar a construção de um gatil que atende a 40 animais em Teresópolis (RJ) pode fazer doações via vakinha.com.br/vaquinha/construcao-urgente-do-gatil?utm_campaign=whatsapp&utm_content=467654&utm_medium=website&utm_source=social-shares. Foi detectado um gato com FeLV e todos os felinos terão que ser testados precisarão de uma nova instalação para separar os positivos dos negativos *** Apoio para tirar do papel os trabalhos de conclusão de curso (TCCs) é o que oferece aos universitários a Academic Working Capital (AWC), iniciativa do Instituto TIM que oferece apoio financeiro, técnico e de negócios para estudantes. Inscrições até 22 de abril em awc.institutotim.org.br/inscreva-se/

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor