Lançada nova página do Radar Comercial

Negócios Internacionais / 14:18 - 6 de jun de 2011

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A página eletrônica do Radar Comercial passou por atualização e foi lançada uma nova versão com mais informações e acesso facilitado para os usuários. O Radar Comercial é uma ferramenta de inteligência que identifica produtos e mercados que representem oportunidades comerciais para as empresas exportadoras brasileiras. Ele é ainda utilizado como instrumento para formular estratégias de promoção comercial, investimento e negociação, e permitir a prospecção de potenciais setores exportadores e mercados compradores. Os dados cobrem mais de 120 países que representam aproximadamente 96% do comércio mundial. O sistema já comporta informações atualizadas de 58 países até 2010, como, por exemplo, da África do Sul, Áustria, Bélgica, Canadá, Colômbia, Emirados Árabes, Estados Unidos, França, Noruega, Malásia, Reino Unido, Indonésia, Japão, Rússia e Paraguai. As informações são disponibilizadas com base no banco de dados do United Nations Commodity Trade Statistics Database (Comtrade). Para acessar o Radar Comercial: www.radarcomercial.mdic.gov.br Desonerações para exportadores O ministro do Planejamento, Fernando Pimentel, deu uma boa notícia para os exportadores brasileiros. Revelou que o governo prepara medidas para contrabalancear a perda de competitividade brasileira causada pelo câmbio e aumentar o consumo interno. O conjunto de medidas deverá incluir desonerações, incentivos pesados à inovação, aos investimentos, e um reforço nas linhas de financiamento para exportação. "Eu espero que [sejam implementadas] na virada do mês, mas eu não posso falar prazos porque quem determina é a presidenta". Marfrig mantém vendas para Rússia A Marfrig Alimentos informou que a decisão da Rússia de proibir a exportação de carnes de Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul será revertida. As exportações para o país serão atendidas por meio de outras unidades da empresa localizadas em outras regiões, enquanto a produção das plantas afetadas será redirecionada a outros mercados e para o mercado interno. No primeiro trimestre de 2011, as exportações do Grupo para o mercado russo representaram 10,7% do total de exportações da Marfrig, o que correspondeu a 4,7% da receita consolidada da companhia. Alterado Imposto de Importação A Câmara de Comércio Exterior (Camex) alterou para 2%, até 31 de dezembro de 2012, as alíquotas do Imposto de Importação incidentes sobre oito bens de informática e telecomunicação, na condição de ex-tarifários. Também alterou para 2% as alíquotas incidentes sobre 245 produtos de bens de capital, na condição de ex-tarifários. O regime de ex-tarifário é um mecanismo de estímulo aos investimentos produtivos no país por meio da redução temporária do Imposto de Importação para aquisição, no exterior, de bens de capital, informática e telecomunicação, que não sejam produzidos no Brasil. As alterações foram publicadas dia 2, no Diário Oficial da União. Exportação para o Oriente Médio As exportações do Brasil ao Oriente Médio avançaram 33,6% em maio sobre o mesmo mês do ano passado. Também para a África, outra região onde ficam países árabes, as vendas externas do Brasil cresceram no período. Mas o percentual foi menor: 9%. A receita com vendas ao Oriente Médio foi de US$ 1,02 bilhão em maio contra US$ 767 milhões no mesmo mês de 2010. Para a África ficou em US$ 809 milhões no último mês e US$ 740 milhões em maio do ano anterior. Mdic agora no YouTube O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) inaugurou um canal no YouTube. Os primeiros vídeos postados foram os da entrevista coletiva concedida pelo ministro Fernando Pimentel e a ministra da Indústria e Turismo da Argentina Débora Giorgi. Com a iniciativa, o Mdic espera dar mais publicidade ao trabalho do órgão, divulgando suas ações em vídeo e não apenas em texto. A ideia é disponibilizar entrevistas coletivas, apresentações e participações de autoridades do órgão em eventos públicos. O YouTube é a terceira rede social que o Mdic irá utilizar para ampliar os canais de comunicação com a sociedade. O ministério conta, ainda, com perfis no Twitter e no Facebook. Por essas mídias, é possível acompanhar informações sobre o Gabinete do Ministro, as Secretarias e as entidades vinculadas ao Ministério. O internauta também poderá comentar e encaminhar questões para obter esclarecimentos sobre os temas relacionados ao órgão. OGX elevará exportações A OGX deve gerar divisas de até US$ 40 bilhões em exportações já em 2015 e, cinco anos mais tarde, as vendas de petróleo para outros países vão gerar US$ 60 bilhões, sendo que a maior parte deste montante será revertida para o Rio de Janeiro, uma vez que grande parte do petróleo encontrado está no local. A previsão é do empresário Eike Batista. Ele também destacou investimentos que vêm fazendo em logística, especialmente o Complexo do Açu, que engloba portos, siderúrgicas e termelétricas, entre outros empreendimentos e disse que está superando algumas das ineficiências do Brasil. "Vamos fazer revolução logística industrial. Só nós colocamos mais de US$ 40 bilhões. Se computar os outros (investidores), são mais US$ 80 bilhões", observou, o empresário ao comentar o projeto que está sendo erguido no norte do Estado Rio de Janeiro. Estratégia do setor gráfico O Graphia, grupo de exportação de produtos e serviços gráficos constituído no âmbito da Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf), em parceria com a Agência de Promoção de Exportações e Investimentos do Governo Federal (Apex-Brasil), intensifica nos próximos meses suas ações no exterior. O Graphia realiza missão comercial nas Américas Central e Norte, voltado ao segmento de papelaria. O objetivo é estabelecer redes de distribuição de artigos de papelaria e escritório e aumentar as exportações na região. Representante do grupo terá encontros com empresas nos seguintes países: Honduras, El Salvador, Guatemala, Costa Rica e Estados Unidos. Fôlego para a Grécia A Grécia conseguiu "luz verde" para o pagamento "no início de julho" da quinta parcela do empréstimo negociado no ano passado, segundo um comunicado conjunto da "troika" formada por Comissão Européia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional. A liberação dos 12 bilhões de euros foi acertada após Atenas assegurar que irá prosseguir o programa de austeridade e acelerar o processo de privatizações, afirma o documento. Resultado da balança comercial O Mdic adiou para a segunda-feira (13) a divulgação do resultado parcial da balança comercial brasileira de junho, porque a primeira semana do mês teve apenas três dias úteis. Antonio Pietrobelli editor@exportnews.com.br

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor