Juiz de Campos põe Garotinho em prisão domiciliar

Rio de Janeiro / 14 Setembro 2017

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) foi preso nesta quarta-feira quando apresentava o programa que comanda na Rádio Tupi, na capital fluminense. Agentes da Polícia Federal o conduziram para Campos dos Goytacazes, norte fluminense, onde faria exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal antes de seguir para Campos, onde cumprirá prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica.
A nova ordem de prisão é do juiz Ralph Manhães, da 100º Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, que o condenou por corrupção eleitoral, associação criminosa, coação de testemunhas e supres-são de documentos. De acordo com a decisão, Garotinho foi sentenciado a 9 anos e 11 meses de prisão em regime fechado, mas a condenação precisa ser confirmada em segunda instância para que a reclusão passe a vigorar.