Irã cortará mais compromissos de armas nucleares se necessário

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, enfatizou o direito de seu país utilizar tecnologia nuclear pacífica.

Internacional / 13:14 - 13 de set de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse na quarta-feira que o Irã tomará outras medidas para suspender seus compromissos sob um acordo nuclear de 2015, se considerar necessário, informou a Press TV.

"Se necessário, tomaremos outras medidas no futuro", afirmou Rouhani durante uma reunião do gabinete em Teerã, descrevendo a mais recente medida do Irã de abandonar os compromissos nucleares como "importante".

Como reação à retirada unilateral dos EUA do Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA) e suas subsequentes sanções contra Teerã e em resposta à lentidão da Europa para salvar os interesses do Irã sob o acordo, a Organização de Energia Atômica do Irã (AEOI) iniciou centrífugas avançadas no domingo para aumentar o estoque de urânio enriquecido no país, que havia sido restringido pelo JCPOA.

"Enquanto o inimigo está exercendo pressão máxima no Irã, nosso caminho é duradouro e resistente", disse Rouhani, acrescentando que os Estados Unidos deveriam parar "a campanha de pressão agressiva".

"Os americanos devem entender que não se beneficiarão da agressividade e da guerra", disse ele.

Além disso, Rouhani enfatizou o direito do Irã de utilizar tecnologia nuclear pacífica.

 

Agência Xinhua

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor