Investidores fogem para títulos dos EUA

Belluzzo afirma que bancos centrais inflaram ‘bolha’ após 2008.

Mercado Financeiro / 22:27 - 6 de set de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Uma nova crise global se aproxima, alerta o economista e professor da Unicamp Luiz Gonzaga Belluzo. Ele se soma a especialistas como o brasileiro Marcio Pochamnn e o norte-americano Nouriel Roubini. Belluzzo explicou que a chegada de uma nova instabilidade econômica mundial se dá também por conta do comportamento dos bancos centrais durante a crise de 2008.
“A percepção dos riscos é bastante generalizada entre os protagonistas da vida econômica. O pessoal do mercado financeiro, os economistas norte-americanos e europeus estão se dando conta de que depois da crise de 2008, em que os bancos centrais abriram seus balanços para absorver toda a tralha, os ativos podres, o efeito que isso teve foi reanimar uma bolha, é só olhar o valor dos ativos, o preço dos ativos, o comportamento da bolsa de valores e a valorização dos títulos públicos”, afirmou, em debate com Eduardo Moreira na TV 247.
Belluzzo também comentou a insegurança dos investidores diante deste cenário. Um dos sintomas é o alto custo de títulos a baixo rendimento. “Quando o preço dos papéis sobe muito você reduz o rendimento. Por exemplo, um título de 30 anos dos Estados Unidos está em torno de 1,50 de rendimento, e frequentemente se inverte essa curva, o título mais curto começa a ter um rendimento maior que o título mais longo. Isso informa que os investidores estão percebendo que o risco é muito grande, então eles se concentram naquilo que lhes daria mais segurança”.
 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor