Advertisement

Incertezas sobre Previdência provocam volatilidade no mercado

Segundo Anbima, 'cenário mais volátil impactou os títulos de maneira geral, em especial aqueles com prazo mais longo.'

Conjuntura / 14 Março 2019 - 15:39

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

As dúvidas com relação à proposta da reforma previdenciária encaminhada ao Congresso e as correções para baixo das expectativas de crescimento da economia para 2019 colaboraram para um ambiente de maior volatilidade em fevereiro, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

"O cenário mais volátil impactou os títulos de maneira geral, em especial aqueles com prazo mais longo. Esse movimento pode ser repetir até termos uma maior clareza de como será o processo de aprovação das reformas econômicas", explica Hilton Notini, gerente de Preços e Índices.

O IMA-B 5, que acompanha as carteiras de NTN-Bs com vencimentos de até cinco anos, e o IMA-B 5+, que reflete esses papéis com vencimento acima de cinco anos, registraram o maior nível de volatilidade dos últimos meses e encerraram fevereiro com variação de 0,55% cada. No ano, o IMA-B 5+ apresenta o maior retorno, com variação de 7,2% no primeiro bimestre.

Os resultados do IMA-Geral (-0,48%), do IRF-M (0,47%), que indica variação dos títulos prefixados, e do IRF-M 1+ (0,23%), que reflete a variação dos prefixados com prazos acima de um ano, foram os mais baixos desde setembro de 2018.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor