Advertisement

Inadimplência das MPEs volta a bater recorde

Segundo estudo da Serasa Experian, divulgado nesta quarta-feira, 5,122 milhões de micro e pequenas empresas estavam inadimplentes no Brasil em...

Conjuntura / 12 Julho 2018

Segundo estudo da Serasa Experian, divulgado nesta quarta-feira, 5,122 milhões de micro e pequenas empresas estavam inadimplentes no Brasil em maio de 2018 – um crescimento de 0,8% em relação a abril do mesmo ano, quando 5,080 milhões de companhias desses portes estavam com dívidas atrasadas. É a 15ª alta consecutiva e novo recorde registrado para o mês de maio. Na compara-ção com maio de 2017 (4,699 milhões), o aumento chega a 9,0%.
De acordo com os economistas da Serasa Experian, as sucessivas altas na inadimplência do segmento ainda demonstram os efeitos da lenta recuperação da economia no comportamento dos indica-dores mês a mês, agravados em maio com a paralisação dos caminhoneiros, que afetou negativamente todas as cadeias produtivas. 
A avaliação é de que esse cenário comece a se estabilizar, fomentado pelas taxas de juros reduzidas e pelo consequente acesso a mais e melhores condições para renegociações de dívidas e para uma retomada no uso do crédito para financiamento da expansão dos empreendimentos.
Com mais da metade dos micro e pequenos empreendimentos brasileiros com dívidas em atraso, o Sudeste lidera o levantamento (54,1%), seguido pelo Nordeste (16,2%), Sul (15,8%), Centro-Oeste (8,7%) e Norte (5,2%).
Absoluto no topo do ranking estadual, São Paulo atingiu no quinto mês deste ano a marca de 1,686 milhão MPES no vermelho – alta de 1,1% em relação a abril do ano passado (1,667 milhão) – e respondeu por 32,9% dos CNPJs de empreendimentos deste porte em situação de inadimplência no Brasil. Na segunda e terceira posições permaneceram Minas Gerais (10,9%) e Rio de Janeiro (8,3%).