Advertisement

Guedes estuda criar imposto único de 20%

Economista de Bolsonaro insiste em negar retorno da CPMF Homem forte do candidato Jair Bolsonaro (PSL) na área de economia, Paulo Guedes...

Política / 10 Outubro 2018

Economista de Bolsonaro insiste em negar retorno da CPMF

Homem forte do candidato Jair Bolsonaro (PSL) na área de economia, Paulo Guedes desmentiu a proposta de retomar a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), o imposto do cheque. Guedes disse ter sido mal interpretado durante palestra fechada, em setembro, e que estava analisando duas propostas: o imposto único federal, com a base no valor adicionado, ou um com base nas transações financeiras.
O economista afirmou que estuda a proposta do seu colega Marcos Cintra de criar um imposto único. Segundo ele, a fórmula é a favor dos mais pobres, pois elimina os impostos indiretos, que são regressivos, e permite simplificar tudo em uma única alíquota.
A explicação, porém, não esclareceu: “Isso que o Jair está falando que vai ter isenção para todo mundo e depois é 20%, na proposta dele [Cintra] era 15%, eu é que fui conservador e disse vamos manter em 20%. O que está se falando aí, é um absurdo, é equivocado, é de gente despreparada vazando coisa que não conhece.”
Guedes voltou a defender a privatização de empresas estatais, argumentando que o país já está atrasado no que classificou de uma reforma do Estado. No Reino Unido, porém, privatizações e parce-rias público privadas estão sendo canceladas, devido à deterioração dos serviços prestados.
Sobre a reforma da Previdência, Paulo Guedes disse que, antes de tudo é uma questão política, mas que acredita que quanto mais cedo ela for feita, melhor.