Geração de emprego nos EUA desacelera

Internacional / 23:04 - 6 de mai de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Dados divulgados nesta sexta-feira pelo Departamento de Trabalho dos Estados Unidos indicam que a economia norte-americana está dando sinais de desaceleração. Segundo o órgão, apenas 160 mil empregos foram criados em abril, 40 mil a menos do que o esperado. A taxa de desemprego nos EUA permaneceu estável em 5%. Com os novos dados econômicos, é possível que o Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) adie o aumento das taxas de juros bancárias do país previsto para o próximo mês. Em comunicado divulgado na própria sexta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu ao Congresso que adote medidas para ajudar a economia norte-americana. Entre as medi-das, citou o aumento do salário mínimo federal, aprovação de novos acordos comerciais e simplificação das normas fiscais visando a aumentar a arrecadação tributária. A previsão inicial era que, em abril, haveria um acréscimo de 202 mil empregos. A criação de empregos no mês passado foi, portanto, a mais baixa dos últimos sete meses, já que o número de ocu-pações estava crescendo a uma média de 232 mil empregos ao mês. Os números mostram que os dados de emprego se somam a outras preocupações. Na semana passada, o Departamento de Comércio dos Estados Unidos informou que, no primeiro trimestre de 2016, a economia norte-americana cresceu no ritmo mais lento em dois anos.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor