Gastança

Fatos e Comentários / 17:46 - 8 de jun de 1999

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

As privatizações já consumiram R$ 87 bilhões do governo no processo de saneamento das estatais, contra apenas R$ 82,5 bilhões recolhidos aos cofres públicos pela venda das empresas. Os dados constam do livro Brasil privatizado (Editora Fundação Perseu Abramo), do jornalista Aloysio Biondi, que faz questão de esclarecer que o levantamento é parcial. Ou seja, o prejuízo da "viúva" pode ser ainda maior. FH no palco Com direito a esquetes de um grupo de teatro ironizando os últimos escândalos do governo, bancários, dirigentes sindicais e políticos da oposição vão coletar hoje assinaturas para pressionar o Congresso a aceitar o pedido de impeachment do presidente FH. Os manifestantes, que se reúnem, às 12h, na esquina das Ruas do Ouvidor e Miguel Couto, no Centro do Rio, apostam na voz rouca das ruas, já manifestada nas pesquisas de opinião, para baterem o número de 2.200 assinaturas coletada na rodoviária de Brasília. Vocação desperdiçada Bussunda deve estar preocupado. O presidente do IBGE, Sérgio Besserman, declarou que os resultados da primeira pesquisa do instituto sobre a economia informal urbana, mostrando que o setor informal movimentava, em outubro/97, R$ 12,890 bilhões (8% do Produto Interno Bruto), "acaba com o mito" de que a economia informal gera outro PIB do mesmo tamanho ou maior que o oficial. Besserman é irmão do humorista do Casseta e Planeta. Ah, bom! Com menos vocação humorística que Besserman, a chefe do Departamento de Emprego e Rendimento do IBGE, Angela Jorge, esclarece, porém, que o estudo não computou "a economia submersa, o comércio ilegal e criminoso, o tráfico ou a sonegação de grandes empresas e também os serviços domésticos". Ou seja, estragou a piada A verdade está lá fora Os funcionários da AT&T parecem animados com a onda de fusões e aquisições capitaneada pela companhia. Tem circulado pela Internet um correio eletrônico atribuído aos empregados da empresa com a notícia de que a AT&T vai adquirir a Nasa por exatos US$ 100 bilhões. O título do e-mail é "AT&T assina contrato para adquirir a Nasa - Ações da TCI devem se valorizar". No texto, afirma-se que a AT&T vai usar o conhecimento da agência espacial norte-americana para levar suas redes aos limites do sistema solar, estendendo cabos desde Cabo Canaveral até Marte. No final, lamenta-se que o departamento de marketing da AT&T poderá ter dificuldades para vender os serviços de cabo da TCI fora da Terra, já que ainda não se provou a existência de vida nos planetas vizinhos... Petrofóbico O ministro do Orçamento, Pedro Parente, que, apesar de não ser do ramo, tem assento no conselho da Petrobras, resolveu intervir em decisões estratégicas da empresa. Segundo o burocrata, que na intimidade palaciana era tratado por forma mais carinhosa pelo ex-ministro Luiz Carlos Mendonça de Barros, a participação da Petrobras nas licitações dos 27 blocos das oito bacias sedimentares - descobertas pela própria estatal - somente será ilimitada se houver parcerias com as multis do setor. E, mesmo assim, se ela tiver participação societária inferior a 50%. Ou seja, à empresa brasileira caberia entrar com a tecnologia e parte do dinheiro, para as preferidas de Parente fazerem a festa. De joelhos A aceitação passiva pelo Itamaraty e pelo Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS) da decisão de reduzir em 26,2% as exportações de laminados a quente para os Estados Unidos é uma daquelas decisões que separa uma nação soberana de uma república de bananas. Pior, porém, que a submissão é vender a idéia de que os EUA recuaram da taxação ao nosso aço, quando, na verdade, garantiram o protecionismo que desejavam para suas ineficientes empresas. Retorno Quem tem dinheiro em conta corrente ou na poupança e quiser fugir da mordida de 0,38% é bom se apressar nas sua movimentações. A partir da próxima quinta-feira, está de volta a cobrança da CPMF, que substituirá o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), do qual hoje estão isentas aquelas duas operações. Agressão A Associação Nacional de Jornais (ANJ) divulgou nota de protesto contra as agressões praticadas pelo soldado da Polícia Militar Carlos Alberto Pires da Silva contra a jornalista Tânia Martins e o repórter-fotográfico Paulo Ricardo Rocha, profissionais do jornal Meio Norte, de Teresina (PI). No dia 31 de maio de 1999, os dois repórteres presenciaram e fotografaram o militar praticando atitudes truculentas contra um menino de rua. O flagrante motivou o soldado PM Carlos Alberto da Silva a agressões verbais e físicas aos dois jornalistas. Segundo a nota, "o ocorrido torna-se superlativo não só por envolver um policial militar, cuja atitude deve ser investigada e punida com rigor, mas também porque os dois repórteres estavam no exercício profissional, que deve ser pleno e livre." Hood Robin O jornalista Aloysio Biondi revela que todos os ágios pagos nos leilões foram integralmente abatidos pelas empresas ao pagarem o Imposto de Renda. O mais espantoso nessa revelação é que o jornalista lembra que ela foi feita pelo próprio secretário da Receita Federal, Everardo Maciel, em seu depoimento à CPI dos Bancos.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor