Fotográfos Pelo Bem trocam serviços por doações para projetos sociais

Entidade assitida faz trabalho de doação de cestas básicas, fraldas e medicamentos; mensalmente são cerca de 280 famílias beneficiadas.

Registro / 11:34 - 5 de set de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Sabe aquela festa de 15 anos da sua filha ou o casamento da sua amiga? O que você acha se além de registros maravilhosos, feitos por fotógrafos renomados no mercado, você também pudesse ajudar um projeto social que atende centenas de pessoas em vulnerabilidade social? Essa é a proposta dos Fotógrafos pelo Bem.

Um grupo de 10 fotógrafos voluntários irão trocar seus serviços por doações para ações sociais. "Vamos cobrir eventos e passar o orçamento, se aquele serviço daria R$ 1 mil, por exemplo, nós não receberemos em dinheiro, mas sim em cestas básicas, brinquedos, fraldas", aponta Cacau Fernandes, idealizadora da ação. A princípio, tudo que for arrecadado será repassado para a Casa de Fátima, instituição sem fins lucrativos, que têm impactado positivamente a vida dos moradores de Sepetiba e região. Com o 18º pior Índice de Desenvolvimento Humano do Município do Rio, centenas de famílias em vulnerabilidade social têm encontrado no espaço novas possibilidades. Cacau aponta que se o resultado for positivo, outras organizações também poderão ser beneficiadas.

A Casa de Fátima oferece oficinas gratuitas de Fotografia, Jiu-Jítsu, Alongamento, Desenho, Filosofia para Crianças, Pintura, Artesanato, Violão e Maquiagem são oferecidos por voluntários, que cedem seu tempo e habilidades para o desenvolvimento dos moradores. A Casa de Fátima também faz um trabalho de doação de cestas básicas, fraldas e medicamentos; mensalmente são cerca de 280 famílias beneficiadas, mas o objetivo é atender 500 famílias.

"Percebemos o impacto da Casa para aquelas pessoas e como eles não têm patrocínio algum, por isso nos sensibilizamos a estarmos lá com eles e apoiar, doando nossos trabalhos. Já temos 10 fotógrafos voluntários (Anderson Lima, Cláudia Martini, Elisangela Leite, Gladis Rejane, Mário Grave, Rodrigo Barionovo, Vanessa Ataliba, Severino Silva entre outros) mas temos espaço para quem quiser se juntar a nós", afirma, Cacau.

"Atuamos com pessoas em pobreza extrema, que vivem em barracos de madeira. Teve uma mulher que veio aqui e morava em um estábulo, com o marido e duas crianças, junto com os cavalos", relata Fernando Ben, gestor da Casa de Fátima. "Nós conseguimos doar para ela todo o material para construir sua casa. Além disso, recebemos doações de geladeiras, fogões, óculos. Também têm gente que oferece suas habilidades para dar aulas aqui no espaço", agradece.

Para contratar ou se voluntariar nos Fotógrafos pelo Bem, entre em contato pelo e-mail: fotografospelobem@gmail.com. Casa de Fátima funciona na Rua Paulo Transini 36, Sepetiba. Informações pelo (21) 3157-3099 ou no site www.casadefatima.org.
A página da ação no Facebook é www.facebook.com/fotografospelobem.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor