Advertisement

Filho de Jango lança candidatura à Presidência e defende desenvolvimento com igualdade

Os 54 anos do histórico Comício da Central, quando dezenas de milhares de cariocas se reuniram para ouvir o então presidente...

Política / 13 Março 2018

Os 54 anos do histórico Comício da Central, quando dezenas de milhares de cariocas se reuniram para ouvir o então presidente João Goulart reafirmar seu compromisso com as reformas de base (agrária, tributária e eleitoral, entre outras), foram relembrados nesta terça-feira por João Goulart Filho, em caminhada que terminou em ato público ao lado do busto do ex-presidente, na Central do Brasil.

O filho de Jango, que lançou sua candidatura à Presidência da República pelo Partido Pátria Livre (PPL), visitou pela manhã a sede do MONITOR MERCANTIL, onde apresentou ao diretor presidente, Marcos de Oliveira, e a profissionais do jornal suas propostas para que o país alcance “progresso com justiça e desenvolvimento com igualdade”.

 

Ato marcou os 54 anos do Comício da Central pelas reformas de base

 

João Goulart Filho afirmou que, se eleito, revogará a reforma trabalhista, “um golpe contra os direitos dos trabalhadores”. Ele defendeu a importância da recuperação salarial para a ampliação do mercado interno. O pré-candidato tem se posicionado também contra as privatizações e a submissão do país ao capital financeiro internacional.

Ele afirmou que sua luta é a mesma de Jango, a luta para transformar o Brasil numa grande nação. Defendeu que o país precisa de diálogo para deixar para superar os conflitos atuais e sugeriu que o ex-presidente Lula tenha a grandeza de pensar no futuro da nação.

O filho de Jango foi deputado estadual (PDT-RS), é poeta, filósofo, escritor, fundador do Instituto João Goulart – dedicado à pesquisa histórica e à reflexão sobre o processo político brasileiro – e autor de Jango e Eu: Memórias de um exílio sem volta, indicado ao Prêmio Jabuti.

 

João Goulart Filho em visita ao MONITOR MERCANTIL

 

Estiveram com João Goulart Filho na visita ao MONITOR sua esposa, Verônica Theml Fialho Goulart, o presidente do PPL no Rio de Janeiro, ex-deputado Vivaldo Barbosa, e integrantes da executiva do partido.