Faxina no Sesc e Senac do Rio ainda demora

18 empresas foram desclassificadas na concorrência para serviços de limpeza.

Fatos e Comentários / 19:55 - 28 de jan de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Foram anos de denúncias, intervenções e disputas judiciais até que Orlando Diniz deixasse a presidência da Federação de Comércio do Rio de Janeiro (Fecomércio RJ) e, consequentemente, do Sesc e do Senac regionais. Diniz foi alvo da Lava Jato no estado; comenta-se que estaria negociando delação premiada.

As práticas de governança no Sesc e Senac do Rio, porém, ainda precisam evoluir, e muito. As duas instituições realizaram uma concorrência pública para contratação de serviços de limpeza em todas as suas unidades espalhadas pelo estado. Um contrato envolvendo algumas dezenas de milhões de reais. Mais de 20 empresas participaram da disputa, sendo que 18 delas apresentaram propostas com preço inferior ao praticado pela atual contratada.

Surpreendentemente, as 18 foram desclassificadas, e a 19ª colocada foi declarada vencedora com um valor mensal R$ 1 milhão mais caro que o oferecido pelas primeiras colocadas. E qual é essa empresa? Exatamente a mesma que já vem prestando o serviço licitado. Ela foi contratada em caráter emergencial, mas o contrato vinha sendo prorrogado, sucessivamente, a cada seis meses. Não precisa ser adivinho para prever que a justiça, uma vez mais, será convocada.

Leia aqui o esclarecimento do Sesc e Senac RJ.

 

Atração

No ano passado, os índices do mercado de ações subiram pouco mais de 30% nos Estados Unidos, perto de 25% na Europa e na China e mais de 15% nos mercados emergentes e Japão. A dívida soberana nos mercados emergentes, a dívida de alto rendimento nos EUA e a dívida corporativa em mercados emergentes tiveram retornos superiores a 12%, informa o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Os percentuais ajudam a explicar por que US$ 5,6 bilhões abandonaram a bolsa brasileira (B3) em 2019. Com altos rendimentos (em dólar) e risco menor, não há motivo para perder tempo no Brasil, que era atraente quando mantinha taxas de juros na estratosfera (que caíram para investidores, diga-se, já que os juros continuam nas alturas para quem precisa de um empréstimo).

 

Tiro na cabecinha

Mais uma criança baleada no Rio de Janeiro, mantendo a média de uma por semana neste início de ano, o segundo da política do “atire para matar” (quem?) do Governo Witzel. Como nos demais casos, surge a dúvida de que arma partiu o tiro.

Uma resposta seria mais provável se o estado implantasse dois sistemas – já demonstrados e testados. O primeiro, de controle do armamento que sai dos batalhões da Polícia Militar. O segundo, com tecnologia alemã (mais cara) ou russa (similar mais em conta) que permite identificar a arma da qual partiu a bala escaneando um pequeno fragmento. Há projetos na Alerj para implantação desses sistemas.

Menos do que dinheiro, falta vontade política.

 

Além dos erros de português

O “melhor Enem de todos os tempos” virou o maior mico da história do Ministério da Educação. E, se não bastassem as falhas graves, o ministro Abraham Weintraub ainda arrumou tempo para interceder junto ao Inep a favor de estudantes e pais que o procuraram via Twitter.

Prevaricação? Advocacia administrativa? Ou não? Caros advogados, e-mails para a coluna.

 

O povo não é bobo

Congressistas do PT e PCdoB defendem Folha e Globo, outrora “imprensa golpista”, dos contra-ataques de Bolsonaro, inclusive financeiros; 2022 é logo ali e não aprenderam NADA. Em caixa alta. Bom pro NOVO, mais velho que andar pra trás.

 

Rápidas

Depois da inauguração de cinco lojas na capital fluminense, a rede Megamatte segue com planos de expansão: de 140 lojas em seis estados, pretende passar para 160 até abril *** Entre 1º e 16 de fevereiro de 2020, acontecerá a primeira edição do Sesc Verão em Niterói (RJ), com atrações gratuitas na Praia de São Francisco. Neste sábado, as atividades começam às 9h *** O Passeio Shopping programou colônia de férias até sexta-feira, das 15h às 17h *** A Align Technology realiza curso de credenciamento para ortodontistas em 6 e 7 de fevereiro, no Rio de Janeiro. Os cursos são voltados para capacitação de profissionais que desejam trabalhar com Invisalign *** Estreia nesta quarta-feira Divido Apartamento, texto de Cazé Neto e direção de Gil Santos, com Talita Fusco e Alan Di Moura no elenco. A peça estará toda quarta, às 21h, no Teatro Vannucci (Rua Marquês de São Vicente, 52 / 3º andar, Gávea, Rio de Janeiro).

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor