EUA ameaçam OMC e globalização

Trump quer freio à ação da China, mas adia novas tarifas.

Internacional / 22:49 - 13 de ago de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta terça-feira que o país pode abandonar a Organização Mundial do Comércio (OMC). O alvo é a China, mas a ação poderia decretar o fim da globalização, na avaliação da agência russa Sputnik.

A Casa Branca escreveu em um memorando que a China e muitos outros países se denominam países em desenvolvimento, “permitindo-lhes desfrutar dos benefícios que vêm com esse status e buscar compromissos mais fracos do que aqueles feitos por outros membros da OMC”.

Ao mesmo tempo em que criticava a OMC, Trump anunciou que decidiu adiar até 15 de dezembro a imposição das novas taxas de 10% sobre produtos chineses. Alegou que o objetivo do adiamento é não prejudicar os compradores norte-americanos antes do Natal.

Os Estados Unidos, porém, manterão a imposição de tarifas que entrarão em vigor a partir de 1º de setembro sobre US$ 300 bilhões em produtos.

Trump tem feito repetidas críticas à Organização Mundial do Comércio e chamou a instituição de uma catástrofe e desastre para os Estados Unidos. “Eles estão nos ferrando há anos”, afirmou.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor