Advertisement

Escalpelado, desfibrado e desnutrido

Quem for eleito em outubro para governar o Estado do Rio vai encontrar o Rioprevidência, responsável pelo pagamento dos aposentados e...

Decisões Econômicas / 13 Setembro 2018

Quem for eleito em outubro para governar o Estado do Rio vai encontrar o Rioprevidência, responsável pelo pagamento dos aposentados e pensionistas, escalpelado, desfibrado e desnutrido, respirando com dificuldade e provavelmente morando de aluguel. Esse é o cenário para 2019, que poderá se concretizar ou não, pois desde o ano passado o Rioprevidência vem torrando os seus ativos imobiliários para fazer caixa e compor os recursos destinados aos credores. O Diário Oficial do governo é quem acolhe os despojos dos alienados.

O DO, do início deste mês para cá, vem publicando vários editais, alguns corrigindo editais anteriores, de alienação de terrenos e prédios do Rioprevidência, que devem render até agora, no total, R$ 34,725 milhões. Os imóveis estão localizados na Zona Sul, Zona Norte e Oeste do Rio, além de em municípios do interior fluminense.

 

Ressarcimento

O presidente do Legislativo carioca, vereador Jorge Felippe, determinou o ressarcimento à Polícia Militar em R$ 614,011 mil, correspondentes a salários e encargos sociais de policiais militares cedidos ao Legislativo.

 

Instrução processual

A diretoria de habilitação do Detran/RJ estimou em R$ 53,463 milhões os custos a serem pagos pela contratação de uma empresa para proceder os serviços relacionados com a produção e distribuição de carteiras de motorista.

 

Manifestações culturais

De autoria do presidente em exercício da Assembleia da Legislativa fluminense, deputado Andre Ceciliano, o Plenário Barbosa Lima Sobrinho aprovou projeto de lei autorizando a apresentação de manifestações culturais nas estações das barcas, de trens e metrô.