Eneva sobe mais de 10% com compra da UTE Fátima

Companhia terá exclusividade e negociará data de aquisição até o leilão da Aneel.

Acredite se Puder / 18:47 - 7 de nov de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

As ações da Eneva chegaram a subir 10,12% e foram a R$ 35,68, quando a empresa comunicou que fechou um acordo de exclusividade para potencial aquisição de 75% do capital da Usina Termoelétrica Nossa Senhora de Fátima (UTE Fátima). O acordo foi firmado com a Natural Energia, a UTE Fátima e a Fatima Power Holding. Os demais 25% da companhia pertencem a uma empresa global de energia com direitos de exploração no Brasil. Com o negócio, a Eneva terá exclusividade para a realização de due diligence, bem como para negociar a aquisição até a data do Leilão Aneel A-4 e/ou A-5 de 2020 ou 15 dias após a habilitação da UTE Fátima em um leilão de energia no Ambiente de Contratação Regulado (ACR), o que ocorrer primeiro.

 

Cade faz ações da Natura subirem 7%

Parece brincadeira: as ações da Natura chegaram a subir 7% no pregão desta quinta-feira, só porque o Conselho Administrativo de Defesa Econômica aprovou sem restrições a análise do ato de concentração que fez parte da reestruturação societária resultante da aquisição da Avon. Acontece que essa decisão não será final até que seja publicada no Diário Oficial da União, nesta quinta, e decorrido o prazo de 15 dias a contar de tal publicação, para eventuais recursos, nos termos da legislação aplicável. Além disso, a transação também permanece sujeita ao cumprimento de outras condições precedentes, incluindo a aprovação por autoridades de defesa da concorrência nas demais jurisdições aplicáveis. Será que ainda vão subir nesse ritmo quando forem anunciadas as decisões finais?

 

Demanda por aço será grande em 2020

Ao analisar o setor siderúrgico, os analistas do Credit Suisse chegaram à conclusão de que, depois de um ano em que a demanda decepcionou, 2020 será forte para demanda de aço no Brasil e esperam crescimento de 8% na base anual para aço longo e de 4% para aço plano, o que provocará um crescimento nos lucros das empresas do setor. O otimismo, no entanto, só não é maior devido às perspectivas para Argentina e México que continuam desafiadoras, por causa das eleições, desaceleração do crescimento econômico e queda de preço de aço no México.

Quanto a recomendação para as ações das siderúrgicas, os especialistas do banco suíço elevam as da Usiminas para outperform, ou seja, com desempenho acima da média do mercado e com preço-alvo de R$ 10,00, mas mantiveram a Gerdau como a top pick e a CSN como a menos preferida dentre as siderúrgicas brasileiras.

 

Bitcoin Banco pede proteção contra falência

Acusado de praticar pirâmide financeira e impedir, desde maio, os saques de milhares de investidores, o Bitcoin Banco entrou com pedido de recuperação judicial e a suspensão de todas as ações e execuções ajuizadas, além do levantamento de todas as penhoras e constrições impostas. Pouco depois, a operadora de criptomoedas sofreu um vazamento e foram levados os dados pessoais e valores investidos pelos clientes. O Cointelegraph teve acesso a essa relação que contém nome, CPF ou CNPJ, endereço, valores e classificação dos investimento. Segundo o site, os valores dos aportes variam de poucas dezenas de reais até cifras milionárias, e mais de 20 investimentos seriam superiores a R$ 1 milhão.

Tudo começou quando Cláudio Oliveira, fundador do grupo, alegou que um esquema provocou o saque indevido de cerca de R$ 50 milhões e, por isso, decidiu suspender a retirada de valores e congelar as contas dos clientes. Diversas pessoas entraram com processos para reaver o direito de movimentarem suas contas. Várias foram as decisões da Justiça para bloqueios valores da Bitcoin Banco, sendo que na de R$ 6 milhões, foram encontradas contas vazias, levando apenas R$ 130 mil.

 

Prejuízo da Azul foi R$ 438 milhões

A Azul Linhas Aéreas teve prejuízo de R$ 438 milhões. De acordo com a análise da XP Investimentos, os resultados foram levemente abaixo do esperado, refletindo um yield (valor médio pago por passageiro para cada quilômetro voado) cerca de 2% abaixo da estimativa.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor