Empréstimos mais simples elevariam PIB em 12%

Spread elevado, custos altos e exigência de garantias de até 95% do financiamento dificultam tomada de capital.

Fatos e Comentários / 18:48 - 31 de mai de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) estima que a eliminação do custo de participação no mercado de crédito (custos administrativos e outras exigências por parte dos bancos) aumentaria o PIB per capita em 7%, via crescimento da participação das firmas com crédito no mercado.

Melhorias que reduzam a inadimplência, diminuindo o spread bancário, gerariam um aumento do PIB per capita em 2,4%. Contudo, o limite do endividamento é a maior restrição financeira, e a redução das garantias nos empréstimos para níveis de países desenvolvidos elevaria o PIB per capita em 12%.

O estudo Financiamento do Desenvolvimento no Brasil, entre eles João Alberto De Negri, apresenta o Brasil como um dos países que mais exige garantias para a concessão de crédito (cobertura de garantias de 95%, em média), sem grande sucesso. Mesmo nos financiamentos em que o bem encontra-se como garantia da operação, como é o caso da alienação fiduciária, há inúmeras possibilidades de recursos que encarecem e tornam lenta a execução.

O Brasil está muito mal posicionado no indicador de profundidade financeira (financial deepness, que mede a parcela do crédito privado sobre o Produto Interno Bruto – PIB). Entre 2013 e 2015, esse indicador situou-se em torno de 50% do PIB brasileiro, enquanto chegava a 70% no Chile e na África do Sul e quase 120% na China. Apenas um pequeno número de empresas, geralmente de grande porte, consegue livrar-se das restrições de crédito no mercado financeiro brasileiro.

 

Imposto ilegal

Após a bem-sucedida campanha contra o fim do Fundo de Garantia do trabalhador aposentado na reforma da Previdência, o Instituto Fundo de Garantia do Trabalhador (IFGT) inicia nesta segunda, pelo site fundodegarantia.org.br, o abaixo-assinado pelo “Fim da Contribuição Social de 10% no Fundo de Garantia”.

O objetivo é conseguir aprovar no Congresso Nacional o Projeto de Lei do Senado PLS 550/2015, do ex-senador Cássio Cunha Lima, e o Projeto de Lei Complementar PLP 51/2007, que propõem o fim imediato da contribuição, que já cumpriu seu objetivo desde julho de 2012, tornando-se assim um imposto ilegal.

A Contribuição Social de 10% sobre o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço é paga pela empresa em caso de demissão sem justa causa do empregado e teve por objetivo pagar os expurgos dos planos econômicos Verão e Collor I nas contas do FGTS.

No período de julho de 2012 a abril de 2019, foram arrecadados aproximadamente R$ 31 bilhões com esta contribuição, dinheiro este que poderia estar gerando mais empregos com a diminuição de custos das empresas”, afirma o presidente do IFGT, Mario Avelino. Tudo está explicado em livro eletrônico que pode ser baixado gratuitamente em fundodegarantia.org.br

 

Bibi e Bolsonaro

Parceiro de Bolsonaro, Bibi Netanyahu divide com o brasileiro o desprezo pela educação, só que mais radical. O israelense vai leiloar escolas pré-fabricadas doadas pela Europa aos palestinos. Netanyahu terá que disputar novas eleições e enfrenta processos por corrupção.

 

Rápidas

Condomínios construídos pela MRV já geraram mais de 1 milhão de kWh em energia fotovoltaica. Até 2022, a companhia pretende investir R$ 800 milhões para a instalação deste sistema em todos os seus lançamentos *** O Consulado Geral da Itália no Rio de Janeiro e a Agência Nacional Italiana de Turismo promovem durante junho a primeira edição do evento Italianorio, conjunto de atividades esportivas, culturais e enogastronômicas. A Praça Mauá receberá a primeira atividade neste domingo, com corrida de 3,5km, apresentações folclóricas e musicais, além de comida *** Nesta segunda, a Máquina de Livros lança, às 19h, na Livraria da Travessa do Shopping Leblon, O menino que nunca sorriu & outras histórias reais, dos psiquiatras infantis Gabriela Dias e Fabio Barbirato em parceria com o jornalista e dramaturgo Gustavo Pinheiro. A obra reúne histórias de crianças e adolescentes portadoras de autismo, depressão e bipolaridade *** O concurso do Quadro Técnico de Praças da Armada (QTPA) da Marinha do Brasil (MB) recebe inscrições até 11 de julho em ingressonamarinha.mar.mil.br. São 30 vagas *** A Federação das Mulheres Empresárias e Empreendedoras da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (FME CE-CPLP) realiza o Fórum Internacional 10 Mulheres que Você Precisa Ouvir, nesta segunda, a partir das 9h, no Hotel Palácio Tangará (SP). Inscrições em mulherescecplp.com.br

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor