Emprego nos EUA pode levar Fed a baixar juros

Número de vagas cai e reforça pessimismo com economia norte-americana.

Internacional / 23:08 - 10 de set de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

As vagas de emprego nos Estados Unidos caíram, em julho, para o nível mais baixo em cinco meses. Este e outros dados parecem confirmar previsões de que a política econômica implantada pelo presidente Donald Trump perderia fôlego no segundo semestre de 2019. A perda de ritmo pode influenciar as eleições do ano que vem.
Na próxima semana, o Federal Reserve (Fed, espécie de banco central norte-americano) fará reunião em que poderá decidir por um corte na taxa de juros de 0,25 ponto percentual. Seria a segunda redução este ano.
O número de vagas de emprego caiu de 7,25 milhões em junho para 7,22 milhões em julho, de acordo com a pesquisa do Departamento (Ministério) do Trabalho. A queda é pequena, mas a expec-tativa dos analistas era de um número próximo a 7,48 milhões.
Os dados seguem um fraco relatório de folha de pagamento não agrícola na semana passada, que mostrou que o crescimento do emprego nos EUA caiu para o nível mais fraco em três meses em agosto, apesar do aumento da contratação temporária de trabalhadores do censo.
No lado positivo, a taxa em que as pessoas deixaram voluntariamente seus empregos subiu para 2,4%. O indicador é visto como confiança dos trabalhadores em encontrar um novo emprego.
 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor