E-commerce registrou faturamento 18% a mais no Dia dos Pais

Mantendo a tendência de crescimento, data faturou R$ 2,7 bilhões neste ano no varejo digital.

Conjuntura / 11:13 - 14 de ago de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Além de amor e carinho, os papais do Brasil também receberam muitos presentes no Dia dos Pais. De acordo com estudo da Compre & Confie, a data comemorativa registrou faturamento de R$ 2,7 bilhões, representando alta nominal de 18% em comparação a 2018.

"O Dia dos Pais, primeira data importante do segundo semestre, é um termômetro para as vendas até o final ano. Os resultados mostram que o consumidor continua muito confiante e a expectativa é que tenhamos um cenário ainda mais positivo para as vendas do comércio eletrônico até o final de 2019", afirma André Dias, diretor-executivo do Compre & Confie.

O levantamento, realizado entre os dias 27 de julho e 10 de agosto, mostra que o aumento significativo na cifra está relacionado principalmente ao volume de compras no período. Ao todo, foram feitos sete milhões de pedidos, incremento de 17,3% em relação ao ano passado.

Em um ranking das cinco categorias com maior volume de vendas no período, moda e acessórios ocupa o primeiro lugar, com 22,4% dos pedidos realizados. Beleza, perfumaria e saúde, vem na vice-liderança, com 13,8% e, em seguida, estão entretenimento (10,4%) e artigos para casa (10,1%). Móveis, construção e decoração aparecem em quinto lugar, com 8,2% do total de pedidos.

Na lista das cinco categorias com maior faturamento, eletrodomésticos e ventilação lidera, com 26,4% do montante atingido no período. Em seguida, estão moda e acessórios (12,5%) e entretenimento (10,5%). Por fim, móveis, construção & decoração e telefonia completam a lista, com 9,9% e 8,5% do total faturado, respectivamente.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor