Advertisement

Duboc Pinaud é cremado em Niterói

Rio de Janeiro / 24 Abril 2018

O jurista João Luiz Duboc Pinaud morreu ontem aos 87 anos, no Rio de Janeiro. O corpo foi velado na Câmara de Vereadores de Niterói, na Região Metropolitana do Rio. A cremação estava prevista para as 10h de hoje, no cemitério Parque da Colina, na Região Oceânica de Niterói.

Nascido em Niterói, Pinaud foi advogado, promotor, juiz, escritor e professor universitário. Em sua carreira, também foi um grande defensor dos direitos humanos. Atuou como secretário de Justiça e Direitos Humanos do Rio de Janeiro e foi presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros, entre 1998 e 2000.

 

IAB decreta luto oficial - O presidente nacional do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Técio Lins e Silva, decretou luto oficial por três dias (de 24 a 26) pela morte de Duboc Pinaud, que presidiu a entidade no biênio 1998/2000. "Trata-se de uma homenagem à memória de um extraordinário jurista, que foi presidente do IAB e teve incansável dedicação à causa dos direitos humanos, da democracia e da liberdade", justificou Técio.

Ainda segundo Técio, "após ter sido retirado da magistratura pela violência da ditadura, Pinaud foi defender perseguidos políticos num famoso processo resultante de um IPM que manteve dezenas de presos na Ilha da Flores".

 

Com informações da Agência Brasil